A ERA DA PROPINOCRACIA: O BRASIL VAI SUPERÁ-LA

Faz tempo que a política deixou de servir ao debate de ideias e de propostas com o objetivo de nortear o desenvolvimento do País. Infelizmente, a política vem ocupando o noticiário policial dos jornais. No primeiro momento, escandalizamo-nos com o mensalão, a prática criminosa de subornar parlamentares para que apoiassem o governo Lula. O esquema nefasto desviou dinheiro público. Corrompeu a democracia.

Mais recentemente, tivemos o petrolão. Da mesma forma, saquearam dinheiro do povo para comprar uma base de apoio no Congresso. É o maior caso de corrupção de todos os tempos no Brasil. Bilhões foram embolsados por espertalhões de uma elite que mandava no País. No bojo da crise, a presidente Dilma Rousseff sofreu impeachment.

Em mais um desdobramento, a Câmara dos Deputados cassou o mandato de seu ex-presidente, Eduardo Cunha, acusado de possuir contas no exterior e de enriquecer com dinheiro da Petrobras. Entre as dezenas de políticos investigados, o presidente do Senado, Renan Calheiros. É suspeito de desviar recursos do povo. Inaceitável.

Agora, Lula. Chefe do mensalão e do petrolão, foi denunciado por ocultar propriedade obtida com recursos de empresa beneficiária de contratos com o governo. É investigado, ainda, por intermediar repasses do BNDES a empreiteiras, em troca de pagamentos à sua empresa. Ao lado de seus filhos, Lula é suspeito de enriquecimento ilícito.

Chegamos ao fundo do poço.

A sociedade, porém, não deve se desesperar. A Operação Lava Jato, responsável por investigar a roubalheira, vem plantando uma semente. A de que ninguém está acima das leis. Temos tudo para mudar a cultura política e acabar com a aliança perversa entre corrupção e impunidade. Políticos e empresários já estão na cadeia. Outros deverão ser condenados e presos. Todos aqueles que cometerem crimes contra o povo.

É necessário frisar que nem todos os políticos são corruptos. Há gente séria, preocupada com os destinos do País. Trabalhando para melhorar as condições de vida da população, particularmente dos que mais precisam. A boa política tem de triunfar. Faço parte dela. Só com seriedade e honestidade teremos condições de vencer nossos imensos desafios e encontrar as soluções adequadas. Com respeito às pessoas e ao dinheiro público.

Gilberto Natalini
Médico e Vereador (PV-SP)

GILBERTO NATALINI FALA SOBRE O MOMENTO POLÍCO DO BRASIL


PROPINOCRACIA: CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR AO VÍDEO