Equipes do PR, RS e MG vencem a terceira edição da Shell Eco-marathon Brasil

Ver a imagem de origem

Pato A Jato, Drop Team e Milhagem UFMG Elétrico conquistaram os melhores resultados nas categorias etanol, gasolina e bateria elétrica, respectivamente

Rio de Janeiro, 12 de outubro de 2018 – No último dia da Shell Eco-marathon Brasil, a equipe Pato A Jato, da Universidade Tecnológica Federal do Paraná, concorreu pelo terceiro ano consecutivo na categoria etanol, da qual foi campeã em 2017. Este ano, o time conquistou o primeiro lugar novamente e com quebra de recorde: melhoraram a média de 412.4 km/l para 443.7 km/l. “Trabalhamos o ano inteiro para estar aqui e a nossa expectativa era muito alta para bater média, então estamos muito felizes”, diz Dalila Mosko Koslinski, capitã do grupo.

Entre os veículos movidos à gasolina, o prêmio ficou com o Drop Team, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul, que conseguiu percorrer 424.9 km/l. Já o time Milhagem UFMG Elétrico, da Universidade Federal de Minas Gerais, construiu um protótipo à bateria elétrica que atingiu a marca de 266.4 kWh/l e foi o vencedor da categoria, se classificando junto com as outras duas equipes campeãs para a edição Américas da competição, que será realizada no primeiro semestre de 2019, nos Estados Unidos.

Para Norman Koch, diretor da equipe internacional da Eco-marathon, o que chama mais atenção na edição realizada no Brasil é o entusiasmo dos estudantes. Ele acredita que a competição melhora a cada ano e os veículos construídos são cada vez mais eficientes. “Todos aqui têm ideias brilhantes e trazem elas para a competição em busca de um futuro melhor”, comenta.

Neste ano, o número de times inscritos para o evento superou o de 2017, subindo de 40 para 45. Segundo Glauco Paiva, executivo de Relações Externas da Shell Brasil, a competição vem crescendo desde a primeira edição realizada no país, em 2016. “Acontece tanto em número de equipes quanto em carros que passam pela inspeção técnica e vão para a pista. Isso é muito gratificante para a gente, é um indicativo de que as equipes estão desenvolvendo protótipos cada vez melhores”, afirma.

Durante os três dias da competição de eficiência energética, realizada entre 9 e 11 de outubro no Riocentro (Rio de Janeiro), a Shell promoveu a realização de oficinas de Lego Education e de STEM – Ciências, Tecnologia, Engenharia e Matemática (em inglês Science, Technology, Engineering, and Mathematics). Além disso, a empresa trouxe cerca de 500 estudantes de escolas públicas do Rio de Janeiro para visitarem o evento. Neste link é possível acessar um material com fotos e vídeos de todos os dias da Shell Eco-marathon.

Classificação por categoria

Etanol

  • 1º lugar: Pato A Jato / Universidade Tecnológica Federal do Paraná – 443.7 km/l
  • Não houve outras equipes classificadas no ranking desta categoria

Gasolina

  • 1º lugar: Drop Team / Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul – 424.9 km/l
  • 2º lugar: e3-Equipe UFSC de Eficiência Energética / Universidade Federal de Santa Catarina – 413.6 km/l
  • 3º lugar: Eco Octano UFPR / Universidade Federal do Paraná – 88.4 km/l

Bateria elétrica

  • 1º lugar: Milhagem UFMG Elétrico / Universidade Federal de Minas Gerais – 266.4 kWh/l
  • 2º lugar: ECOFET / CEFET Minas Gerais – 242.8 kWh/l
  • 3º lugar: ECOCAR Unicamp / Universidade Estadual de Campinas – 205.6 kWh/l

Para mais informações:

Assessoria de Imprensa Shell Brasil