UFSCar desenvolve tecnologias para ensino e aprendizagem de ergonomia

  1. Kit educacional desenvolvido na UFSCar (Foto: Tatiane Liberato/AIn.UFSCar)
Invenção foi premiada em congresso internacional
Um kit educacional gamificado para auxiliar no processo de ensino e aprendizagem de conteúdos relacionados à análise ergonômica e a projeto de ambientes de trabalho – temas centrais na área de Engenharia de Produção – foi desenvolvido pelos pesquisadores Daniel Braatz, Esdras Paravizo de Brito e Luiz Antonio Tonin, do Departamento de Engenharia de Produção (DEP) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar).
O desenvolvimento desse kit educacional inovador deu origem a duas tecnologias – uma patente de invenção e um programa de computador – além do registro da marca de produto e serviço ErgoPRO – a primeira marca de produto da UFSCar.  As tecnologias foram desenvolvidas com o objetivo de ensinar conceitos de ergonomia e projeto de ambientes de trabalho de forma coletiva e colaborativa, auxiliando a difusão dessa temática de forma lúdica, unindo aspectos teóricos em uma experiência prática.
Braatz é docente do DEP e atua nas áreas de Engenharia e Análise Ergonômica desde 1999, lecionando disciplinas relacionadas desde 2005. A ideia do desenvolvimento da patente de invenção e do software surgiu quando ele notou uma lacuna no processo de ensino e aprendizagem para a prática de concepção de espaços de trabalho no contexto da ergonomia.
Tratar das especificidades inerentes dos processos de projeto, da complexidade dos sistemas técnicos, das competências e estratégias operatórias, das variabilidades, entre outros tópicos, demanda esforço por parte dos educadores que, muitas vezes, não conseguem transpor os conceitos para a realidade prática do dia a dia das organizações.
Nesse contexto, o kit educacional foi elaborado a partir de uma situação-problema inspirada em uma experiência real, abordando conceitos da ergonomia e de projeto e desafiando os alunos a criarem soluções próprias para os desafios apresentados no caso.
Os estudantes devem se utilizar das peças do jogo, do tabuleiro e do encartes do kit e se mobilizarem para propor soluções que contemplem as especificidades do caso, de forma proativa e engajada.
O processo de desenvolvimento do software e, posteriormente, da patente de invenção, começou no primeiro semestre de 2013, sendo que o início sistematizado da concepção do produto se deu em janeiro de 2016, com testes supervisionados em abril e junho do mesmo ano.
O principal diferencial da proposta do ErgoPRO é que existem poucos produtos formatados para o ensino profissional nas áreas da Engenharia. Considerando a especificidade das subáreas da Engenharia de Produção envolvidas (Ergonomia, Projeto e Organização do Trabalho e Projeto de Instalações Industriais), os produtos desenvolvidos eram, até então, praticamente inexistentes no mercado.
Atualmente, o serviço de aplicação do ErgoPRO está disponível para instituições e organizações interessadas em promovê-la junto a estudantes de graduação, pós-graduação ou profissionais da área.
A aplicação do ErgoPRO já foi realizada na Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP), na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no Senac-Ribeirão Preto, na própria UFSCar e também em eventos e entidades no Canadá, Itália e França.
Até o momento, mais de 300 pessoas já participaram de atividades com o ErgoPRO. O feedback dos participantes é positivo e atesta o potencial inovador das tecnologias e da abordagem para o processo de ensino e aprendizagem. Inclusive, no último dia 28 de agosto, Esdras Paravizo de Brito, estudante da UFSCar e um dos desenvolvedores, recebeu a premiação KU Smith Student Award, durante o 20º Congresso da International Ergonomics Association (IEA 2018), sendo o primeiro aluno de graduação e o primeiro brasileiro a receber esse prêmio que, desde o ano 1997, reconhece contribuições significativas de estudantes (geralmente em níveis de mestrado e doutorado) para a área de Ergonomia.
Mais informações sobre as tecnologias desenvolvidas na UFSCar podem ser obtidas com a Agência de Inovação da Universidade, pelo telefone (16)3351 9040.
Ascom UFSCar