Russo supera favoritos e Marcos Ferrari bate recorde sul-americano no Força Bruta, em Cotia (SP)

16 de fevereiro de 2020 0 Por raysantos

Sétima edição do tradicional evento de strongman, o atletismo de força, foi realizado na manhã deste domingo (16) reunindo atletas de cinco Países e teve a vitória de Mikhail Shivlyakov, da Rússia

Alegria no pódio (Rodrigo Dod / Savaget)
Alegria no pódio
(Rodrigo Dod / Savaget)
Comemoração do campeão (Rodrigo Dod / Savaget)
Comemoração do campeão (Rodrigo Dod / Savaget)
Russo comemora o título (Rodrigo Dod / Savaget)
Russo comemora o título
(Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail garantiu o título na último prova (Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail garantiu o título na último prova
(Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail arremessa barril com mais de 26 kg (Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail arremessa barril com mais de 26 kg
(Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail e Marcos Ferrari sambando após o título (Rodrigo Dod / Savaget)
Mikhail e Marcos Ferrari sambando após o título
(Rodrigo Dod / Savaget)
O vice-campeão Mateusz (Rodrigo Dod / Savaget)
O vice-campeão Mateusz
(Rodrigo Dod / Savaget)
Esforço do inglês Terry Hollands (Divulgação)
Esforço do inglês Terry Hollands
(Divulgação)
Os quatro atletas (Rodrigo Dod / Savaget)
Os quatro atletas
(Rodrigo Dod / Savaget)
Disputa entre o inglês Terry e o polonês Mateusz (Rodrigo Dod / Savaget)
Disputa entre o inglês Terry e o polonês Mateusz
(Rodrigo Dod / Savaget)
Norte-americano Jerry e o russo Mikhail (Rodrigo Dod / Savaget)
Norte-americano Jerry e o russo Mikhail
(Rodrigo Dod / Savaget)
Marcos Ferrari comemora o recorde sul-americano (Rodrigo Dod / Savaget)
Marcos Ferrari comemora o recorde sul-americano
(Rodrigo Dod / Savaget)

Ferrari bateu recorde com 560 kg (Rodrigo Dod / Savaget)
Ferrari bateu recorde com 560 kg
(Rodrigo Dod / Savaget)
Vibração do público (Rodrigo Dod / Savaget)
Vibração do público
(Rodrigo Dod / Savaget)

Cotia (SP) – O calor do verão brasileiro foi um dos grandes adversários dos participantes da sétima edição do Força Bruta, realizado pelo terceiro ano consecutivo em uma arena montada na Praça da Matriz, em Cotia (SP), na grande São Paulo, na manhã deste domingo (16). Na disputa entre atletas de quatro países, Rússia, Polônia, Inglaterra e Estados Unidos, coube ao russo Mikhail Shivlyakov o protagonismo, ao vencer duas das três provas, para conquistar o título inédito na carreira, com direito a samba na arena. O polonês Mateusz Kieliszkowski foi o vice-campeão, seguido do inglês Terry Hollands e do norte-americano Jerry Pritchett. A competição foi palco também de uma quebra de recorde sul-americano, com o brasileiro Marcos Ferrari, o grande nome do esporte no Brasil.

“Estou muito feliz. Só tenho que agradecer ao público. Este foi meu primeiro título do Força Bruta, com a presença de caras muito fortes. Acho que a energia do público foi o diferencial para competir nesse calor. Me agradou bastante escutar a música brasileira durante as provas. Isso também foi bem legal”, destacou o russo Mikhail Shivlyakov, campeão do Arnold South Africa Pro Strongman e Arnold South America Pro Strongman (em São Paulo), ambos em 2018, e vice-campeão do Arnold Australia Pro Strongman, no ano anterior.

O Força Bruta 2020 teve três provas para a definição do campeão do torneio, com pontuações entre 4, 3, 2 e 1 ponto entre primeiro e quarto colocados. A primeira foi a medley, com o três em um. Cada atleta teve que iniciar no Dead Lift (levantamento de peso), onde fizeram quatro repetições com peso total de 320 kg. Em seguida, arrastaram uma corrente com peso de 300 kg (Chain), para finalizar no chamado Dumbell, que se ergueria até quatro vezes um halter com 105 kg.

