Especialista pontua sex appeal x business appeal

Nos negócios, intenções e imagens impactam no sucesso profissional

No mundo dos negócios, às mulheres, a especialista Alice Schuch é pontual: “se aquilo que buscamos é caminhar dia a dia na conquista do nosso melhor, do nosso sucesso no mundo dos negócios, a nossa intensão, assim como a imagem que transmitimos deve de ser de indiscutível e evidente business appeal – e isso nada tem a ver com sex appeal!”.

A pesquisadora, também escritora e palestrante há quase duas décadas sobre o universo feminino, explica que Business appeal significa usar o visual e a feminilidade como emanação de superioridade e beleza, demonstrando concretamente ser capaz de realizar o trabalho ou negócio ao qual me proponho. “Ou seja, lançar mão do fascínio da minha personalidade, mas sobretudo da minha inteligência. Importante é termos consciência de que o business appeal, uma vez compreendido, pode ser um ponto de força à nossa vantagem, fazer a diferença”, revela.

De acordo com ela, em reuniões de negócios convém ser discreta e manter o foco no trabalho. “Nosso visual precisa ser limpo e eficiente, a aparência sóbria e eficaz e a apresentação simples e talentosa. O escopo é a exposição de nosso talento, do quanto valemos para o negócio, para aquela empresa”, explica.

Faz-se necessário levar em conta pessoas e situações que impactamos ao longo do dia, visto que atitudes e imagens evidenciam a atenção para com o outro, mas sobretudo para consigo mesma: roupa, postura, maquiagem são itens a considerar. “E tenha em mente que mesmo no chamado after-hours, quando o encontro não é na sede da empresa e teoricamente você não está trabalhando, você está trabalhando sim! E sua atitude deve manter-se séria e confiável”, alerta.

Homens de negócios captam logo aquilo que as mulheres objetivam e, se são grandes empresários certamente, sem exceção, priorizam o negócio. Embora possam não verbalizar, quando percebem o apelo ou disponibilidade sexual da mulher que está à sua frente, o sexo talvez aconteça, mas o negócio estará perdido: “jamais colocar o sexo nos negócios, não nos traz ganhos”, reforça Alice.

Alice Schuch diz que o business appeal feminino é um grande trunfo no Terceiro Milênio quando ventos favoráveis sopram na direção do empoderamento das mulheres. “É a pessoa que possui o máximo valor, não é a coisa”, dizia o filósofo Antonio Meneghetti.

Fn | Wh Com,.