Cartórios de Notas já contabilizam mais de 150 mil atos de transferência de bens na pandemia

Idosos e profissionais da saúde são os principais perfis que procuram orientações para a realização de testamentos, inventários e doações

Testamentos, inventários, partilhas e escrituras de doação em Cartórios de Notas totalizaram 156.450 mil atos em todo o Brasil desde o início da pandemia causada pelo novo coronavírus. O número, levantado junto a Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhados (CENSEC), reúne serviços relacionados ao processo sucessão, que disciplina a transferência de patrimônio (ativo e passivo – créditos e débitos) de alguém a outra pessoa de acordo com as regras da lei brasileira.

Composta pelos 8 mil Cartórios de Notas brasileiros, a CENSEC é administrada pelo Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF) e regulamentada pelo Provimento nº 18/2020 do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), para a qual devem ser enviados todos os atos relacionados a escrituras públicas, procurações, divórcios, inventários, partilhas e testamentos realizados pelos tabelionatos presentes em todo o território nacional.
Os atos, que têm sido cada vez mais procurados por idosos, profissionais da saúde e, até mesmo jovens que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, tendem a aumentar nas próximas semanas, já que desde o dia 27 de maio todos os atos notariais podem ser realizados por meio de videoconferência em todo o território nacional.

“A norma publicada pelo CNJ é um avanço enorme para a atividade e para a sociedade brasileira, que há muito clamava pelos atos eletrônicos”, explica Giselle Oliveira de Barros, presidente do Colégio Notarial do Brasil. “Como agentes regulados pelo Poder Judiciário estávamos ansiosos por esta publicação, que agora dinamizará ainda mais a economia do País por meio dos atos públicos feitos pelos Cartórios de Notas, que garantem autenticidade, eficácia e plena segurança jurídica a todos os contratantes”, completa a tabeliã.
O aumento da procura por orientações de um notário para realização de atos de sucessão se deve, principalmente, à iminente importância do planejamento familiar. A preocupação dos requerentes é garantir que seus bens sejam corretamente encaminhados e suas vontades cumpridas em caso de morte, utilizando instrumentos legais que evitem futuras disputas entre familiares.
O inventário, por exemplo, é o documento que apura o patrimônio deixado pela pessoa falecida e é obrigatório para que a partilha de bens se efetive entre os herdeiros. Sendo uma alternativa mais rápida e prática à via judicial, os inventários realizados em Cartórios de Notas já contabilizam 79,2 mil lavraturas deste o início da pandemia, enquanto as partilhas totalizam 1250 atos.
Já as mais de 71,4 mil escrituras de doação realizadas neste ano são utilizadas para assegurar a vontade do doador. Assim, o requerente pode, ou não, incluir cláusulas de uso ao beneficiário por uma incumbência ou condição, garantindo que ações previamente estipuladas sejam cumpridas. Por fim, os Cartórios de Notas brasileiros já contabilizam mais de 4,6 mil testamentos feitos no período, assegurando assim o pleno cumprimento da vontade do testador após a sua morte.
Sobre o CNB – Colégio Notarial do Brasil
O Colégio Notarial do Brasil – Conselho Federal (CNB/CF) é a entidade de classe que representa institucionalmente os tabeliães de notas brasileiros e reúne as 24 Seccionais dos Estados. O CNB/CF é filiado à União Internacional do Notariado (UINL), entidade não governamental que reúne 88 países e representa o notariado mundial existente em mais de 100 nações, correspondentes a 2/3 da população global e 60% do PIB mundial

