Arquitetos constroem alternativa para lixo orgânico nas cidades

Arquitetos constroem alternativa para lixo orgânico nas cidades

15 de setembro de 2019 0 Por raysantos

Com o objetivo de reduzir o impacto de resíduos nas grandes cidades, arquitetos e urbanistas, estudantes, agrônomos e curiosos participaram, na tarde deste sábado (14/09), de oficina para produção de composteiras e minhocários.

O evento faz parte da programação do Encontro Nacional de Bioconstrução, Permacultura e Bioarquitetura, promovido pelo Sindicato dos Arquitetos do Estado do RS (Saergs).

O grupo de 40 participantes ainda contou com estudantes argentinos de Arquitetura que estão no Brasil em intercâmbio.

A ideia, explica o bioconstrutor da organização Amigos da Terra Brasil, Fernando Campos Costa, é mostrar formas simples de dar um destino eficiente aos resíduos orgânicos gerados nas unidades habitacionais das grandes cidades.

Com a orientação do educador, os participantes produziram com baldes plásticos três vermecomposteiras, que se utilizam de minhocas californianas para garantir a transformação de cascas de alimentos e vegetais em húmus. Equipamentos que podem ser utilizados em casas e, inclusive, em apartamentos. “É um processo simples que exige de 1 a 1,5 minuto de dedicação ao dia”, explicou Felipe Viana, que também ministrou a oficina.

Segundo a presidente do Saergs, Maria Teresa Souza, as oficinas de permacultura do Saergs já estão se tornando referência e sempre reúnem profissionais e estudantes. “É um momento especial que nos faz refletir sobre o papel dos arquitetos e urbanistas na implementação de ideias inovadoras e sustentáveis, tanto para habitações nas cidades quanto no campo”. 

As vermecomposteiras confeccionadas durante a oficina, informou Maria Teresa, serão doadas para a comunidade do assentamento 20 de novembro, projeto localizado em Porto Alegre que tem iniciativa do Saergs para sua revitalização.

As oficinas de permacultura e bioconstrução já conquistaram adeptos fieis. Um deles é o estudantes de Arquitetura e Urbanismo da Ufrgs Oziel Rocha, que participou do evento de 2018 para construção de um forno de pizza e voltou, agora, em 2019, integrando as palestras realizadas na sexta-feira (13/09) e a oficina deste sábado. “Iniciativas como essa do sindicato são muito prósperas porque, com todos os problemas ambientais que vivemos, é essencial que práticas assim tragam para o meio urbano e rural a instrumentalização para a mudança”, pontuou.

O Encontro Nacional de Bioconstrução, Permacultura e Bioarquitetura contou com patrocínio do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do RS (CAU/RS) e apoio da Federação Nacional dos Arquitetos e Urbanistas (FNA), Associação Brasileira de Escritórios de Arquitetura (AsBea/RS), Instituto dos Arquitetos do Brasil – Núcleo RS (IAB-RS), Associação de Arquitetura de Interiores do Brasil/RS (AAI Brasil/RS) e Memorial Luiz Carlos Prestes.

Foto: Carolina Jardine

uc?export=download&id=1mCud3rMX_FzVnx6IUIHSFiLHefsykiTo&revid=0B20llNUbDc2LMDVVcWVNSnI4bnZpRVh5ZnozKzk0SUJYeTFZPQ

Rua dos Andradas, 1464/113 – Centro Histórico, Porto Alegre (RS)
reportagem@jardinecomunicacao.com.br51 3224.0104 | 3086.0105 | 999.111.342
Jornalistas responsáveis:
Carolina Jardine, Luciana Radicione e Stéphany Franco