Gartner diz por que as empresas devem abraçar a diversidade de gênero nas funções de segurança e gerenciamento de riscos

Analistas exploram o tema durante a Conferência Gartner Segurança e Gestão de Risco 2019, que acontece nos dias 13 e 14 de agosto, em São Paulo

Pesquisas do Gartner, Inc., líder mundial em pesquisa e aconselhamento para empresas, indicam que, atualmente, para cada 100 executivos de segurança e gestão de risco no mercado, apenas 25, em média, são mulheres. A boa notícia é que, como os benefícios da diversidade estão sendo mais percebidos a cada dia, esse número tende a aumentar em quase 15% nos próximos anos.

“Embora esse cenário nos exija uma leitura bastante sóbria, podemos dizer que o fluxo geral de mão de obra está caminhando para uma relação homem-mulher mais equilibrada, o que significa que, com o tempo, é provável que haja mais líderes femininas no mercado”, afirma Roberta Witty, VP Analyst do Gartner.

Para avaliar este ambiente, o Gartner realizou a Pesquisa Diversidade de Gênero em Segurança e Gestão de Risco, que explorou como a diversidade de gênero afeta a capacidade de uma organização de gerenciar seus objetivos nessa área.

Entre os principais resultados, o levantamento indica que equipes com maior diversidade de gênero superam em cerca de 50% a performance observada em grupos mais homogêneos e menos inclusivos. A pesquisa descobriu que os líderes de equipes de tecnologia mais inclusivas eram mais propensos a dizer que suas equipes superavam os grupos de trabalho não-inclusivos em todas as sete medidas estudadas, incluindo a implementação de novas ideias e a tomada de decisões oportunas.

Outro ponto importante é que a exposição precoce às disciplinas de segurança e gestão de risco é um fator importante para desenvolver candidatos mais qualificados, além de contribuir para a equidade de gênero. Por isso, o Gartner recomenda que as empresas direcionem esforços às mulheres enquanto ainda estão na escola para atraí-las para a carreira em segurança e gestão de risco.

“As organizações podem ganhar mais ao aumentar o fluxo geral de mão-de-obra para segurança e gestão de risco, estabelecendo parcerias com instituições de ensino fundamental, médio e superior para apresentar a carreira para mulheres jovens”, diz Witty. “Não se concentre apenas em programas educacionais técnicos. É possível abordar programas acadêmicos de outras linhas para garantir que as mulheres entendam o valor de uma carreira na área de segurança cibernética”.

Isso é importante, pois, de acordo com a pesquisa, as mulheres acham que as profissões de segurança e gestão de risco são excelentes carreiras. Por outro lado, é necessário realizar esforços concentrados para mantê-las neste mercado; caso contrário, as mulheres podem deixar suas posições para encontrar um ambiente de trabalho mais transparente, inclusivo e solidário em outros lugares e setores.

Os líderes entrevistados acreditam que patrocinar e orientar mulheres de alto potencial irá melhorar o recrutamento e a retenção de talentos femininos na gestão de segurança e risco. As forças-tarefa de diversidade são extremamente importantes, mas é preciso ir além da contratação e aplicar treinamentos obrigatórios de diversidade, testes de trabalho e sistemas de queixas que sejam benéficos para consolidar a diversidade organizacional.

Implementar práticas de recrutamento que abracem a diversidade de gênero, treinamentos dedicados a mitigar a discriminação e usar práticas de retenção que promovam as mulheres à liderança e às posições executivas são essenciais. Além disso, o Gartner indica a promoção de práticas de equilíbrio entre a vida pessoal e profissional, como horários de trabalho flexíveis, como um diferencial competitivo que pode melhorar a retenção e o recrutamento de mulheres no mercado de trabalho.

As pessoas querem trabalhar onde sabem que serão aceitas e respeitadas por sua formação, habilidades e conhecimento únicos. É uma situação de ganha-ganha para todas as partes. Esses esforços irão contribuir com a maioria das organizações que vão exceder suas metas financeiras até 2022, equipando os times da linha de frente da tomada de decisão com uma cultura de diversidade e inclusão.

