Câmara aprova ultrassom obrigatório para mulheres com risco de câncer

19 de fevereiro de 2020 0 Por raysantos
 Um mamógrafo móvel na praia de Copacabana à disposição para que mulheres com indicação médica possam realizar o exame na hora em ação do Outubro Rosa promovido pela  Alerj
© Tomaz Silva/Agência Brasil

Exame é mais preciso que mamografia para detectar câncer de mama

Publicado em 19/02/2020 – 15:35 Por Luciano Nascimento – Repórter da Agência Brasil – Brasília

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (19) o Projeto de Lei (PL) 7.354/17, que estabelece a realização, no Sistema Único de Saúde (SUS), do exame de ultrassonografia mamária em mulheres jovens com elevado risco de câncer de mama. O texto segue agora para sanção presidencial.

A medida beneficia as mulheres que não podem ser expostas a radiação, na faixa etária de 40 a 49 anos, ou com alta densidade mamária.

De autoria da senadora Lúcia Vânia (PSDB-GO), o projeto altera a Lei 11.664/2008, que previa a realização do exame de mamografia para todas as mulheres a partir dos 40 anos de idade. Segundo a senadora, o exame de mamografia não se mostra adequado, nem suficiente para o diagnóstico do câncer de mama em mulheres com tecido mamário denso.

O exame será gratuito e feito mediante solicitação médica em unidades públicas de saúde ou em hospitais e clínicas conveniadas.

Edição: Nádia Franco