Dez “dicas” para uma boa avaliação profissional.

Retomada da economia, volta ao trabalho.

Suas palavras e ações falam por si. Por isso, para ser ouvido e bem avaliado tenha na boca palavras positivistas e nas ações honradez, probidade e respeito. Sucesso, em qualquer área da vida, tem esses quesitos como fundamento.

i.Respeitar o horário de trabalho. Não atrasar-se na entrada; não antecipar-se na saída. Não abandonar o local de trabalho, aleatoriamente, sem o consentimento superior. Cumprir integralmente o tempo e as atribuições diárias estabelecidas;

ii.Respeitar os colegas de trabalho. Não se engrandecer com os subalternos nem se apequenar com os superiores. Relacionar-se profissionalmente, com equidade, educação, senso colaborativo;

iii.Zelar pelos materiais, ferramentas e equipamentos da empresa. Não desperdiçar tempo e matéria-prima. Produzir nas formas e no cronograma estipulado. Evitar morosidade ou pressa que possa prejudicar a qualidade do produto final;

iv.Não relaxar, não se acomodar. Buscar aperfeiçoamento contínuo da profissão. Contribuir ativamente na produtividade – qualidade e quantidade. Buscar o menor custo e a maior produção;

v.Não faltar, não se ausentar, não negligenciar os compromissos trabalhistas. Assiduidade, comprometimento, dedicação, espírito solidário, qualidades que destacam e notabilizam o profissional.

vi.Você é um Nerd? Não se chateie nem se retraia se vivenciar situações de bullying. Rechace-as. A inveja existe, sobretudo nos “gênios” e grandes inteligências. Não revide com gestos ou ofensas, siga em frente nos seus propósitos e sonhos. Conforte-se porque você está pertíssimo da linha de chegada, e os demais estão pertíssimo da linha de partida…

vii.Firmar-se nas vigas fortes do seu bom desempenho, nas suas esmeradas qualificações, na sua alta produtividade, no seu caráter ilibado. Você, no seu trajeto profissional rumo a postos máximos, vai encontrar, sim, invejosos[1] que irão esperar uma falha sua para criticá-lo negativamente e “tomar seu lugar”. Não se rebele. Mantenha-se firme, atuante, confie em si, na energia da sua disposição, nos seus dotes do saber e siga em frente!

viii.Ser humilde[2] no seu cabedal do saber e do fazer. Você se acha incrível? Cale a voz do seu ego, “fique na sua”. Não comente nem alardeie “que você é o tal, que faz e acontece”, deixe que os outros o façam por você. Isso repercute positivamente e lhe traz, rapidamente, olhares de admiração. 

ix.Expressar-se de forma clara, simples e pausada. Evitar o rebuscamento em plateias simples. Seja efetivo[3] como dizer, e contundente no que diz. O importante é sua mensagem sair da sua boca e chegar aos ouvidos dos outros com total compreensão.

x.Lutar sempre, todos os dias, todas as batalhas. Viver é a arte de domar dragões[4], ora com força-bruta, ora com poesia. O resultado, hoje, pode não ser de alvíssaras, mas amanhã o será. Viva, lute, faça-se por si!

Por Inácio Dantas

Do livro “Lições para o Autoaperfeiçoamento Profissional” – www.agbook.com.br


[1] que dá fruta é o que mais leva pedrada.” (Ditado popular)

[2]“Pessoas são como janelas de vidro. Elas brilham quando o sol está lá fora. Mas é só quando a escuridão chega é que vemos sua luz interior e o quão incríveis elas são” – (Elisabeth Kubler-Ross – psiquiatra suíça autora do livro “Death and Dying”)

[3]“Se você não pode explicar algo de forma simples, então você não entendeu muito bem o que tem a dizer” – (Einstein)

[4]Sobre dragões, o ator Bruce Lee (“Operação Dragão”) nos ensina: “O guerreiro de sucesso é um homem médio, mas com um foco apurado como um raio-laser”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *