Deputado Capitão Contar declara indignação contra decisão do STF em manifestação pacífica e apartidária

Deputado Capitão Contar declara indignação contra decisão do STF em manifestação pacífica e apartidária

10 de novembro de 2019 0 Por raysantos

ASSEMBLEIA LEGISLATIVA, DEPUTADO CAPITAO CONTAR, POLITICA – Jornal do Estado MS

A Avenida Afonso Pena ficou colorida de verde e amarelo neste sábado (09), em uma manifestação pacífica e apartidária, que contou com a participação de pessoas de Campo Grande e de outros municípios, inclusive teve quem veio a cavalo. O sentimento da população era de revolta contra a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de derrubar a prisão após condenação em segunda instância e, em consequência, a soltura de condenados na Justiça, como o ex-presidente, Luiz Inácio Lula de Silva, e o ex-ministro, José Dirceu, além de dezenas de condenados da Lava Jato e milhares de detentos nesta condição. 
Emocionado com a presença de tantos manifestantes, o deputado estadual, Capitão Contar (PSL), participou do ato e destacou a importância para reverter o cenário. “Estou hoje aqui como cidadão, apoiando a causa popular de descontentamento com a decisão do STF. Estamos aqui para fortalecer nosso Brasil. Os brasileiros merecem a mudança e, juntos, podemos desfazer o aparelhamento que governos antigos fizeram no Supremo e essa é a nossa missão. O movimento aqui é apartidário! Todos que estão aqui defendem a nossa Nação contra a decisão do STF”, explica Capitão Contar.
O comerciante, Luiz Mário Magi, foi ao protesto neste sábado para mostrar sua indignação contra a decisão do STF que classificou como absurda. “Eu tenho quatro filhos e tenho que dar exemplo, por isso eu vim aqui hoje. Meu filho de nove anos me perguntou por que uma pessoa que fez tanto mal para o Brasil está solto e eu tive que explicar que essa decisão é absurda, por isso, eu estou aqui”, argumenta.
A aquidauanense, Rosemeire Soares, veio a Campo Grande especialmente para participar do protesto contra o entendimento do STF. “Eu vim aqui para exercer meu patriotismo. O Brasil é um país de impunidade com esse STF. Eles [STF] não deixam o nosso Capitão Bolsonaro trabalhar, que foi eleito com mais de 57 milhões de votos dos brasileiros e o Supremo não o deixa governar em paz. Essa decisão do STF é imoral!”, classifica.
Em um ato de patriotismo, milhares de vozes de homens, mulheres, crianças, idosos, de todas as gerações, cantaram o Hino Nacional Brasileiro. “Minha continência a todos vocês”, afirmou emocionado o parlamentar Capitão Contar. Ao final do evento, os próprios manifestantes fizeram questão de deixar a Avenida limpa e organizada, catando o lixo e mantendo a ordem.

©DIVULGAÇÃO

ASSECOM