ENTREVISTA: O secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Wanderson Kleber, fala sobre o cenário da imunização no país

7 de outubro de 2019 0 Por daniel

ESPECIAL SARAMPO

Este ano, o Ministério da Saúde alcançou importantes ganhos na área de imunização, como a redução do preço para compra da vacina Meningocócica ACWY de R$ 123 milhões para R$ 87 milhões, ao mesmo tempo em que ampliou a quantidade a ser adquirida, passando de 3,6 milhões de doses para 4,5 milhões. A vacina tríplice viral também teve o preço de compra reduzido de R$ 10,62 para R$ 6,07 o valor unitário; e garantiu a maior distribuição da vacina contra sarampo dos últimos dez anos.

Ao longo dos anos, o Sistema Único de Saúde (SUS) vem incorporando novas vacinas no Calendário Nacional de Vacina. Hoje são 47 imunobiológicos diferentes, sendo 13 soros, quatro imunoglobulinas e 30 vacinas. Destas vacinas, 19 são ofertadas nos postos de saúde, e 11 são oferecidas em centros de referência de imunobiológicos especiais, para populações que tenham condições especiais para tomar (Ex.: imunodeprimidos, pacientes com HIV/Aids).

>> Confira a matéria completa

“Não vai faltar vacina para as ações de rotina e para as situações de emergência. Para isso, estamos trabalhando para recompor os estoques estratégicos”

Wanderson Kleber
Secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde

>> Saiba mais: Parte das aquisições programadas com o orçamento de 2019 serão entregues no próximo ano

info-como-agem-as-vacinas-02.jpg