Colégio Notarial do Brasil

Tecpar cria solução para assegurar qualidade de máscaras profissionais

O Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) desenvolveu uma nova solução tecnológica que fortalece as ações do Governo do Estado no combate à pandemia da Covid-19. O serviço avalia a qualidade de máscaras de proteção descartáveis destinadas ao uso da população, a fim de assegurar que o produto atende às normativas de saúde e segurança.
A metodologia é exclusiva e foi desenvolvida pela equipe técnica do Tecpar, com a contribuição de profissionais de diversas áreas. Os ensaios são destinados às indústrias fabricantes de produtos para saúde, ao atendimento a editais de prefeituras que estão adquirindo o produto para seus servidores e, ainda, para população em geral, associações de costureiras e outros fabricantes da indústria têxtil.
O diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, afirma que o serviço se soma às demais iniciativas do instituto para colaborar no enfrentamento da pandemia, além de apoiar empreendedores que estão expandindo ou abrindo novas frentes de negócio neste período.
“O Tecpar, por meio do Centro de Tecnologia de Materiais, pesquisou formas para atender à demanda crescente por aquisição de máscaras de segurança que tivessem a sua eficácia comprovada. Esta pesquisa resultou em um documento com todo o levantamento técnico e de infraestrutura para desenvolver o serviço de avaliação de máscaras profissionais”, explica.
METODOLOGIA – Para embasar a análise, a equipe do Centro de Tecnologia de Materiais construiu critérios técnicos a partir da Nota Normativa 22/2020 da Secretaria de Estado da Saúde, que orienta sobre a confecção e uso de máscaras para população em geral. O documento estabelece parâmetros mínimos que as máscaras para uso geral deveriam alcançar para serem comercializadas e chegarem ao patamar mínimo exigível para proteger a população.
Também foram utilizadas outras normativas da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), como a que trata das especificações para máscaras cirúrgicas para profissionais da saúde (ABNT-NBR 15052).
A partir destes parâmetros foi estabelecida uma série de ensaios físicos que verificam itens como a resistência à temperatura, tração das amarras e fixadores, determinação da gramatura e tipo do tecido, presença e quantidade de metais no tecido, fixação das alças ou elásticos e clipe nasal.
Em seguida, é feita a análise da dimensão, comprimento e largura da máscara, que deve cobrir o nariz e a boca do usuário, além de ter um ajuste facial apropriado. Também são verificadas as alças ou elásticos, que precisam ter um comprimento mínimo, e o clipe nasal, que não deve projetar-se para fora da máscara.
PROTEÇÃO – No Paraná é obrigatório o uso das máscaras em ambientes de uso coletivo, públicos e privados, desde 28 de abril. De acordo com o decreto estadual, a população deve utilizar, preferencialmente, máscaras de tecido confeccionadas de forma artesanal ou caseira, conforme as orientações da Secretaria de Estado da Saúde.
As máscaras são de uso individual, sendo vedado o compartilhamento, inclusive entre pessoas da mesma família. As máscaras cirúrgicas e do modelo N95/PFF2 devem ser priorizadas para uso dos profissionais em serviços de saúde. O ideal é que a população não compre para evitar que o item esgote no mercado.
AÇÕES NA PANDEMIA – Neste ano atípico por conta da pandemia da Covid-19, o Tecpar concentrou seus esforços para apoiar o Paraná no enfrentamento do coronavírus. Entre essas ações estão a instalação de uma planta para produzir dois tipos de alcoóis – etílico 70% e o etílico 80% glicerinado – ambos recomendados para assepsia de mãos. A primeira remessa foi entregue à Secretária de Estado da Saúde no início de abril para abastecimento de profissionais da área.
Além disso, o Tecpar, em parceria com a Fiocruz e o Instituto de Biologia Molecular do Paraná (IBMP), implantou em caráter emergencial a Unidade de Apoio para Diagnóstico da Covid-19, em abril, para atender à demanda pelos testes moleculares, com a instalação do laboratório no Parque Tecnológico do Tecpar, no Câmpus CIC. Com a estrutura, a unidade se tornou referência no diagnóstico molecular para a Região Sul.
O Tecpar é partícipe do consórcio tecnológico fundador do IBMP, tendo em sua composição ainda a Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Estado e a Fiocruz.
Para enfrentar o coronavírus, o Tecpar elaborou relatórios com o objetivo de auxiliar empresários e empreendedores que queiram desenvolver novos produtos para o enfrentamento da doença. Os documentos organizam informações para produzir e registrar respiradores artificiais e ventiladores pulmonares e para o uso de sanitizantes para esterilização do coronavírus.
Em outra frente, para apoiar empresas e empreendedores que têm projetos com foco no enfrentamento da pandemia da Covid-19, com Pesquisa e Desenvolvimento (P&D) em conjunto com o Tecpar, a Incubadora Tecnológica do Tecpar (Intec) abriu edital para selecionar novas propostas.

