Singela felicidade está no sol

imagem_release_1041532_medium.jpg

Ao destacar o que irradia felicidade na mulher madura, Alice Schuch oferece uma dica simples: o sol. Ela é pesquisadora, palestrante e escritora e especialista no comportamento feminino. Alice estuda as mulheres há mais de treze anos, em grupos de pesquisas no Brasil e tese de doutorado desenvolvida no Chile. Com singelo conhecimento, ela diz: “o real ensinamento que o sol nos traz é que também nós, mulheres líderes, se não nos colocamos a contrastar, a julgar, a criticar, podemos reconhecer a parte boa do outro, o que ele sabe fazer e ainda, quando formos mais indulgentes com nós mesmas, perceberemos que a grande vida nos faz belas, sadias e imaculadas”.

Experimentar a simplicidade do sol na maturidade da vida é um momento feliz na visão da pesquisadora. “Da minha sacada contemplo o sol que nasce com o brilho de sempre e seus raios que se espalham no horizonte como olhos de luz para todos aqueles capazes de vê-lo, senti-lo, ama-lo, goza-lo”, compartilha.

Inefável, todos os dias, o sol brilha sem jamais cansar-se, é atração fatal, constante alegria, intenso calor que envolve os seres: vivos porque ele existe.  É amigo da vida. Sem queixas, julgamentos, críticas ou cobranças, apenas mostra-se e ao fazer-se ver, proporciona luz, calor, aconchego, beleza, alegria. Experimenta-se continuamente, não disputa, não concorre, é ato criativo, investe seu potencial em vivaz colaboração: é sol, sua tarefa é brilhar, seu trabalho é iluminar.

Amado, cantado, exaltado, não varia seu comportamento pelos aplausos que recebe. É sol, sabe aquilo que desenvolve o seu projeto. Como um grande psicólogo ou sociólogo vai fazendo o seu trabalho, distribuindo alegria para todos e para cada um individualmente.

“Pequenos ou grandes, sóis nascemos para brilhar!”, conclui Alice.

Fn | Wh Comunicação