Quase réu, Aécio diz que foi ingênuo ao pedir propina à JBS e sugerir matar o primo