#dicahabitissimo – Conheça as diferenças entre os principais modelos de piscina para se refrescar nesse verão

14 de fevereiro de 2020 0 Por daniel

O desejo de ter uma piscina em casa é algo que faz parte da vida de muitas pessoas que sofrem com as altas temperaturas que marcam o verão brasileiro. Porém, a maioria acaba deixando essa vontade de lado por deduzir que a construção de um espaço para se refrescar durante esses dias longos e ensolarados é algo que requer um grande esforço ou até mesmo que está fora do orçamento familiar.

Para ajudar as pessoas que estão pensando na possibilidade de ter uma piscina em casa, mas não sabem exatamente por onde começar, o habitissimo, marketplace exclusivo para contratação de serviços em construção civil, selecionou algumas dicas elencando as principais características de alguns tipos disponíveis no mercado, os custos envolvidos na obra e quanto tempo em média ela leva para ser construída.

  • Piscina de vinil: bastante comum, essa opção consiste em usar o revestimento de vinil após a construção da estrutura de alvenaria. Antes de sua instalação, é aplicado um reboco liso nas laterais e concreto no piso, que depois de seco são revestidos com PVC e então com o vinil. Nesse caso, a eliminação de possíveis rugas que possam ter se formado durante a aplicação do material é feita com o peso da água. O tempo de obra pode variar entre 15 e 30 dias, de acordo com o tamanho escolhido pelo cliente, e o preço é a partir de R$ 10 mil.
  • Piscina de fibra: conhecida por ser o modelo mais prático, já que é adquirida praticamente pronta, exigindo apenas a instalação, que é feita através de uma empresa especializada. Após escavação, o local escolhido recebe um colchão de areia ou base cimentada para que o tanque pronto possa ser encaixado. É uma das opções mais rápidas, levando em média 10 dias para ser finalizada e seu custo é a partir de R$ 15 mil.
  • Piscina de alvenaria: essa opção é chamada de construção mista já que, sobre uma base de concreto, são erguidas paredes com blocos estruturais e ferragens e, após esse processo, é realizada a cura do cimento que receberá a impermeabilização e a colocação do revestimento. Uma das maiores vantagens desse formato é a durabilidade, que é de aproximadamente 40 anos. Já o tempo de execução da obra pode variar de 30 a 40 dias e o custo parte de R$ 20 mil.
  • Piscina de concreto: é um modelo considerado mais exclusivo, já que costuma ser escolhido principalmente por quem procura um formato de piscina diferente e personalizado. Para essa opção, são construídas laje e paredes que formam uma caixa monolítica que resiste às movimentações de terra. Após isso, é feita a cura do concreto e a impermeabilização. Sua principal vantagem é a maior vida útil entre os modelos de piscina disponíveis no mercado, além de se adaptar bem a todos os formatos de solo. Por conta da exclusividade, o tempo de obra pode variar entre 40 e 90 dias e o custo é a partir de R$ 38 mil.

O especialista em piscinas Manoel Mendes ressalta que após todo o processo de construção de uma piscina, é importante estar atento também à manutenção para garantir que ela esteja sempre dentro das condições apropriadas e consequentemente apta para banho.

“Antes de fazer uso da piscina é necessário realizar um trabalho químico utilizando produtos apropriados e com a ajuda de um profissional especializado, porém isso só pode ser feito após a análise da qualidade da água, que é o que irá indicar se ela está própria para uso humano. O PH ideal da água da piscina é entre 7.2 e 7.6, enquanto a alcalinidade deve estar entre 80 e 120 ppm e o cloro de 1 a 3 ppm. Esses testes podem ser realizados com produtos vendidos em lojas especializadas em piscinas. É importante também se certificar de que as bombas estejam funcionando corretamente. Águas com padrões diferentes destes, não estão apropriadas para banho pois podem trazer riscos à saúde”, afirma o especialista.

Sobre o habitissimo: Fundado em 2009, na Espanha, o habitissimo é uma solução online para quem procura serviços nas áreas de construção civil, reformas e obras. Os profissionais do setor podem ser parceiros da plataforma e receber orçamentos de clientes interessados em suas habilidades, além de contar com um ambiente em que podem promover suas especialidades e agregar mais valor à sua marca. Já o cliente final tem acesso a uma ampla gama de profissionais e pode cadastrar, gratuitamente, seu pedido de orçamento. A plataforma está presente na Espanha, Itália, Brasil, México, Argentina, Chile, Colômbia, Portugal e Peru já soma um banco de dados com mais de 270 mil profissionais cadastrados e 86 categorias de serviços. Saiba mais em: www.habitissimo.com.br | @habitissimo_brasil | @habitissimoBrasil

ADS Comunicação Corporativa