Como a telemedicina pode ajudar as pessoas

19 de agosto de 2019 0 Por raysantos

A telemedicina proporciona diversos benefícios para as pessoas, mas gera um pouco de apreensão em relação ao sigilo. Apesar de ter enfrentado um pouco de hesitação, já está em funcionamento e tem se mostrado bastante eficiente.

Consultar-se com um médico, ter acesso a resultados de exames e realizar cirurgias é uma realidade que está distante de muitas pessoas porque o acesso à saúde nem sempre é fácil, seja pela distância ou por falta de profissionais.

A telemedicina promete mudar essa situação e já vem trazendo alguns ganhos. A modalidade que começou a ser expandir lentamente, já ganha mais velocidade por ficar mais conhecida, ter uma demanda crescente e a ajuda da tecnologia.

Para quem ainda não conhece a telemedicina, ela é uma ferramenta que une a saúde com a tecnologia e permite que médicos, pacientes e especialistas se relacionem a distância.

Para que haja essa interação é preciso que algumas regras sejam respeitadas porque é necessário preservar o sigilo do paciente e a qualidade na prestação do serviço.

O controle dos softwares e serviços, no Brasil, são realizados pelo Ministério da Saúde, Anvisa, e Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Já os procedimentos como teleconsulta, teleinterconsulta e telediagnóstico estão em análise e ainda não possuem uma regulamentação específica.

As possibilidades da telemedicina

Enquanto se aguarda um posicionamento sobre o funcionamento desses serviços no Brasil, a telemedicina já permite um atendimento à população e vem proporcionando diversos benefícios. Veja de que maneira ela tem transformado a saúde.

Teleconsulta – A teleconsulta permite o contato online e direto entre médico e paciente, permitindo que pessoas de localidades afastadas e que tem dificuldade de acesso aos serviços de saúde recebam atenção médica.

Esse método já é utilizado em muitos locais do mundo e há vários sites, como o https://www.online-rezept.net/, que permite que você faça sua consulta online e até mesmo receba sua receita, conforme necessidade de tratamento.

Teleinterconsultas – Esse é um serviço que os médicos utilizam para que possam trocar informações com outros profissionais e receber uma segunda opinião.

Mesmo estando distantes, podem recorrer a outros médicos para analisar melhor o quadro de um paciente e dessa forma chegarem a um diagnóstico mais preciso.

Os pacientes, por sua vez, não sofrem com erros médicos e não precisam se consultar com diversos especialistas para receber uma segunda opinião.

Teleconsultoria – Esse tipo de serviço já vem sendo oferecido há um certo tempo por planos de saúde e hospitais, permitindo que os pacientes tirem dúvidas e recebam informações online com profissionais especializados.

Não se trata de uma consulta médica, mas permite que as pessoas recebam orientações do que fazer e dicas de como se cuidar.

Telemonitoramento – Permite que os profissionais acompanhem as condições de um paciente mesmo à distância. Isso pode ser valioso para pessoas que têm dificuldade de locomoção e não consegue ir até um médico com frequência.

Para quem possui doenças pré-existentes, os cuidados podem ser no sentido do médico identificar qualquer desvio, por exemplo, pacientes hipertensos que tem elevação da pressão, teriam a situação identificada pelo médico com a ajuda da telemedicina e entrariam em contato com paciente para passar as orientações do que deve ser feito.

 Regulação de filas – Com a telemedicina também é possível organizar melhor as filas de atendimento, principalmente no sistema público de saúde.

Softwares específicos conseguem determinar a prioridade dos pacientes, direcionar aos profissionais corretos e diminuir a espera. Isso porque é possível otimizar o atendimento e conciliar profissionais ociosos com os pacientes que necessitam de atendimento.

Cirurgias à distância – Esse é um tema que gera um pouco de atenção, pois é necessário que haja uma boa conexão com a internet se o profissional que está operando estiver em outra localidade.

As cirurgias realizadas com a telemedicina podem acontecer com médico operando robôs ou então orientando profissionais que estejam no mesmo local do paciente.

Isso permitirá que cirurgias complexas sejam realizadas e orientadas por especialistas, mesmo em localidades em que não existam esses profissionais. Para as pessoas o ganho é inestimado, pois evita-se a locomoção e se pode salvar vidas.

A telemedicina permite que se transforme a maneira de como hoje acontece o atendimento e suporte à saúde, pois aproxima o médico do paciente, evita espera no atendimento e funciona como um adicional nos cuidados com a saúde.

Fonte: Politica.estadao