Atleta ferido em incêndio no Ninho do Urubu apresenta melhora

 Um incêndio no centro de treinamento do Flamengo, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, deixou dez mortos. Tomaz Silva/Agência Brasil

Publicado em 11/02/2019 – 12:32

Por Akemi Nitahara – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

O atleta Jonathan Cruz Ventura, 15 anos, permanece internado no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) do Hospital Municipal Pedro II, em Santa Cruz, e apresenta quadro estável, com melhora na respiração e sem febre.Jonathan ficou gravemente ferido no incêndio que atingiu, na sexta-feira (8), o Centro de Treinamento do Flamengo, conhecido como Ninho do Urubu, em Vargem Grande, na zona oeste do Rio. Dez atletas, entre 14 e 16 anos, das categorias de base do clube, que dormiam no alojamento, morreram no incêndio.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde Jonathan está “hemodinamicamente estável, com melhoras nos parâmetros respiratórios”. O boletim médico divulgado no fim da manhã de hoje (11) informa que “a sedação foi suspensa e ele não apresentou febre nas últimas 24h”. Também foi submetido a nova broncoscopia, que “mostrou melhora das lesões pulmonares”, além de ter passado por banho das queimaduras profundas, “que não mostrou piora das lesões”.

Cinco das vítimas foram enterradas ontem e as outras cinco serão sepultadas hoje.

Prefeitura

A prefeitura informou, em nota, que o prédio e o contêiner atingidos não possuem certificado de autorização dos Bombeiros e que, portanto, “não estava apto a operar”, já que a corporação é a única com atribuição para emitir tal licença.

A Secretaria Municipal de Urbanismo informou que a licença em vigor para o empreendimento é apenas para as obras, com validade até março de 2019. Porém, o Flamengo não teria apresentado a documentação relativa ao alojamento. A prefeitura vai abrir uma investigação esta semana para apura o caso. O Clube do Flamengo e os engenheiros responsáveis pela obra serão chamados para prestar esclarecimentos.

Edição: Maria Claudia