IoT Industrial agita sector de petróleo & gás africano

Por Pedro Guerreiro, Director-Geral, West Africa da SAP África

JOHANNESBURG, South Africa, 22 March 2017 -/African Media Agency (AMA)/- A indústria de petróleo e gás, a nível mundial, está a atravessar um período de mudança e de disrupção sem precedentes. A enorme pressão em toda a cadeia de valor do petróleo trazida pela queda dos preços do petróleo, em paralelo com a crescente disponibilidade e acesso às fontes de energias renováveis, resultou no facto do petróleo e do gás já não serem a primeira escolha para a produção de energia.

Uma perspetiva Africana sobre o petróleo e o gás
Em África, onde a indústria de petróleo e gás é a força motriz de várias e das maiores economias africanas, a necessidade de inovação na cadeia de valor do petróleo e do gás é vital para o seu contínuo crescimento e sucesso. No final de 2013, estimou-se que o continente africano teria o equivalente a 228 mil milhões de barris de petróleo, correspondendo o petróleo a 56% e o gás a 44% do valor total, de acordo com um estudo da EY.

Os EUA foram, até recentemente, o maior importador de petróleo africano, todavia as exportações de petróleo caíram de 1,8 milhões de barris diários em 2005 para 274 mil em 2015. Há, porém, esperança que a mudança de política da nova administração norte-americana anuncie uma nova era de exportação de petróleo africano para o mercado norte-americano.

De acordo com a PWC, uma das áreas-chave em que as empresas de petróleo e gás se deveriam concentrar para enfrentar esta tempestade é na exploração de novas tecnologias para inovarem, minimizarem custos e extraírem mais valor da infra-estrutura existente. De todas as tecnologias emergentes, a Internet of Things (IoT) é aquela que apresenta maiores benefícios para o sector do petróleo e gás.

A Internet do petróleo e gás
A indústria de petróleo e gás está há muito tempo na vanguarda da automação e da disrupção tecnológica. Contudo, a IoT está pronta para revolucionar completamente esta indústria, desde a fase de extracção até às operações de relacionamento com o cliente. Os dispositivos conectados trazem imensas oportunidades às empresas de petróleo e gás para melhorarem a segurança, aumentarem a eficiência e para garantirem a visibilidade em toda a cadeia de valor.

Um relatório da Morgan Stanley estima um mercado mundial de 100 mil milhões de US dólares para veículos autónomos no sector de transportes e logística. Com uma penetração de apenas 50% em IoT, a indústria mundial de produção fabril perspectiva uma potencial poupança de custos, na ordem dos 500 mil milhões de US dólares. Adicionalmente, para África e Médio Oriente, a IDC estima que as receitas de IoT cheguem aos 114 mil milhões de US dólares em 2020.

As empresas de petróleo e gás, que tomaram em consideração o potencial da IoT, estão a investir fortemente, de forma a não só melhorarem o tempo de atividade e a garantirem uma manutenção preditiva, bem como a reduzirem o custo de conformidade (compliance) e possibilitarem a transformação das práticas de negócio. O tempo de atividade e a manutenção dos ativos emergiram como o principal ponto de interesse na IoT: um relatório de estratégia da ARC revelou que 60% dos entrevistados mencionaram a redução do tempo de inatividade dos ativos como o principal catalisador do seu interesse na IoT.

Paralelamente, a gestão de frotas está a beneficiar extremamente com a IoT: o construtor Essar Projects usa sistemas de GPS e de RFID para monitorizar o movimento dos equipamentos e os níveis de consumo de combustível, conseguindo poupanças de 5% e 10% em manutenção e em combustível, respectivamente. A capacidade de utilização de sensores para registar o desempenho dos equipamentos e para gerir pró-activamente a manutenção está a ajudar as empresas de petróleo e gás a optimizarem o tempo de actividade dos seus equipamentos.

Fazer com que a IoT funcione para as empresas de petróleo e gás
À medida que os sensores e dispositivos conectados, cada vez mais, fazem parte de todos os aspectos da cadeia de valor do petróleo e gás, as empresas vão começar a gerar volumes de dados como nunca. As soluções da SAP baseadas na plataforma SAP HANA permitem às empresas, a partir desses dados, extrair um conhecimento valioso. As empresas do sector de petróleo e gás podem obter informação em tempo real de várias proveniências, incluindo informação sobre a localização, o estado do projecto, factores ambientais e segurança. Os profissionais de gestão ambiental, saúde e segurança poderão extrair dados dos colaboradores – incluindo redes sociais – para identificar os principais riscos ao funcionamento, enquanto a informação pública que faz parte do big data lake pode ser utilizada para determinar a opinião pública sobre as operações de petróleo e gás.

