CINCO MORTES: Ultrapassagem ou sono podem ter causado acidente na BR-060

20 JAN 2019 – Por PAULA MACIULEVICIUS BRASIL – 14h:00 – Correio do Estado

A Polícia acredita que uma ultrapassagem malsucedida por conta da cerração que fazia no momento do acidente ou sono ao volante foram as causas da colisão que matou cinco pessoas no início da manhã deste domingo, na BR-060, em Bandeirantes.

As vítimas Ana Maria do Prado, de 70 anos, Antônio Malaquias da Silva, de 84, Doralina Malaquias da Costa, de 51 e Jordão Inácio do Carmo, de 73 estavam no Corsa Sedan que foi atingido pelo Fiat Uno, dirigido por Marco Aurélio Rosa, de 56 anos. A família vinha em direção a Campo Grande, já o motorista do Uno, o mecânico de avião Marco Aurélio, seguia para Chapadão do Sul, onde entregaria uma documentação.

Os corpos das vítimas que estavam no Corsa ficaram presas às ferragens e foram retiradas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). Os corpos foram encaminhados para o Instituto Médico Odontológico de Campo Grande (Imol).

Além dos Bombeiros, equipes da Polícia Civil de Bandeirantes e da Perícia estiveram no local do acidente. O que restou dos veículos foi retirado e a pista está liberada.