Café solúvel representa 9,2% das exportações do setor no período de julho de 2018 a janeiro de 2019

Café arábica foi responsável por 82%, café robusta 8,7% e torrado e moído 0,1%, das vendas dos Cafés do Brasil ao exterior

As exportações brasileiras de café arrecadaram US$ 3,29 bilhões de receita cambial no período de julho de 2018 a janeiro de 2019. O volume físico exportado foi de 24,19 milhões de sacas de 60kg. Desse total, 21,93 milhões de sacas, que equivalem a 90,6%, foram de café verde, dos quais 19,82 milhões (81,9% do total) de café arábica e 2,11 milhões de café robusta (8,7%). E ainda do total exportado foram vendidas 2,25 milhões de sacas de café industrializado, sendo 2,24 milhões sacas de café solúvel (9,3% do total) e 12,36 mil sacas de torrado e moído (0,1%).

Os dados das exportações dos Cafés do Brasil, no período objeto desta análise, se comparado com o mesmo período anterior (julho de 2017 a janeiro de 2018), demonstram que o volume de café robusta exportado teve um acréscimo de 1.016%, o qual passou de 189 mil para 2,11 milhões de sacas. Os números que permitiram essas análises constam do Relatório mensal janeiro 2019, do Conselho dos Exportadores de Café do Brasil – Cecafé, disponível na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Leia esta ANÁLISE/divulgação na íntegra na página da Embrapa Café,  do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café.

Conheça também o Portfólio de tecnologias do Consórcio pelo link http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/publicacoes/637 e também acesse todas ANÁLISES e notícias da cafeicultura.

Chefia de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Embrapa Café

Observatório do Café