Pesquisas completas sobre o tema serão apresentadas durante a Conferência Gartner Segurança e Gestão de Risco 2019, que acontece nos dias 13 e 14 de agosto, em São Paulo. Considerado um dos principais encontros corporativos da América Latina, o evento reunirá analistas e especialistas do mercado para apresentar o cenário de segurança digital e como os líderes podem avançar em suas estratégias de proteção e gerenciamento de riscos.

Interessados em participar do evento devem contatar o Gartner pelo e-mail conferencias.brasil@gartner.com, pelos telefones (11) 5632-3109 e 0800 774 1440, ou pelo site http://www.gartner.com/pt-br/conferences/la/security-risk-management-brazil.

Sobre o Gartner

            O Gartner, Inc. (NYSE: IT) é a principal empresa de pesquisa e consultoria do mundo e membro do S&P 500. Fornecemos aos líderes de negócios insights, conselhos e ferramentas indispensáveis para alcançarem suas prioridades em missões críticas e para desenvolverem organizações de sucesso no futuro. Nossa combinação incomparável de pesquisas lideradas por especialistas e orientadas por profissionais e baseadas em dados aconselha os clientes para a tomada de decisões corretas sobre os assuntos que mais importam. Somos confiáveis como um recurso de apoio e parceiro crítico para mais de 15.000 empresas, em mais de 100 países – por meio de todas as principais funções e para todos os tipos de empresa. Para saber mais como ajudamos executivos com poder de decisão a impulsionarem o futuro dos negócios, visite: www.gartner.com.

Planin – Assessoria de Imprensa e de Comunicação do Gartner

Angélica Consiglio, Beatriz Imenes e equipe – www.planin.com

Contatos: Caroline Belleze, Sabrina Andrade e Thelma Kai

Tel.: (11) 2138-8920. E-mail: gartner@planin.com

O SUSE Manager 4 torna a transformação de TI mais econômica e segura, simplifica o gerenciamento do “Edge” para o núcleo e a nuvem

Com versão adaptada ao varejo, SUSE Manager for Retail 4 oferece gerenciamento de infraestrutura open source

São Paulo, 9 de agosto de 2019 – À medida que mais empresas buscam a transformação para uma infraestrutura mais ágil, aproveitando a tecnologia híbrida de várias nuvens, a necessidade de um gerenciamento de infraestrutura simplificado e centralizado continua a crescer. A SUSE®, pioneira em software livre, lançou uma grande atualização, anunciou hoje a disponibilidade do SUSE Manager 4 e do SUSE Manager 4 para varejo, soluções de gerenciamento de infraestrutura de código aberto. Isso ajuda as operações de TI da empresa e as equipes de DevOps a reduzir a complexidade e a recuperar o controle dos ativos de TI, independentemente de onde estejam, aumentar a eficiência e, ao mesmo tempo, cumprir as políticas de segurança e otimizar as operações por meio da automação para reduzir custos.

“Rumo à transformação, as empresas buscam uma infraestrutura mais ágil. Por isso, a SUSE ajuda seus clientes a adotarem a infraestrutura definida por software, para que possam continuar inovando, competindo e crescendo no mercado atual. Também fornecemos as ferramentas necessárias para operar ambientes mistos eficientemente”, afirma Daniel Nelson, vice-presidente de Produtos e Soluções da SUSE. “O SUSE Manager gerencia sistemas físicos, virtuais e containerizados a partir de uma única central”.

Como um componente-chave de uma infraestrutura definida por software, o SUSE Manager 4 permite que os clientes:

  • Reduzam os custos e simplifiquem o gerenciamento aprimorado do ciclo de vida do conteúdo, que facilita a movimentação e o gerenciamento de pacotes em todo o ciclo de DevOps. O gerenciamento de máquinas virtuais, com automação nativa do Salt, permite o gerenciamento quase em tempo real de centenas de servidores;
  • Aumentem a disponibilidade e a visibilidade com recursos ampliados de monitoramento e alerta baseados na ferramenta Prometheus. Isso permite que os clientes identifiquem e resolvam problemas em menor tempo;
  • Utilizem uma infraestrutura definida por código nativo, por meio do Salt, tornam mais fácil do que nunca instalar, configurar e manter em conformidade o landscape de SAP HANA.
  • Reduzam a complexidade com uma única ferramenta para gerenciar qualquer servidor Linux na sua infraestrutura, em qualquer plataforma de hardware Enterprise, de dispositivos de IoT e até para o seu ambiente Kubernetes, não importa onde esteja localizado – em seu datacenter, um terceiro datacenter ou na nuvem.

