Prova foi tranquila, mas Matemática foi “terror” de candidatos ao vestibular da UFMS

Prova foi tranquila, mas Matemática foi “terror” de candidatos ao vestibular da UFMS

1 de dezembro de 2019 0 Por raysantos

Estudantes aprovaram tema da redação, sobre ciência e tecnologia

1 DEZ 19 – 12h:34 – ADRIEL MATTOS E BRUNA AQUINO – Correio do Estado

Mais de 15 mil candidatos fizeram neste domingo (1º) o vestibular da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul. Além de Campo Grande, as provas também foram aplicadas em Aquidauana, Chapadão do Sul, Corumbá, Coxim, Dourados, Naviraí, Nova Andradina, Paranaíba, Ponta Porã e Três Lagoas. Alguns jovens vieram de diversas regiões do estado e do país para participar.

Saiba Mais

ENSINO SUPERIOR

Medicina e Direito têm maiores concorrências por vaga no vestibular da UFGD

EDUCAÇÃO

Tumulto e correria marcam vestibular da UFMS

Na redação, os estudantes tiveram que escrever uma dissertação sobre as contribuições da ciência e da tecnologia no cotidiano. Júlia Bonfim, de 16 anos, veio de Mirassol do Oeste (MT) para fazer a prova que achou difícil. “O tema da redação foi tranquilo”, destacou, afirmando que estou por três meses para o vestibular.

A estudante Maria Eduarda Rodrigues, de 17 anos, achou a prova tranquila, mas teve dificuldades em Matemática. “Achei o tema da redação muito bom, abrange bastante atualidade”, opinou.

CORRERIA

Trânsito congestionado, tumulto, correria e muito desespero marcaram a entrada para o vestibular na Capital. Mesmo com meia hora antes de começar a prova, o engarrafamento que formou na Avenida Costa e Silva rumo a entrada principal da universidade foi o suficiente para que os candidatos terminassem de chegar ao local da prova a pé, ou dependendo do bloco, correndo mesmo.

Correndo pela calçada da universidade, Fernanda Santos, de 19 anos, prestou o vestibular da UFMS pela segunda vez. Ela que fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) neste ano, contou que avaliou a prova como incompatível com o conteúdo do ensino médio e vai colocar as esperanças neste vestibular da universidade federal. “Eu estou muito ansiosa para chegar e também bastante nervosa, eu me preparei, espero que dê tudo certo”, contou a jovem. 

Nesta edição, pelo menos nos dois blocos em que ocorria as provas de medicina não houve atrasados, mas foi por pouco. Faltando apenas cinco minutos para o fechamento das portas, um dos candidatos estava caminhando bem devagar rumo a porta e foi motivo de piada dos estudantes que aguardavam do lado de fora “esse é tranquilo demais, já passou”, disse uma das veteranas.