PMA de Jardim autua três pessoas por desmatamento ilegal de 7,08 hectares levantados por imagem de satélites

Campo Grande, (MS) – A PMA de Jardim realizou vistoria em três propriedades rurais no município, a 25 km da cidade, durante a Operação Cervo-do-Pantanal, que visa ao combate ao desmatamento ilegal, com levantamentos de áreas desmatadas ilegalmente por imagens de satélites. Hoje (14), em três lotes do Assentamento Guardinha foram vistoriadas as áreas contíguas de vegetação nativa do bioma cerrado desmatadas ilegalmente. Os policiais mediram as áreas desmatadas com uso de GPS, que perfizeram 7,08 hectares destruídos.

Os infratores, de 51, 64 e 79, residentes no assentamento, suprimiram a vegetação há algum tempo e não possuíam autorização ambiental para a atividade. No lugar da floresta desmatada havia pastagem e criação de gado no local. A madeira proveniente da vegetação desmatada não estava mais no local.

Os infratores foram autuados e receberam multa administrativa total de R$ 2.127,00. Eles também responderão por crime ambiental, que prevê pena de três a seis meses de detenção. Além disso, foram notificados a apresentar um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA) junto ao órgão ambiental estadual.

Fn | Polícia Militar Ambiental