Assessoria de Imprensa da Tecpar

Boas práticas agrícolas contribuem para definir características de identidade e qualidade dos grãos do café

Publicações do Consórcio Pesquisa Café orientam cafeicultores sobre como evitar perdas na qualidade e obter café com valor agregado

Diferentemente de outras culturas agrícolas, a produção de café tem uma peculiaridade muito específica que é a elevada influência da etapa da pós-colheita na qualidade do produto. Assim, cuidados de manejo na pós-colheita devem ser associados à adoção de boas práticas em todo ciclo da cultura do café. Nesse contexto, a tipificação da identidade e de qualidade que definem a classificação do café beneficiado, grão cru, identifica defeitos, cuja quantificação é indicadora de qualidade do produto, os quais podem ser considerados intrínsecos ou extrínsecos.

Os defeitos intrínsecos são os grãos pretos, verdes, ardidos, chochos, mal granados, quebrados e brocados, de causa genética, fisiológica, ou decorrente de falhas nos processos agrícolas (nutrição, pragas, doenças, secas, geadas, colheita e preparo), ou ainda que podem ocorrer após a retirada dos frutos da lavoura durante o processo de descascamento, secagem, armazenamento e beneficiamento. E os defeitos extrínsecos se referem à presença de objetos fora do padrão do café beneficiado (coco, marinheiro, casca, paus e pedras).

Assim, a busca da qualidade do café deve envolver boas práticas agrícolas para reduzir tais defeitos durante toda a fase do cultivo. Nesse sentido, as principais causas desses defeitos e medidas de prevenção são apresentadas nas publicações  Defeitos do café e MANUAL DO CAFÉ – Colheita e Preparo, da Série Tecnológica da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais – Emater-MG, as quais também estão disponíveis na íntegra no Observatório do Café do Consórcio Pesquisa Café, coordenado pela Embrapa Café.

Leia esta ANÁLISE/divulgação na íntegra na página da Embrapa Café,  do Observatório do Café e do Consórcio Pesquisa Café.

Conheça também o Portfólio de tecnologias do Consórcio pelo link http://www.consorciopesquisacafe.com.br/index.php/publicacoes/637 e também acesse todas ANÁLISES e notícias da cafeicultura.

Chefia de Transferência de Tecnologia da Embrapa Café

Embrapa Café

Observatório do Café

Consórcio Pesquisa Café 

Palladium Curitiba faz ação social em live do Dia dos Namorados

Para embalar a data, o grupo Cordas do Iguaçu realiza espetáculo online dia 12 de junho; internautas podem fazer doações para ajudar crianças e adolescentes do projeto

O dia mais romântico do ano será diferente em 2020. Por conta do isolamento social, pessoas precisaram se reinventar e pensar em formas diferentes para surpreender neste Dia dos Namorados.

Para seguir a tendência e incentivar os casais a comemorarem a data dentro de casa, o Palladium Shopping Center Curitiba vai promover uma live beneficente com o grupo Cordas do Iguaçu – parte do projeto social Cordas do Paraná, que forma crianças e adolescentes carentes como músicos instrumentistas. A transmissão ao vivo acontecerá no Facebook e YouTube do shopping, dia 12 de junho, a partir das 20h.

“Já temos uma parceria de longa data com o projeto Cordas do Iguaçu e queremos incentivá-los neste momento. Não é permitido fazer shows, mas a música não pode parar. Para o Dia dos Namorados, nossa ideia é levar canções que geralmente são encontradas em restaurantes românticos, para dentro de casa. Oferecer o personal violinista foi a maneira que encontramos de estimular a doação para o projeto social e ainda estar perto dos nossos clientes durante este momento”, conta a gerente de marketing do shopping, Cida Oliveira.

O grupo Cordas do Iguaçu já realizou apresentações em locais como Teatro Positivo, um dos maiores da América Latina, e com músicos renomados brasileiros, como Alceu Valença, Zeca Baleiro e Ivan Lins.

Como ajudar o Projeto Cordas do Paraná

O Shopping Palladium é um apoiador do Projeto Cordas do Paraná, que tem o objetivo de tem o objetivo de trazer benefícios sociais para a região do Paraná, contribuindo para a redução do número de crianças em situação de riscos, com alternativas ao seu desenvolvimento.

