FRONTEIRA| Jornalista da fronteira gravou vídeo sobre sua morte

FRONTEIRA| Jornalista da fronteira gravou vídeo sobre sua morte

13 de fevereiro de 2020 0 Por raysantos

FRONTEIRA, INTERIOR, Policial – Jornal do Estado MS

Léo Veras foi executado a tiros na região da fronteira do Brasil com Paraguai

A morte do jornalista Léo Veras na noite dessa quarta-feira (12) criou grande comoção em todo o Estado de Mato Grosso do Sul. O Sindicato de Jornalistas Profissionais de Mato Grosso do Sul (Sindjor-MS) publicou uma nota lamentando a grande perda ao jornalismo sul-mato-grossense. O sentimento se intensificou quando em um vídeo-depoimento, Veras faz uma previsão de sua morte e faz um apelo.

O sindicato se solidarizou com os familiares e amigos de Léo e lamentou o ocorrido com ele. “Mais uma vítima dos ataques contra os trabalhadores da comunicação, nestes tristes tempos de cerceamento da liberdade de expressão, Léo Veras merece mais do que condolências.”

O profissional era conhecido na área por ‘dar a capa tapa’ contra o crime. “Profissional reconhecido por seus pares e pela sociedade, Veras já havia relatado ameaças de morte recebidas por seu trabalho de investigação e denúncia do tráfico.”

Por fim, o Sindjor-MS exigiu uma investigação policial pelo ocorrido. “O Sindjor-MS, entidade que representa os e as jornalistas profissionais deste estado, exige severa investigação por parte das autoridades sul-mato-grossenses e brasileiras, para que seja punido esse atentado à vida e à democracia.”

Um vídeo-depoimento, o jornalista faz uma previsão de como seria sua morte:

Fonte: JD1