PATRÍCIA FREITAS É TOP 5 DE NOVO, AGORA NO EVENTO-TESTE DO MUNDIAL

Com o 4° lugar na Semana de Aarhus, velejadora dá sequência a um ano muito consistente

Imagem inline 3

Imagem inline 4

Crédito: Jesus Renedo/ Sailing Energy/ Aarhus Sailing Week

O ano de 2017 tem sido de resultados muito consistentes para a velejadora Patrícia Freitas da classe RS:X Feminina. E o mais recente veio neste sábado, dia 12, com a quarta colocação na Semana de Aarhus, na Dinamarca, que serviu como evento-teste para o Campeonato Mundial de Classes Olímpicas de 2018. Em três competições do circuito da World Sailing (Federação Internacional de Vela) nesta temporada, a brasileira obteve três resultados de top 5.

“Foi uma semana de condições variadas. Esse campeonato foi um teste para o Mundial que acontecerá aqui no ano que vem, até lá eu subo mais um pouco”, afirmou Patrícia.

A velejadora brasileira terminou a Semana de Aarhus com 53 pontos perdidos, empatada com a italiana Flavia Tartaglini, que conquistou o bronze por ter vencido neste sábado a regata de medalha, que era critério de desempate. Patrícia acabou na quarta posição na regata decisiva e ficou apenas um ponto atrás de outra italiana, Marta Maggetti, que levou a prata (52 p.p.). O ouro foi para a holandesa Lilian de Geus (19 pontos perdidos).

Este ano, Patrícia Freitas competiu três vezes em competições da World Sailing, sempre ficando no top 5:

  1. Copa do Mundo de Hyères (França): 5° lugar
  2. Final da Copa do Mundo em Santander (Espanha): medalha de ouro
  3. Evento-Teste do Mundial de Aarhus: 4° lugar

O próximo compromisso na agenda é o Campeonato Mundial de RS:X, marcado para começar no dia 16 de setembro. A competição vai ter um sabor de prévia dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, já que será realizada em Enoshima, a sede das regatas olímpicas daqui a três anos.

Na classe Finn, Jorge Zarif encerrou sua participação neste sábado, ficando em 19° lugar, com 149 pontos perdidos. Jorginho agora volta o foco para o Campeonato Mundial de Finn, que tem início previsto para 1° de setembro, em Balatonfoldvar, na Hungria.

Na RS:X masculina, o brasileiro Gabriel Bastos acabou na 42ª colocação, com 273 pontos perdidos.

Resultados completos:

http://manage2sail.com/en-US/event/13f66039-acb3-449e-9cd1-ffb3f04bb939#!/results?classId=cc8d0c2f-9f3f-4ee6-8c2b-6393b58f12c1

Mais fotos:

https://worldsailing.photoshelter.com/gallery-collection/Sailing-World-Championships-Aarhus/C0000MeItiZT6Zic

SOBRE A CBVELA

A Confederação Brasileira de Vela (CBVela) é a representante oficial da vela esportiva do país nos âmbitos nacional e internacional. É filiada à Federação Internacional de Vela (World Sailing) e ao Comitê Olímpico do Brasil (COB). Tem o Bradesco como patrocinador oficial, o Grupo Energisa como parceiro oficial e patrocinador oficial da Vela Jovem e a Richards como apoiadora oficial. A vela é a modalidade com o maior número de medalhas de ouro olímpicas na história do esporte do Brasil: sete. Ao todo, os velejadores brasileiros já conquistaram 18 medalhas em Jogos Olímpicos.

Tiago Campante

+55 21 3723-8177 | +55 21 991 037 425

tiago.campante@mediaguide.com.br

http://www.mediaguide.com.br

Curta nossa página no Facebook: @mediaguideesporte

uc?export=download&id=0B0YGWYT4Jg9IMUh2Mjh3U002M1E&revid=0B0YGWYT4Jg9INHYyY3ZHbUJ0eHVIcmdRSkR3Q3VUNFgybSs0PQ