O Projeto Cordas do Paraná atende 280 crianças e adolescentes. Além das aulas gratuitas, parte dos alunos recebem a bolsa incentivo entre R$ 300 e R$ 500 e contam com o apoio o Ministério da Cultura.

Com esta ação de Dia dos Namorados, o Shopping Palladium realiza uma doação para o projeto e oferece espaço nas redes sociais para quem queira ajudar. As doações de qualquer valor podem ser feitas no site do projeto social Cordas do Paraná ou pelos dados bancários: Quarteto de Cordas Alberto Nepuceno | Banco do Brasil | CNPJ: 01.201.878/0001-58 | Agência: 0756-0 | Conta corrente: 63.812-9 

SERVIÇO

Live Palladium – Dia dos Namorados

Onde: página do Facebook e YouTube do Palladium Curitiba

Quando: sexta-feira, 12 de junho

Horário: das 20h às 22h

Sobre o Palladium Shopping Center

Um dos empreendimentos do Grupo Tacla Shopping, o Palladium Curitiba foi inaugurado em 2008 na capital paranaense. Destaca-se pela área construída de 154 mil m² distribuídos em três pisos, sendo o centro de compras com maior mix do sul do país. O shopping possui 350 lojas, entre âncoras e satélites, praça de alimentação com mais de 30 opções de fast-food, Boulevard com 10 restaurantes, além de oito salas multiplex de cinema UCI e sala IMAX – que também faz parte do Grupo Tacla e possui a maior tela do Brasil. Sua estrutura foi planejada para garantir o conforto dos mais de 1,5 milhão de clientes que passam pelo empreendimento todo mês. Mais informações em: https://palladiumcuritiba.com.br 

Sobre o Grupo Tacla Shopping

Conglomerado com mais de 80 anos de tradição, experiência no varejo e referência no setor em todo país, o Grupo Tacla possui oito empreendimentos nos estados do Paraná, Santa Catarina e São Paulo, sendo eles: Catuaí Palladium Foz do Iguaçu (PR), Jockey Plaza Curitiba (PR), Palladium Curitiba (PR), Palladium Ponta Grossa (PR), Ventura Shopping Curitiba (PR), Itajaí Shopping (SC), Porto Belo Outlet Premium (SC) e Shopping Cidade Sorocaba (SP). Outras duas operações estão em fase de construção no Paraná: CityCenter Outlet, em Campo Largo e Palladium Umuarama. Mais informações em: http://www.taclashopping.com.br 

BNDES anuncia linha de crédito para setor de saúde

Setor de diagnósticos no Brasil é composto por muitas pequenas empresas que não contam com caixa suficiente para garantir suas necessidades financeiras por tantos meses

A pandemia do novo coronavírus desestabilizou muitas empresas do setor de diagnóstico ao gerar medo nos pacientes e cancelar exames eletivos. Conforme já apontado pela Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica (Abramed) a ociosidade dos laboratórios e das clínicas de diagnóstico por imagem chega, respectivamente, a 70% e 90%, o que consolida um cenário preocupante.

“Nosso setor de diagnósticos no Brasil é composto por muitas pequenas empresas que não contam com caixa suficiente para garantir suas necessidades financeiras por tantos meses”, comenta Priscilla Franklim Martins, diretora-executiva da Abramed, lembrando que as grandes empresas também sofreram rupturas, fecharam unidades e seguem na luta pela manutenção de seus serviços.

A fim de ampliar as possibilidades às suas associadas, a Abramed, ao lado de outras entidades do setor, pleiteou, por intermédio da Secretaria Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade do Ministério da Economia (SEPEC), uma nova linha de crédito livre. Necessidade que foi atendida pelo BNDES. 

SOBRE A ABRAMED

Fundada em 2010, a Associação Brasileira de Medicina Diagnóstica – ABRAMED, surgiu num momento de transformações no sistema de saúde brasileiro, entre elas a consolidação de um novo perfil empresarial e o estabelecimento de regulamentações determinantes para o futuro da medicina diagnóstica no país. Esse cenário foi propício para que as empresas com atuação de ponta no país vislumbrassem os benefícios de uma ação integrada em torno da defesa de causas comuns.

A ABRAMED expressa também a visão de um setor de grande relevância socioeconômica, cujo desempenho tem impacto significativo sobre a saúde de parcela expressiva da população.

