POLO DE GERAÇÃO DE ENERGIA NO PORTO DE SÃO MATEUS VAI ATRAIR US$ 1,4 BILHÃO EM INVESTIMENTOS

4 de outubro de 2019 0 Por daniel

Por Davi de Souza (davi@petronoticias.com.br) –

José Roberto da Silva e Luciano Barcellos

Enquanto avança em seus projetos de conectividade e tecnologia do Porto de São Mateus (ES), a Petrocity, responsável pelo complexo, também está se movimentado em outro aspecto fundamental para garantir a operação do empreendimento no futuro: a energia. Em uma parceria entre a Badin Energia (75%) e a Petrocity (25%), a ideia é criar um grande polo de geração para atender às necessidades do porto, além de disponibilizar energia para a rede elétrica do país. A Cidade da Energia, como será chamada a área destinada a receber os projetos de energia, contará com uma usina térmica a gás de 1,8 GW, além de uma planta solar complementar de 200 MW. O investimento previsto é de aproximadamente US$ 1,4 bilhão, de acordo com o diretor da Cidade da Energia, Ronaldo Badin. O executivo explica ainda que existirão projetos menores de energia solar para suprir as demandas iniciais do centro portuário. “Inicialmente, vamos começar uma planta de 1 MW no início do próximo ano para atender as necessidades de construção e, talvez, exportar um pouco dessa energia. Mas a ideia é chegar ao fornecimento de 10 MW de energia para o porto como auto produção”, afirmou Badin. “Paralelamente a tudo isso, na retroárea do porto, onde está o espaço para as indústrias, vamos fazer energia sob demanda. Para toda a indústria que precisar de uma energia qualificada, vamos fornecer isso por meio de cogeração”, complementou.

LEIA A ENTREVISTA COMPLETA NO NOSSO SITE.

PetroNotícias - todos os direitos reservados.