Mateusz Kieliszkowski e Terry Hollands foram os dois primeiros a competirem, com o polonês sendo o único dos dois a realizar as três provas. Enquanto Mateusz ergueu três vezes o dumbell, Terry não concluiu nenhuma execução. Em seguida, foi a vez de Mikhail Shivlyakov e Jerry Pritchett. O fato de erguer uma vez o dumbell, fez com que o russo assumisse a segunda colocação parcial, com três pontos, logo atrás de Mateusz, com quatro.

A segunda prova foi a do barril (Keg Toss), na qual cada competidor teve que jogar oito barris de 20 a 26 kg por cima de uma barra de cinco metros de altura. Jerry Pritchett foi o primeiro e arremessou apenas dois barris. Terry Hollands veio em seguida e conseguiu arremessar cinco. Numa performance impressionante, Mikhail Shivlyakov arremessou os oito barris em apenas 32 segundos, jogando toda a pressão para Mateusz Kieliszkowski, que também fez os oito arremessos, porém em mais tempo, 43 segundos. Assim, o jogo ficou empatado entre Polônia e Rússia, com sete pontos cada.

O campeão do Força Bruta 2020 foi definido no Power Stairs, em que os atletas tiveram que subir cinco degraus elevando até o último “andar” três elementos distintos com pesos de 200 kg, 225 kg e 250 kg. No duelo entre Terry Hollands e Jerry Pritchett, melhor para Hollands, que concluiu a tarefa em 52 segundos, enquanto Jerry conseguiu levantar apenas o peso menor até o quinto degrau. Na decisão, Mikhail Shivlyakov e Mateusz Kieliszkowski protagonizaram uma  disputa equilibrada, com o russo sendo o mais rápido e levando o título ao finalizar a prova em 42 segundos.

Recorde sul-americano batido – O brasileiro Marcos Ferrari, melhor atleta sul-americano de strongman, fez participação especial no evento, ao quebrar o recorde continental dacangalha, prova em que os praticantes carregam uma estrutura de ferro com pesos sobre os ombros. Ao todo, foram 560 kg que Ferrari conduziu por cinco metros em 21 segundos, para ser o recordista continental. O recorde anterior era do próprio atleta, que carregou 555 kg por 5 metros em 30 segundos, em agosto de 2017.

“O dia está muito quente e a umidade baixa. Super difícil para respirar. E, quando a gente faz força no limite, geralmente você faz em apneia. Eu tinha que fazer os cinco metros em apneia. O que eu havia treinado era para fazer tudo de uma vez, numa tacada só. Porém, a cada dois ou três passos, meu olho fechava e eu tinha que retomar de novo. Como para todo brasileiro, nada é fácil, então sou mais um que está conquistando seus sonhos”, comemorou Marcos Ferrari.

Resultado final:
1 – Mikhail Shivlyakov (RUS) – 11 pontos
2 – Mateusz Kieliszkowski (POL) – 9 pontos
3 – Terry Hollands (ING) – 7 pontos
4 – Jerry Pritchett (EUA) – 3 pontos

O Força Bruta 2019 teve patrocínios de Rexona, Piracanjuba, Hoteis.com, Atlhetica Nutrition, Lupo Sport e RUD Correntes, e contou com o apoio da Prefeitura de Cotia e Hotel Rancho Silvestre. A realização do evento foi da Savaget & Excalibur Promoções e Eventos.

ZDL – Gustavo Coelho / Doro Jr. – Mtb 13209
E-mail: gustavo@zdl.com.br
Tel: 11 3285-5911 / Vivo: 11 9.8457-9699

Site: www.zdl.com.br

Facebook: www.facebook.com/ZDLSports
Instagram: www.instagram.com/zdlsports
Twitter: www.twitter.com/ZDLcomunica

Footer