Segundo dados da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), nada menos do que 50 milhões de brasileiros são beneficiários potenciais dos serviços disponibilizados pelo setor.

Como instrumento aglutinador de um segmento que mobiliza uma vasta cadeia de valor, a ABRAMED verbaliza os anseios de seus associados, atuando no diálogo com instituições públicas, governamentais e regulatórias, buscando contribuir para o debate nacional sobre saúde e influenciar na adoção de políticas e medidas que levem em conta a relevância da medicina diagnóstica para a população do país. A representatividade da ABRAMED se traduz ainda na parceria com a comunidade científica e no diálogo com as demais entidades do setor e com a sociedade civil.

A ABRAMED conta com associados, que, juntos, respondem por mais de 60% de todos os exames realizados pela saúde suplementar no país. Essas empresas também são reconhecidas por sua qualidade na prestação de serviços, pela excelência tecnológica e pelas práticas avançadas de gestão, inovação, governança e responsabilidade corporativa.

DEHLI Comnicação Empresarial

Medidas de desburocratização se tornam ainda mais importantes durante a crise

Com empresas correndo os riscos de encerrar as atividades neste período de pandemia, melhorar o ambiente de negócios é fundamental

A FecomercioSP sempre promove ações em prol de um ambiente mais oportuno aos negócios, seja com apoio a projetos relevantes para as empresas, seja com propostas de autoria própria visando à redução da burocracia em diversas frentes. Esses planos atacam diretamente o longo prazo necessário para se abrir uma empresa e ainda trazem simplificações profundas no sistema tributário, de modo a reduzir o peso do Estado sobre as gerações de emprego, renda e investimentos.

Em meio à crise causada pela pandemia de covid-19, essas mudanças no sistema se tornam ainda mais necessárias. Assim, a Federação vê como muito positiva a Resolução 57/2020, do Comitê para Gestão da Rede Nacional para Simplificação do Registro e da Legalização de Empresas e Negócios (CGSIM), a qual uniformiza todas as regras referentes às classificações das atividades que dispensam a necessidade de vistoria, alvará, licença de funcionamentos, conforme à designação dos riscos.

A resolução permitiu o desenvolvimento de atividade econômica de baixo risco sem a necessidade de atos públicos de liberação. Dessa forma, pequenos empresários podem seguir com seus negócios sem maiores amarras do Poder Público.

A medida ainda traz mudanças relacionadas à concessão do alvará de funcionamento provisório e ao licenciamento, sendo o primeiro o documento emitido pelos municípios para atividades de nível de risco médio ou risco moderado, que permitirá o início da operação do estabelecimento imediatamente após o ato de registro, sem a necessidade de vistorias prévias por parte dos órgãos e entidades licenciadores – basta o proprietário assinar o termo de ciência e responsabilidade.

Ainda no sentido de desburocratizar, a FecomercioSP também considera muito benéfico o Provimento 100/20, do Conselho Nacional de Justiça (CNJ), que institui o Sistema de Atos Notariais Eletrônicos (e-Notariado), de modo que os serviços prestados por todos os cartórios nacionais poderão ser realizados em plataforma online. Contudo, só terá acesso ao novo sistema, chamado “e-notariado”, quem tiver certificado digital – documento eletrônico com validade jurídica que permite a assinatura de documentos pela internet.

Para a Entidade, as ações são fundamentais no processo de redução da burocracia e pode contribuir para a melhoria da posição do País no relatório Doing Business, ranking global publicado anualmente pelo Banco Mundial que avalia as leis e as regulações que facilitam ou dificultam as atividades das empresas em 190 países. Atualmente, o Brasil se encontra na 124ª posição. Os indicadores que mais prejudicam o Brasil em 2019 foram: obtenção de alvarás de construção (170) e pagamento de impostos (184).

Sobre a FecomercioSP
Reúne líderes empresariais, especialistas e consultores para fomentar o desenvolvimento do empreendedorismo. Em conjunto com o governo, mobiliza-se pela desburocratização e pela modernização, desenvolve soluções, elabora pesquisas e disponibiliza conteúdo prático sobre as questões que impactam a vida do empreendedor. Representa 1,8 milhão de empresários, que respondem por quase 10% do PIB brasileiro e geram em torno de 10 milhões de empregos.