Devem ser tomadas precauções no que diz respeito à segurança dos dados, tendo em conta os recentes exemplos de malware, que têm evidenciado como os sistemas de controlo podem ser alvos atractivos para intrusos que desejam provocar danos ou interromper a produção. É igualmente importante escolher o parceiro tecnológico correcto: a IoT reúne dados de hardware, sensores, dispositivos, aplicações, telemática e de ligação à cloud. Os fornecedores de software que conectam e processam todos estes dados precisam de ter uma alargada experiência na reformulação dos processos de negócio, de modo a permitirem que as empresas de petróleo e gás aproveitem plenamente os benefícios da IoT.

No entanto, o valor real da IoT para a indústria de petróleo e gás reside na ligação entre infra-estrutura operacional e o software de gestão do negócio. A computação em memória combina dados IoT com dados transacionais de negócio num único e partilhado banco de dados, em tempo real. Isso permite que as empresas deste sector consigam um conhecimento em tempo real sobre as operações-chave e indicadores de desempenho dos ativos, capacitando os líderes empresariais com uma tomada de decisão mais fundamentada e abrindo a porta para processos de negócio optimizados e modelos de negócio completamente inovadores.

Para as empresas de petróleo e gás prontas para transformar as suas operações através da IoT, os benefícios são inquestionáveis. Escolher o parceiro tecnológico correcto que tenha uma vasta experiência especializada na indústria e uma sólida plataforma de processamento em memória baseada na cloud é absolutamente fundamental para obter os benefícios da IoT, que por sua vez são essenciais para o sucesso.

Distribue par African Media Agency (AMA) pour SAP Africa

Para mais informação, visite SAP News Center. Siga a SAP no Twitter com @sapnews.

Sobre a SAP
A SAP (NYSE: SAP), como líder no mercado de software e aplicações empresariais, ajuda as empresas de todas as dimensões e indústrias a melhorarem o funcionamento do seu negócio. Nas unidades de negócio, na administração das empresas, nos armazéns, nas lojas ou em movimento, através de dispositivos móveis, a SAP habilita os profissionais e as organizações a trabalharem em conjunto de forma mais eficiente e a utilizarem a informação de gestão com maior eficácia. Os serviços e as aplicações da SAP ajudam cerca de 345 mil clientes, empresas e organizações da Administração Pública, a crescerem de forma sustentada, bem como a serem mais rentáveis, mais ágeis e mais competitivos. Para mais informação, visite-nos em www.sap.com

# # #
Any statements contained in this document that are not historical facts are forward-looking statements as defined in the U.S. Private Securities Litigation Reform Act of 1995. Words such as “anticipate,” “believe,” “estimate,” “expect,” “forecast,” “intend,” “may,” “plan,” “project,” “predict,” “should” and “will” and similar expressions as they relate to SAP are intended to identify such forward-looking statements. SAP undertakes no obligation to publicly update or revise any forward-looking statements. All forward-looking statements are subject to various risks and uncertainties that could cause actual results to differ materially from expectations. The factors that could affect SAP’s future financial results are discussed more fully in SAP’s filings with the U.S. Securities and Exchange Commission (“SEC”), including SAP’s most recent Annual Report on Form 20-F filed with the SEC. Readers are cautioned not to place undue reliance on these forward-looking statements, which speak only as of their dates.
© 2016 SAP SE. All rights reserved.
SAP and other SAP products and services mentioned herein as well as their respective logos are trademarks or registered trademarks of SAP SE in Germany and other countries. Please see http://www.sap.com/corporate-en/legal/copyright/index.epx#trademark for additional trademark information and notices.

Nota aos Editores:
Para visualizar e fazer download de imagens e fotos digitais para imprensa, por favor visite www.sap.com/photos. Nesta plataforma, pode encontrar material de alta resolução para os seus canais de media. Para ver histórias, em formato de vídeo, sobre diversos tópicos, visite www.sap-tv.com. A partir deste site, pode incorporar os vídeos disponíveis nas suas páginas Web, compartilhar vídeos por meio de links de e-mail e subscrever feeds RSS da SAP TV.

Para clientes interessados em conhecerem melhor os produtos da SAP:
Centro Mundial de Apoio ao Cliente: +49 180 534-34-24
Somente para os Estados Unidos: +1 (800) 872-1SAP (1-800-872-1727)

Para mais informação, somente imprensa:
Ansophie Strydom, SAP Africa, +27 (11) 235 6000, a.strydom@sap.com
Adam Hunter, Clarity Communications, +27 (711) 787 035, adam@claritycomms.co.za