Motoristas aproveitam para deixar utilitários mais econômicos e potentes, em tempos de pandemia

22 de maio de 2020 0 Por daniel

Carros de transporte de pessoas ou de cargas precisam estar em perfeitas condições para maior segurança e garantia de rentabilidade financeira de seu proprietário

Vans com fumaça em excesso, sem potência, muitas vezes até obrigando o motorista a mudar o itinerário para evitar subidas. Para solucionar este problema sobretudo de quem usa o carro como ferramenta de trabalho, uma boa opção é buscar por uma empresa que faça um bom serviço de remap de motor (reprogramação de ECU), de forma a proporcionar maior segurança, qualidade no transporte e agilidade no dia a dia. A SFI CHIPS, com sede na capital paulista, é especializada em repotenciamento que permite ao veículo conquistar ganhos significativos de torque e velocidade do motor, além de economia de combustível e durabilidade.

Neste universo de utilitários, um segmento que está aproveitando a paralisação das atividades para fazer essa reprogramação são o das vans escolares. Com as aulas temporariamente suspensas, Tolentino Catanho, mais conhecido por tio Tolem, decidiu resolver definitivamente o problema do seu Fiat Ducato modelo Euro 5 (2013). “O carro possui o sistema EGR, mas acontece que não funciona direito, ele carboniza. Toda hora eu tinha que ir ao mecânico e gastava de 3 a 4 mil reais para limpar o motor, que soltava fumaça e ficava fraco”, conta Catanho. Por indicação de um colega, recorreu a SFI CHIPS. “Agora sim o veículo está bom. Gostei bastante. Não deu mais problema. Um alívio não ter mais que gastar muito com combustível e mecânicos”, completa. Tio Tolem roda uma média de 60 quilômetros/dia, na zona Leste da capital de São Paulo, de segunda a sexta-feira, levando e buscando 50 crianças e adolescentes. “Tenho experiência neste ramo, pois faço isso há 20 anos e sei que preciso deixar o meu transporte o mais seguro possível para meus passageiros mirins”, conclui.

Ada da Conceição sabe bem o que é um pesadelo quando a sua van escolar, principal ferramenta de  trabalho, não funciona bem. “O veículo soltava muita fumaça e estava perdendo potência. Cheguei a gastar 10 mil reais com limpeza de bico e outros serviços até resolver o problema com a SFI CHIPS. Alguns colegas aqui de Peruíbe (município do litoral sul paulista) me indicaram. Foi a melhor coisa que me aconteceu”. Ada tem um Peugeot Boxer 2.3 (2013) e transporta 100 crianças diariamente. “O que outros mecânicos levaram meses e não resolveram, a SFI CHIPS com a reprogramação solucionou em apenas uma hora”, comemora a motorista.

Segundo Márcio Medina, sócio-diretor da SFI CHIPS, vans escolares e pequenos utilitários de carga com problemas de perda de potência, painel com luzes acesas, válvula EGR, filtro de partículas diesel (com a sigla inglesa DPF) entupido, fumaça branca excessiva no escapamento ou defeitos crônicos, podem procurar a empresa para uma avaliação técnica gratuita, com scanner apropriado. “Fazemos um trabalho personalizado com solução ideal para cada caso e o melhor software do mercado”. Medina conta que o remap é mais de prevenção para que a van não perca potência. Outra vantagem é a economia (em torno de 15%) no abastecimento. Além de carros, a SFI CHIPS também faz a reprogramação do módulo de injeção de linhas pesada, agrícola e náutica.

O motorista William Santos roda com seu Fiat Ducato (2013) 500 km/dia, transportando papel toalha. “A van precisa ficar segura, pois trabalha bastante. Mas começou a falhar no filtro DPF e já não desenvolvia bem”, conta Santos. Após as soluções de alto desempenho da SFI CHIPS voltou a funcionar perfeitamente. “Agora estou satisfeito, pois consigo circular com segurança. Já indiquei o serviço para mais cinco amigos”.

Jonathan de Oliveira, comprador em uma empresa de transporte, também fez o mesmo com seu Fiat Ducato 2.3 e não se arrepende. “Transportamos pela cidade o dia todo e a van precisa estar impecável”, diz. O veículo estava com a potência muito fraca para o percurso extenso que fazia. “Agora melhorou e voltamos a ficar tranquilos”, conclui Oliveira.

Sobre a empresa – A SFI CHIPS trabalha com desenvolvimento tecnológico focado em soluções customizadas, também conhecidas como chip de potência, reprogramação de ECU ou chiptuning. Com 12 anos de atuação no mercado, tornou-se referência em desenvolvimento de reprogramações de alto desempenho, sobretudo no segmento 4X4, tanto que, por meio de seus clientes, já conquistou 16 títulos no Rally dos Sertões, em categorias diversas. Há três anos trabalha em parceria com a Spinelli Racing/ Mitsubishi Motors, que lançaram em 2019 o modelo L200 Triton Sport R, que já sai da fábrica com as soluções de alta performance da SFI CHIPS e que conquistou o título do Rally dos Sertões 2019, na categoria Production T2. De capital 100% nacional, a empresa faz alto investimento em soluções tecnológicas e profissionais capacitados, e tem como outro importante diferencial o desenvolvimento de software personalizado para cada necessidade do cliente/veículo.

Mais informações www.sfichips.com.br, Facebook: @sfichips e  Instagram: @sfichips