Sondado, Odilon vai esperar pesquisas para decidir se disputa prefeitura da Capital

Ele não descarta aproximação futura com o prefeito de Campo Grande, mas por ora prefere não se comprometer e garante que não irá assumir cargo público

Odilon admite vontade de ser candidato, mas diz que decisão dependerá do cenário eleitoral ©ARQUIVO
Sondado pelo time do prefeito Marquinhos Trad, o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira declarou que irá aguardar o resultado de pesquisas eleitorais para decidir se sairá ou não candidato à Prefeitura de Campo Grande em 2020.
“Depende do cenário. Ninguém sabe se eu vou estar bem em pesquisa. Vontade todo mundo tem de ser candidato”, admitiu.
O líder do prefeito Marquinhos na Câmara de Vereadores, Chiquinho Telles, havia dado como “quase certa” a aproximação dos pedetistas com o prefeito nas próximas eleições. Odilon, por sua vez, admitiu estar sendo procurado por várias legendas, mas informou não ter nada definido.
Garantiu também que não irá assumir nenhum cargo na prefeitura. “Eu não tenho compromisso com ninguém. Estou aproveitando para dar uma parada, conversar, fazer uma reflexão”, disse.
Contudo, Odilon não descartou aliança futura com Marquinhos. Da mesma forma admite que ainda pode sair candidato pelo PDT. “Eu não descarto nada”, enfatizou. A exceção é sobre a possibilidade de uma aliança com o PSDB, rival nas últimas eleições. “Se o partido quiser, que faça. Eu pessoalmente não”, enfatizou.
Setores PDT defendem candidatura própria, em função do desempenho obtido nas urnas em 2018 quando conseguiram levar a disputa pelo Governo do Estado para o segundo turno. Já Odilon disse que prefere avaliar o cenário e defende que tratativas feitas agora acabam sem efeito em virtude da distância do pleito. “Agora ninguém vai decidir nada. Tudo muda muito”, opinou.
Fonte: Midiamax
Por: Danúbia Burema