PMA desmonta acampamento e prende pescador que pescava com seis redes e anzóis de galho

Campo Grande (MS) – Durante fiscalização fluvial de prevenção à pesca predatória no rio São Bento, afluente do rio Ivinhema, na operação Pesque Legal, realizada pela PMA, SEMAGRO e IMASUL, dentro da operação Pacificador 67 (PMMS), Policiais Militares Ambientais de Batayporã desmontaram ontem (13) no final da tarde, um acampamento de pesca ilegal, localizado nas proximidades da ponte da rodovia MS 473, no município de Nova Andradina.

A PMA encontrou no acampamento um pescador de 37 anos, que tinha três redes de pesca dentro de uma embarcação e mais 14 anzóis de galho no acampamento, petrechos de pesca ilegais, os quais o infrator preparava-se para armá-los no rio. O pescador informou que armara três redes de pesca e indicou o local aos policiais que as retiraram. Durante a retirada das redes foram soltos 5 kg de pescado que estavam vivos e apreendidos dois exemplares de peixes da espécie curimbatá, pesando 2 kg, que estavam mortos. As redes, os anzóis, um barco e um motor de popa foram apreendidos e o acampamento desmontado.

O infrator, residente no assentamento Teijim, na zona rural de Nova Andradina, recebeu voz de prisão e foi conduzido à delegacia de Polícia Civil daquela cidade, juntamente com o material apreendido, onde ele foi autuado em flagrante por crime ambiental de pesca predatória e poderá pegar pena um a três anos de detenção. A PMA também o autuou administrativamente e o multou em R$ 740,00.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS

(Contato – TENENTE CORONEL QUEIROZ) tel. – 3357-1500– 99905-7763 (vivo – Whats App) 99106-8628 (claro) – 98171-4270 (tim)

Galeria de Imagens: PMAMS

pmaacampamento5 pmaacampamento6 pmaacampamento7 pmaacampamento8