Goldman Sachs supera previsões no primeiro trimestre

Goldman Sachs supera previsões no primeiro trimestre

Durante o primeiro trimestre, o lucro líquido do Goldman Sachs subiu 26,6%, a 2,74 bilhões de dólares – GETTY IMAGES NORTH AMERICA/AFP/Arquivos

IstoÉ Online com AFP

O Goldman Sachs anunciou nesta terça-feira (17) resultados trimestrais melhores que o previsto, mas a recuperação das receitas geradas pelas atividades de corretagem está dentro do antecipado pelos mercados.

Durante o primeiro trimestre, o lucro líquido subiu 26,6%, a 2,74 bilhões de dólares, o que representa um lucro por ação ajustado de 6,95 dólares, contra 5,58 dólares esperados. O volume de negócios aumentou 25,04%, a 10,04 bilhões de dólares, contra 8,74 bilhões previstos pelos analistas.

A rentabilidade melhorou porque as taxas de rendimento dos fundos próprios (ROE), que medem os lucros que pode gerar uma empresa por dólar de capital investido pelos acionistas em um ano, foi de 15,4%, seu melhor nível há cinco anos.

Ao qualificar o resultado como “sólido”, o gerente executivo Lloyd Blankfein afirmou que a empresa estava “bem posicionada” para acumular os frutos das continuas melhoras do crescimento mundial e das mudanças de política monetária dos bancos centrais no mundo.

Goldman Sachs é conhecido pelas especulações de seus corretores na bolsa sobre a evolução das taxas, os preços das matérias-primas e divisas para elaborar produtos financeiros complexos.

Para que o risco valha a pena, a volatilidade dos mercados é necessária. E este não foi o caso dos últimos dois anos, marcados pelo endurecimento da regulamentação, o aumento potencial das plataformas de mudança eletrônica e o sucesso de estratégias de investimento chamadas “passivas”.