Fecomercio/SP

DIA DOS NAMORADOS COM LA PASTINA

Kits de produtos seleção La Pastina para preparar um menu completo
com harmonização deixarão a data mais especial

Uma imagem contendo no interior, mesa, itens, diferente  Descrição gerada automaticamente

O Dia dos Namorados, época em que os restaurantes ficavam lotados e quem não tivesse feito reserva com muita antecedência ficava sem mesa, este ano será bem diferente. Pensando nisso, a La Pastina vai levar até a sua casa toda a experiência de um menu completo para esse dia ficar ainda mais romântico e gostoso, com antepasto, prato principal e sobremesa, especialmente para comemorar a data a dois, cozinhando de uma maneira prática com produtos deliciosos e receitas surpreendentes.

Basta escolher uma das três opções de kits: Casal Mão na Massa, Casal Chef de Cozinha ou Casal Gourmet e pedir pelo Televendas La Pastina para receber em casa os produtos e a receita com o modo de preparo. E claro, já com o vinho para harmonizar. Tudo para um jantar a dois na data mais romântica do ano. Afinal, são esses momentos que ficam na memória!


A La Pastina preparou também kits de vinhos para presentear o seu amor em grande estilo, como a caixa com os vinhos Cono Sur Reserva Especial: Chardonnay, Cabernet Sauvignon e Pinot Noir (R$ 339,00), o DAL 1947 Magnum com bolsa de couro (R$ 559,00) e o Porto Croft Roêda Vintage 2015 com taças de cristal (R$ 569,00).

Uma imagem contendo comida  Descrição gerada automaticamente

Além disso, outros 800 itens entre vinhos e alimentos podem ser encontrados no Televendas La Pastina Em Sua Casa.
As entregas são feitas para todo o Brasil, com frete grátis para a Grande São Paulo para pedidos acima de R$ 300,00. Entregas em até 4 dias úteis (este prazo pode sofrer alterações).

TELEVENDAS LA PASTINA EM SUA CASA

Tel.: (11) 4003-4866|Whatsapp (11) 97636-5237
televendas@lapastina.com

Catálogo completo em: www.lapastina.com/catalogo
Instagram: @lapastina_import

Flores de corte variadas em buquês são a aposta do setor para o Dia dos Namorados

Enquanto as flores e plantas em vasos conseguiram chegar ao patamar médio de recuperação de 70% das vendas em relação ao ano passado, os produtores das flores cortadas, as mais utilizadas na decoração pelo setor de eventos, ainda contabilizam vendas muito abaixo da média, se comparadas ao mesmo período em 2019. A expectativa agora é com relação ao Dia dos Namorados, uma data muito aguardada pelo setor por fomentar, principalmente, as vendas de buquês.

O setor nacional da floricultura aguarda com expectativa o Dia dos Namorados. A data será um grande estímulo para promover o consumo de flores de corte, cujos produtores continuam sendo os mais prejudicados desde que todos os eventos – festas, casamentos, formaturas, corporativos, etc. – tiveram que ser cancelados devido ao confinamento social decretado para a contenção da Covid-19. Enquanto os produtores de flores e plantas em vasos conseguiram, após muito esforço, retomar parte das vendas, as flores cortadas – mais cotadas para arranjos florais, decoração e buquês – não conseguiram ainda atingir a metade do que era vendido no mesmo período do ano passado. De acordo com o Ibraflor – Instituto Brasileiro de Floricultura -, as vendas ainda estão muito abaixo do esperado, entre 40% e 45% menores na comparação com o mesmo período de 2019.

Tradicionalmente, no Dia dos Namorados, as rosas são as flores de corte mais procuradas pelo público. Geralmente, elas já garantem boas vendas nessa data. A demanda por rosas vermelhas e amarelas, inclusive, chega a ser maior do que a oferta, ocasionando também o abastecimento do mercado com produtos vindos de outros países. Este ano, devido à alta do dólar, além da demanda natural do período, houve também a diminuição no volume de produção das rosas vermelhas, principalmente, devido à pandemia. O conjunto de todos estes fatores resultou em uma elevação surpreendente nos preços das rosas, chegando a superar R$ 5,00 por haste em alguns momentos. Para ter uma ideia dessa alta, o aumento chegou a cerca de 170% em relação ao patamar alcançado em 2019, nesta época. Por isso, produtos diversificados como as alstroemérias, crisântemos, ásters, lírios, callas, gypsophilas, lisianthus, tulipas e novidades como o pacová e a cinerária marítima, entre tantos outros, são boas alternativas para compor os ramalhetes e garantir o clima de romance.

