Fórmula E: Lucas faz corrida de superação em Santiago

19 de janeiro de 2020 0 Por raysantos

Brasileiro saiu em 22º, terminou em sétimo e foi quem fez mais ultrapassagens no calor chileno

Di Grassi em seu sprint durante a prova: maior número de ultrapassagens
(Audi Motorsport)

Di Grassi em seu sprint durante a prova: maior número de ultrapassagens (Audi Motorsport)

ALTA | WEB

Lucas se prepara para a largada: brasileiro deixou o Chile otimista
(Audi Motorsport)

Lucas se prepara para a largada: brasileiro deixou o Chile otimista (Audi Motorsport)

ALTA | WEB

Lucas conversa com engenheiro da equipe Audi no Chile
(Audi Motorsport)

Lucas conversa com engenheiro da equipe Audi no Chile (Audi Motorsport)

ALTA | WEB

Em uma corrida sob forte calor, como já está se tornando tradição no Chile, o brasileiro Lucas Di Grassi foi uma das sensações da terceira etapa do Campeonato Mundial de Fórmula E, disputada neste sábado (18) no Parque O’Higgins, na capital Santiago. Prejudicado por um erro do britânico Oliver Rowland (equipe Nissan E.Dams), que bateu na curva cinco durante o classificatório e atrapalhou a tentativa de pole do campeão de 2017, Lucas largou no final do pelotão, em 22º, e cruzou a linha de chegada no sétimo lugar – sendo o piloto que mais ganhou posições na etapa. Com o resultado, Di Grassi continua a ocupar o quinto lugar na tabela, com 24 pontos, e sai confiante do Chile para o próximo desafio, dia 15 de fevereiro, no México.

“Eu estou exausto, foi uma corrida muito extenuante não só pela competitividade da categoria, que foi especialmente grande aqui, com dezenas de trocas de posição no grid inteiro. Mas também pelo forte calor, que foi constante a prova toda”, resumiu o brasileiro, lembrando que a etapa foi disputada sob forte sol e temperatura na casa dos 35oC. “Mas estou também orgulhoso da corrida que fizemos, com várias ultrapassagens e um trabalho excepcional da nossa equipe. O que fizemos hoje aqui me mantém confiante de que podemos brigar por mais um pódio no México, onde vencemos no ano passado com uma ultrapassagem praticamente em cima da linha de chegada”, comenta o brasileiro da equipe Audi Sport Abt Schaeffler.

A prova deste sábado foi vencida pelo alemão Max Günther, da equipe BMW Andretti – que tornou-se o 15º piloto a conquistar a vitória na Fórmula E. Com o resultado, a liderança do campeonato é do belga Stoffel Vandoorne (Mercedes-Benz EQ), que chegou em sexto e passou a somar 38 pontos. A seguir estão o até então líder Alexander Sims (Inglaterra, BMW Andretti), 35 pontos; Sam Bird (Inglaterra, Envision Virgin Racing), 25; Max Gunther (Alemanha, BMW Andretti), 25, e o brasileiro Lucas Di Grassi (Audi Sport Abt Schaeffler), 24 pontos.

Footer