Dieta Proteica foi o tema do último curso da ‘Cozinha Experimental’

O programa de prevenção “Cozinha Experimental” realizou, na noite da última terça-feira (11), mais uma edição do curso. O tema desta vez foi Cozinha Proteica, que é baseada na proteína animal. O programa é desenvolvido pela Caixa dos Servidores e tem como objetivo despertar o interesse por uma alimentação saudável, gerando assim, maior qualidade de vida. Os cursos acontecem duas vezes por mês, no Centro de Prevenção em Saúde da Cassems, que fica na Rua Abrão Júlio Rahe, 97, às 18h30. Para se inscrever, o beneficiário deve ligar no (67) 3382-8584. O valor da inscrição é de R$ 30,00.

A beneficiária Marlene Ribas participou pela segunda vez do curso e salienta outros benefícios do curso, além das receitas. “Hoje, o curso foi formidável, já é o segundo que eu participo e estou gostando muito. Fico pensando porque eu não participei antes, porque é muito bom e pretendo não perder mais nenhum. A gente recebe várias orientações, inclusive de como aproveitar os alimentos em casa. As receitas que ela ensina são muito práticas e tem como a gente colocar em prática em casa”, afirma.

Já Sandra Loureiro destaca que a dieta proteica é “muito rica em proteína, onde a gente consegue inserir menos carboidratos, ingerir alimentos menos calóricos e ter uma nutrição mais saudável”.

Sônia Lopes participou pela primeira vez da Cozinha Experimental e elogia a iniciativa da Cassems.  “É a primeira vez que eu participo, é a primeira de muitas outras. Achei super interessante, super válido e eu aprendi muita coisa. Gostei muito da apostila também, porque tem várias receitas boas que a gente pode fazer em casa. É uma iniciativa muito interessante e eu espero que sempre tenha esses cursos porque são muito importantes para a gente”, avalia.

A nutricionista e coordenadora da “Cozinha Experimental”, Melissa de Andrade, conta que a dieta proteica tem dois grandes benefícios. “Hoje, o tema é cozinha proteica e a gente consegue atingir dois pontos com essa dieta. Primeiro, esses pratos são, em sua maior parte, baseados na proteína, como a carne branca, a vermelha ou o ovo, que é uma proteína de alto valor biológico. Mas, ela acaba se tornando um dieta com baixo índice de carboidrato. Por exemplo, nós vamos fazer uma coxinha assada de batata doce, que a massa é feita com um purê de batata doce, sem nenhum ingrediente a mais, a não ser a farinha de linhaça para empanar, o que acaba enriquecendo nutricionalmente essa coxinha”, afirma.

 Melissa explica ainda que, apesar de ser uma dieta muito boa, ela não pode ser feito durante muito tempo. “Para quem quer diminuir o valor calórico, é uma dieta ideal, porque a gente aumenta a proteína diminuindo o carboidrato. É uma dieta que a gente não pode fazer por um tempo muito prolongado, porque quando a gente diminui o carboidrato, a gente diminui a fonte de energia”, finaliza.

 Confira os próximos cursos da “Cozinha Experimental” de 2017:

– 18/07/17 – Cozinha kids Especial de Férias piquenique;

– 01/08/17 – Cozinha para hipertenso;

– 22/08/17 – Cozinha Funcional;

– 12/09/17 – Pizzas;

– 26/09/17 – Guarnições (acompanhamentos) e Saladas;

– 03/10/17 – Preparações com frango;

– 17/10/17 – Lanches leves e saudáveis;

– 07/11/17 – Preparações com peixes;

– 21/11/17 – Cozinha vegetariana;

– 05/12/17 – Sobremesas leves;

– 12/12/17 – Ceia de Natal e Ano Novo;

Crédito da foto: Ernesto Franco

Assessoria de Comunicação Cassems
Rua Antônio Maria Coelho, 6065 – Vivendas do Bosque – Campo Grande/MS
Fone: 67 3309-5365 / 9 9983-3869 / 9 9974-0628