Pilotos estão prontos para as corridas do Brasileiro de Motocross em GO

Principais baterias da sexta etapa do calendário serão realizadas neste domingo (16), com entrada franca em Morrinhos (GO); Equipe Honda Racing tem prioridade no gate de largada

Imagem

Leo Souza, da Honda Racing, na sexta etapa do Brasileiro de Motocross 2018.
Crédito: Idário Café/Mundo Press

Morrinhos (GO) – Os pilotos do Campeonato Brasileiro de Motocross estão prontos para acelerar na pista do Motódromo Municipal de Morrinhos, em Goiás. As principais corridas da sexta etapa da competição estão marcadas para este domingo (16), com acesso livre ao público. Nos treinos qualificatórios, realizados neste sábado (15), os pilotos da equipe Honda Racing foram destaques e conquistaram prioridades no gate de largada.

Na MX1, o paulista Hector Assunção cravou a volta mais rápida dos treinos e será o primeiro a escolher o seu posicionamento no gate da categoria (tempo de 1:23.243). “Gosto muito de competir em Morrinhos e me senti bem na pista desde o início”, contou o piloto. O companheiro de equipe Jetro Salazar fez 1:24.204 na volta rápida e conquistou o terceiro melhor tempo da MX1. A dupla acelera a motocicleta Honda CRF 450R.

Formado por 1300 metros de extensão, o circuito de Morrinhos apresenta 24 obstáculos e 14 curvas. “Como em toda etapa, será essencial fazer uma boa largada na corrida. A pista possui boas opções de ultrapassagem. O terreno é duro, mas a organização fez um bom tratamento na terra, o que permitiu a formação de canaletas e deixou a pista ainda mais divertida”, continuou Assunção.

Nos treinos qualificatórios da MX2, o destaque da Honda Racing foi o paranaense Leo Souza, dono do segundo melhor tempo da categoria (1:27.262). “Eu me senti bem e muito solto na pista. Choveu à noite e pela manhã, o que deixou a pista ainda melhor, com bastante canaletas”, explicou. A situação, porém, pode ser diferente na hora das corridas.

“O terreno pode estar mais seco e ainda mais duro. Nestas condições, eu gosto de fazer um ajuste na suspensão, para que ela fique mais ‘mole’, e procuro pilotar de forma mais suave, sem ser tão agressivo”, concluiu Souza. O outro representante da Honda Racing na MX2 é o catarinense Lucas Dunka, que fez o quarto melhor tempo da classe nos treinos (1:27.574). Eles competem com a motocicleta Honda CRF 250R.

A equipe Honda Racing de Motocross conta com o patrocínio de Honda, Alpinestars, Bell, D.I.D e Mobil.Campeonato Brasileiro de Motocross – 6ª etapa

Base do evento: Motódromo Municipal, em Morrinhos (GO)

Entrada gratuita

Programação*

Domingo – 16/9 Warm-up

Das 8h às 8h15 – MX1

Das 8h20 às 8h35 – MX2 / MX2Jr

Das 8h40 às 8h50 – 65cc

Das 9h10 às 9h20 – MXJr

Das 9h35 às 9h35 – 50cc

Provas

10h – 50cc (15 min + 2 voltas)

10h30 – Pódio da categoria 50cc

11h20 – MX2 / MX2JR (30 minutos + 2 voltas)

12h10 – 65cc (15 min + 2 voltas)

13h – MX1 (30 minutos + 2 voltas)

14h30 – MXJR (20 minutos + 2 voltas)

15h – Pódio das categorias MX2JR / MXJR e 65cc

15h30 – Elite MX (pilotos mais bem classificados da MX1 e da MX2 – 30 minutos + duas voltas)

16h10 – Pódio das categorias Elite MX, MX1 e MX2.

* A programação é fornecida pela organização do evento e está sujeita a alterações.

Mundo Press – Assessoria de Imprensa da Honda Racing Off-Road

Jornalistas responsáveis: Ângela Monteiro / André Carvalho
Telefone: (11) 99628-2222
E-mail: angela@mundopress.com.br
Sala de imprensa virtual: Acesse