Brasil garante as duas equipes nas semifinais dos Jogos Pan-Americanos de Vôlei dos Surdos

As seleções masculina e feminina terminaram a fase de classificação na segunda posição e jogam neste domingo na briga por uma vaga na decisão da competição

Natália foi liberada pelo Vôlei Nestlé (João NetoFotojump)

<p>Natália foi liberada pelo Vôlei Nestlé (João NetoFotojump)
Alta  | Web

A seleção feminina encara a Argentina na semifinal (Divulgação)

A seleção feminina encara a Argentina na semifinal (Divulgação)
Alta  | Web

Seleção masculina enfrenta a Venezuela na semifinal (Divulgação)

Seleção masculina enfrenta a Venezuela na semifinal (Divulgação)
Alta  | Web

Xandó e seus comandados (Divulgação)

Xandó e seus comandados (Divulgação)
Alta  | Web
São Paulo (SP) – A terceira e última rodada da fase de classificação dos Jogos Pan-Americanos de Vôlei dos Surdos foi realizada neste sábado (2) e as seleções brasileiras masculina e feminina confirmaram vaga nas semifinais na segunda posição. As mulheres entraram em quadra primeiro e, comandadas pela central Natália, jogadora do Vôlei Nestlé, venceram o Canadá, por 3 sets a 0, parciais de 25/08, 25/18 e 25/20. Já os homens, do técnico Xandó, perderam para os Estados Unidos, por 3 sets a 2, parciais de 25/22, 19/25, 28/26, 14/25 e 18/16. Neste domingo (3) serão realizadas as semifinais e as jogadoras entram em quadra às 14h, contra a Argentina, e os rapazes duelam com a Venezuela, às 16h.

Natália destacou a importância da vitória diante das canadenses. “Vencemos um adversário que na teoria era mais fraco, mas entramos determinadas porque sabíamos que em qualquer deslize poderíamos nos complicar na partida. A vitória foi fundamental pensando na sequência da competição e agora é foco total na semifinal diante da Argentina neste domingo”, afirmou a atleta, única profissional do grupo.

Para Xandó, seus comandados cometeram erros cruciais para a derrota. “Falhamos bastante em alguns fundamentos e deixamos de aproveitar bolas fáceis em contra-ataques. Sentimos muito a falta do ponteiro Guilherme, que está em tratamento de uma lesão no menisco. Mas já viramos essa página e estamos bem preparados para conquistarmos uma vaga na decisão”, disse o treinador.

Por ser campeão Sul-Americano masculino e segundo colocado no feminino, o Brasil já está classificado para o Mundial, que será realizado na sequência do Pan-Americanos, de 05 a 15 de julho, também em Washington. Se ficar entre os três primeiros no Pan, as duas seleções garantem vaga direta para a Surdolimpíadas da Turquia em 2017.

A equipe masculina conta com os apoios do BB Seguridade e da AT&T, entidade da Flórida que se sensibilizou pela causa. Já o time feminino está sendo patrocinado pela Ellmar Foundation. As duas delegações tiveram também o apoio das prefeituras de Santos e São Bernardo e do Sesc Jundiaí.

Tabela
30/06 (quinta-feira) – Brasil 3 x 0 Canadá (masculino)
30/06 (quinta-feira) – Brasil 0 x 3 Estados Unidos (feminino)
01/07 (sexta-feira) – Brasil 3 x 1 Argentina (feminino)
01/07 (sexta-feira) – Brasil 3 x 0 Venezuela (masculino)
02/07 (sábado) – Brasil 3 x 0 Canadá (feminino)
02/07 (sábado) – Brasil 2 x 3 Estados Unidos (masculino)
03/07 (domingo) – 14h – Brasil x Argentina (semifinal feminino)
03/07 (domingo) – 16h – Brasil x Venezuela (semifinal masculino)
04/07 (Segunda-feira) – Finais e disputa pelo bronze (masculino e feminino)

Mais informações:
ZDL – Rafael Zito
rafaelzito@zdl.com.br
F: 11 991988505

Siga a ZDL no twitter: twitter.com/ZDLcomunica
e no facebook ZDL Comunicação

Deixe uma resposta