No que o Brasil é melhor que os Estados Unidos?

Entre os exemplos citados, Seth Kugel menciona licença-maternidade remunerada, restaurantes self-service e transações bancárias online

A maioria dos brasileiros acham que o Estados Unidos é melhor que o Brasil em todas as coisas, mas o nova-iorquino Seth Kugel, conhecido por sua coluna The FRUGAL Traveler do New York Times e apresentador do canal Amigo Gringo da Rede Snack no YouTube, revela no que o Brasil se sobressai em comparação ao seu país de origem.

Em uma breve lista, divertida e curiosa, o americano cita que nos Estados Unidos a licença-maternidade é remunerada durante – zero – dias, bem diferente do que no Brasil que são 120 dias.

Segundo Seth, além de sermos mais simpáticos e termos o melhor feijão, nós podemos ter suco natural na maioria dos lugares, já nos EUA só há suco de caixinha e onde vendem suco natural o preço não é nada camarada. Falando em comida, possuímos o serviço de self-service, que apesar de possuir nome da língua inglesa não existe no país em questão.

As transferências bancárias e pagamento de contas que fazemos online seja pelo computador ou pelo celular não existe nas terras de Obama. Lá os aluguéis são pagos via Paypal ou cheque, as transações realizadas pelo computador demoram dias para serem efetuadas. Uma outra diferença é que no Brasil nós usamos muito cartão de débito e crédito e quase todos os lugares possuem as máquinas de cartão, porém nos Estados Unidos os cartões não possuem senhas, ou seja, não são muito seguros, o que leva a serem pouco utilizados.

Saiba no que mais nós somos, segundo Seth, melhores que os EUA: www.youtube.com/watch?v=KfW7Q7jiQU8

Sobre a Rede Snack

A rede Snack de canais no YouTube, fundada pelos publicitários Vitor Knijnik e Nelsinho Botega, é uma MPN – Multi-Plataform Network do Brasil. Ela cria, produz, desenvolve, agrega e comercializa canais originais (criados e produzidos pela equipe da rede) e canais parceiros(canais que já existiam, mas que passam a fazer parte e contar com a estrutura da MPN). 

Em dois anos de existência a rede Snack possui 19 canais, mais de 10,3 milhões de inscritos; mais de 11 mil vídeos publicados, mais de 1,4 bilhões de views. Fechou 2015 com alguns dos canais de maior audiência do YouTube Brasil, como o Amigo Gringo apresentado por Seth Kugel, conhecido por sua coluna The FRUGAL Traveler do New York Times, o OK!OK!, programa sobre o mundo pop mais visto e o Mundo da Menina by Pampili, maior canal de marca infantil.

Também estão entre os canais o Vendi Meu Sofá com a fitness girl Gabriela Pugliesi, o Garagem de Unicórnio com a tricampeã mundial de skate Karen Jonz, o Casa do Saber que aborda entretenimento cultural com os professores da prestigiada casa de cursos livres. Além desses, ainda fazem parte da rede de canais, Liga TFA, com os maiores nomes sertanejos; o Boca a Boca com a renomada chef Carla Pernambuco, o Mundo da Menina by Pampili, o Nosso Canal, apresentado pelas garotas mais bombadas da internet, e mais o canal da Flávia Pavanelli, Youtuber queridinha do público feminino e o recém lançado Love Treta, apresentado por Rafael Cortez, ex-CQC.

Além deles, a Snack agregou mais sete canais: o Desbocada, apresentada por Bruna Louise; o Mais Poxa Vida, apresentado por PC Siqueira; os Barbixas, pioneiros na plataforma online de humor em vídeo; o Bebê Mais, canal criado em 2006, que auxilia crianças de 0 a 3 anos no desenvolvimento cognitivo com músicas e aplicativos que otimizam o aprendizado de novas palavras; o Eu Testei apresentado por Stella Dauer, produtora de conteúdo e primeira mulher a falar de tecnologia na internet; o Climatempo que é um canal onde são transmitidas as condições do tempo, eventos climáticos, alertas e notícias em tempo e o #Sal, uma série documental sobre um veleiro e dois amigos que entrevistam pessoas que escolheram morar no mar.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Rede Snack de canais no Youtube

youtube.com/watch?v=KfW7Q7jiQU8

3 comentários em “No que o Brasil é melhor que os Estados Unidos?

Deixe uma resposta