“O Dia dos Namorados não deverá ser tão bom em vendas, como foi o Dia das Mães. Mas, esperamos que as vendas atinjam um percentual próximo a 80% do faturamento na mesma data do ano passado”, comenta Renato Optiz, diretor do Ibraflor – Instituto Brasileiro de Floricultura. “Acreditamos que a antecipação dos feriados em São Paulo, no mês passado, ajudará o setor. O dia 11, véspera do Dia dos Namorados, seria feriado, o que poderia atrapalhar as vendas. No entanto, as floriculturas poderão funcionar a semana toda e ter uma maior expectativa de vendas”, informa Renato. De acordo com o Ibraflor, o Estado de São Paulo representa 40% de todas as vendas realizadas no Brasil, das quais a metade na Grande São Paulo e os outros 50% no interior.

Campanha

Para estimular o consumo das flores de corte em geral, a Cooperativa Veiling Holambra, uma das mais importantes dentro do segmento e responsável por boa parte do comércio de flores e plantas ornamentais em todo o Brasil, lançou a campanha “Declare todo o seu amor com flores”, trazendo como temática a diversidade dos relacionamentos. Representados através dos buquês, a mescla de gêneros harmonizam com flores em suas mais diversas variedades, cores, formas e texturas.

“Juntos, somos mais leves, mais alegres, mais felizes. Aproveitamos uma data que remete ao amor para promover a tolerância e o respeito ao próximo, à diversidade e aos desiguais”, explica Thamara D`Angieri, gerente de Marketing da Cooperativa Veiling Holambra sobre a Campanha. “Como as flores são presentes que emocionam, misturamos as variedades em buquês para mostrar que, onde há harmonia, é a beleza do conjunto que se destaca, e não a beleza individual. As flores nos ensinam como é possível harmonizar as diferenças. Por isso escolhemos destacar as diversas formas de amor, valorizando a afeição e o sentimento sem preconceitos e discriminações. Afinal, não tem nada mais emocionante do que demonstrar o amor com uma flor”, considera Thamara.  

Ateliê de Notícias

Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais da UFSCar inscreve até 1/7

Programa, que completou 40 anos em 2019, tem excelência internacional

O Programa de Pós-Graduação em Ciência e Engenharia de Materiais (PPGCEM) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está com inscrições abertas para pessoas interessadas em cursar mestrado acadêmico e doutorado (com e sem título de mestre). O Programa é considerado de excelência internacional pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), tendo recebido o conceito 7 (nota máxima) ininterruptamente desde a avaliação do triênio 1998-2000.
As inscrições devem ser efetuadas até o dia 1º de julho, por meio de formulário eletrônico disponível no site do PPGCEM, em www.ppgcem.ufscar.br, onde também estão os editais e demais informações sobre os processos seletivos.
O PPGCEM tem 35 docentes credenciados, atuantes em 18 linhas de pesquisa. Até dezembro de 2019, o Programa já havia formado 879 mestres e 412 doutores. Mais informações no site do Programa.

UFSCar

Programa de Pós-Graduação em Física da UFSCar seleciona para bolsas de mestrado e doutorado

Inscrições vão até o dia 16 de junho

O Programa de Pós-Graduação em Física (PPGF) da Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) recebe inscrições até 16 de junho em processo seletivo para bolsas de mestrado e doutorado para implementação no segundo semestre de 2020. O processo é destinado tanto a alunos já regularmente matriculados no Programa e ainda sem bolsa quanto a novos candidatos.
O edital com cronograma, procedimentos e documentação necessária, dentre outras informações, deve ser consultado no site do PPGF (em www.ppgf.ufscar.br). Dentre outras exigências, constam o aceite de orientador credenciado junto ao PPGF e a realização do Exame Unificado de Pós-Graduações em Física (EUF). Todo o processo de inscrição será realizado online.
Caso não haja mudanças nas políticas atuais das agências de fomento, a previsão é de distribuição de cinco bolsas de mestrado (da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – Capes) e uma de doutorado (do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq).

UFSCar