Treinamento do gestor de campo é essencial para evitar passivo trabalhista

Consultora especialista em Educação Corporativa alerta: muitas vezes, vêm da atuação dos gestores de equipes as insatisfações que motivam as ações trabalhistas

raquelcastro2.jpg

São Paulo, 26 de junho de 2017 – Um estudo divulgado pelo Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) mostrou que, em 2015, as empresas com o maior número de ações trabalhistas no Brasil foram bancos, varejistas e companhias do segmento de telefonia. No que se refere às varejistas, especialmente, Raquel Castro, Coach, especialista em Educação Corporativa, faz um alerta: “A falta de treinamento adequado dos gestores de campo é um dos motivos que eleva significativamente o passivo trabalhista dessas empresas”, diz.

Na prática, de acordo com Raquel, o que se percebe nas varejistas é que os motivos alegados pelos colaboradores para mover processos trabalhistas quase sempre têm relação com comportamentos ligados a seus gestores. “E muitos destes comportamentos podem ser ‘corrigidos’ por meio de um treinamento estruturado, uma vez que são estes gestores os responsáveis por disseminar a cultura da empresa no dia a dia das operações. Aprender a ser gestor não pode ser um processo apenas ombro a ombro, ou seja, aprendido na prática. Envolve muito mais do que isso”.

A seguir, Raquel Castro lista algumas dicas para pontuar a atuação de gestores de campo a fim de evitar passivos trabalhistas:

– Todo colaborador precisa ser tratado com justiça. Aliás, este é um dos argumentos mais citados quando há um processo trabalhista: tratamento injusto. O que isso significa, afinal? Ao lidar com o colaborador – no que se refere a folgas ou quaisquer outras situações ligadas ao trabalho – siga as normas e procedimentos da empresa, sem dar concessões em função de simpatia, amizade ou qualquer outro ‘sentimento’ ou motivação que fuja da esfera profissional. E isso deve acontecer do início ao final da relação.

– Comece certo. E o primeiro passo se dá na contratação do profissional que atuará em campo. É preciso recorrer a fontes adequadas de recrutamento e seleção para que sejam contratadas pessoas com o perfil adequado. Caso contrário, é problema na certa!

– O gestor precisa estar preparado para reagir adequadamente às pressões do dia a dia – que não são poucas. Ele precisa atender demandas do cliente, do colaborador, do empregador, da fiscalização … Caso contrário, ele será mais uma fonte de problemas para a empresa na qual trabalha. Não está dando conta? Peça ajuda!

– Ensine e aprenda com o time o tempo todo. O gestor precisa criar um ambiente de aprendizagem e motivação, e os colaboradores precisam ter um canal aberto com ele. Com este clima, até o espaço para conflitos fica reduzido. Pense nisso!

– Quando um colaborador é desligado da equipe, o processo também precisa ser encerrado corretamente: a demissão deve acontecer num ambiente privado, com respeito e no começo da jornada de trabalho. Aproveite a entrevista de desligamento como base para melhorar o ambiente de trabalho porque, normalmente, o demitido relata fatos que talvez não abordaria se permanecesse na empresa. É claro que, nesta entrevista, pode haver verdades e também inverdades, afinal, nem sempre é fácil lidar com uma demissão. Mas o gestor não deve dispensar este importante instrumento de investigação que, quase sempre, pode revelar percepções que levem a melhorias e avanços.

Mentoria Excelência Operacional no Varejo

Mentoria Excelência Operacional no Varejo é um programa de desenvolvimento, online e em grupo, baseado na troca de experiência entre profissionais do varejo. “O programa prepara o Gestor do Varejo para o desafio diário de ser líder, administrador, supervisor, contador, psicólogo, embaixador; de falar com o cliente, com os colaboradores, com o franqueado, com a administração do shopping, com os fiscais, tudo ao mesmo tempo e para ontem!”, diz Raquel Castro.

Os mentores são gestores seniores do varejo, que participam da formação em suas áreas de especialidade. Já os mentorados são profissionais do varejo que querem ganhar tempo no seu desenvolvimento, aprendendo com quem sabe o que se deve e não se deve fazer.

A Mentoria Excelência Operacional no Varejo é composta por 12 encontros online, dividida em quatro módulos de três encontros cada, com os seguintes temas:

  • Atuação técnica em campo
  • Rentabilidade aplicada
  • Controles em gestão de pessoas
  • O gestor como líder

O mentorado concorre à dupla certificação: um certificado na conclusão da formação e outro de certificado de aplicação prática, caso ele comprove resultados alcançados a partir dos conceitos aprendidos na formação.

Mais informações sobre o programa podem ser obtidas pelo site www.raquelcastro.net ou pelo email educorporativa@raquelcastro.net

Sobre Raquel Castro

Raquel Castro é Gestora de RH; Personal, Professional & Business Coach, Membro da Sociedade Brasileira de Coaching e Coordenadora de Treinamento e Desenvolvimento no Grupo de Excelência em Franquia do CRA/SP.

Para dar vida ao firme propósito de facilitar o caminho de pessoas e empresas até o sucesso, potencializando talentos, Raquel atua em processos de Executive Coaching, Team Coaching e Life Coaching. É, ainda, qualificada para utilização dos instrumentos de Assessment: MBTI Steps I & II, Alpha, OPQ32, DISC, MQ, Verify e BeGroup e Consultora em Desenvolvimento de Recursos Humanos, com foco em Educação Corporativa.

Produz conteúdo e ministra Treinamentos e Workshops para Desenvolvimento de Liderança, Equipes, Gestão de Competências e Gestão de Mudança, Atendimento ao cliente, entre outros.  É Consultora para Desenvolvimento e Implantação de Programas de Assessment, Sucessão de colaboradores e Team Building.  Tem expertise em Diagnósticos Organizacionais e Gestão do Desempenho.

Raquel tem 20 anos de carreira corporativa, tendo atuado nas áreas de Recursos Humanos, Marketing, Operações de Unidades de negócio e Grandes Eventos Internacionais, no varejo de alimentos e bebidas.

No campo da Gestão de Pessoas, acumulou mais de dez anos de experiência, com ênfase em Treinamento e Desenvolvimento e Gestão de Desempenho, sendo habilitada em Gestão de Indicadores pelo Balanced Score Card e em Gestão por Competências.

Tem 15 anos de experiência como facilitadora e palestrante, atuando em eventos de Universidade Corporativa e no âmbito acadêmico; conduzindo inúmeros cursos, workshops e palestras.

Planejou e executou eventos de treinamento e integração de funcionários no âmbito corporativo, atendendo a todos os níveis organizacionais. Implementou e acompanhou processos de desenvolvimento gerencial, formando vários líderes atuantes no mercado.

Sua missão é, e sempre foi, gerar resultados através das pessoas!

ac | Em Pauta Comunicação