“As empresas valorizam o acesso à inovação fornecido por tecnologias open source, como o Linux. Organizações que dependem de várias distribuições Linux enfrentam, muitas vezes, inúmeros desafios de gerenciamento, à medida que aumentam a complexidade e a escala de seus ambientes corporativos. A conformidade e o controle consistentes e automatizados são particularmente importantes para manter os níveis de desempenho e segurança exigidos pelos aplicativos de missão crítica que atendem a um grande número de usuários finais”, diz Mary Johnston Turner, vice-presidente de pesquisa de Gerenciamento de Nuvem da IDC.

SUSE Manager for Retail 4

O SUSE Manager for Retail oferece gerenciamento de infraestrutura open source otimizado e adaptado especificamente para o setor de varejo, com todas funcionalidades apresentada pelo SUSE Manager 4 e mais funcionalidades para as demandas de infraestrutura do mercado de varejo, permitindo a padronização de centena de pontos de atendimento, quiosques e pontos de venda. Permite os clientes reduzir os custos, otimizar operações e garantir a conformidade em toda a infraestrutura de TI no varejo. 

De mainframe e clusters de HPC, servidores bare metal e máquinas virtuais, terminais de ponto de serviço, quiosques, sistemas de autosserviço em distribuição Linux, o SUSE Manager for Retail 4 foi projetado para ajudá-lo reduzir custos, otimizar operações e garantir a conformidade em toda a sua infraestrutura de TI enquanto reduz a complexidade e recupera o controle.

Como um componente-chave de uma infraestrutura definida por software para o varejo, o SUSE Manager for Retail permite que os clientes:

  • Criar, implantar e manter imagens de forma central para os pontos de serviços;
  • Implantar atualizações de software nos pontos de serviços;
  • Gerenciar todas as configurações por infraestrutura por código nativo, Salt;
  • Automatizar o monitoramento, rastreamento e relatórios de sistemas;
  • Utilizar uma segurança mais forte para evitar a perda de dados;
  • Manter a conformidade no seu ambiente de ponto de serviço;
  • Pesquisar o status de conformidade dos sistemas em relatórios vulnerabilidades;
  • Manter uma loja totalmente gerenciada, atualizada e um ambiente compatível, com carga limitada na largura de banda disponível entre a loja e um local de gerenciamento central.

O SUSE Manager 4 já está disponível e as imagens também estão disponíveis no Amazon Web Services (AWS), no Google Cloud Platform e no Microsoft Azure. Para obter mais informações sobre o SUSE Manager 4 e o SUSE Manager for Retail 4, acesse www.suse.com/susemanager e www.suse.com/pt-br/products/suse-manager-retail/.

Sobre a SUSE

A SUSE, pioneira em software open source, fornece soluções confiáveis e interoperáveis de Linux, infraestrutura de nuvem e armazenamento que dão às empresas maior controle e flexibilidade. Com mais de 25 anos de excelência em engenharia, um serviço excepcional e um ecossistema de parceiros sem igual, a SUSE fornece produtos e suporte que ajudam os clientes a gerenciar a complexidade, reduzir custos e fornecer serviços essenciais com confiança. Os relacionamentos duradouros que a companhia construiu permitem adaptar e entregar a inovação mais inteligente que os clientes precisam para ter sucesso hoje e amanhã. Para obter mais informações, visite www.suse.com.

Informações para a Imprensa:

VIANEWS Hotwire

Tel.: (11) 4780-9720

Raquel Cruz – raquel.cruz@vianews.com.br

Allyne Pires – allyne.pires@vianews.com.br 

Dia do Advogado | Livros de Direito com desconto e muito mais

https://www.livrariaunesp.com.br/livros-com-desconto/dia-do-advogado
https://www.livrariaunesp.com.br/livros-com-desconto/dia-internacional-povos-indigenas
https://www.livrariaunesp.com.br/livroscomdesconto/editora-vozes
https://www.livrariaunesp.com.br/livroscomdesconto/editora-vozes

Descontos válidos na livraria virtual, www.livrariaunesp.com.br
e na loja física, 
Praça da Sé, 108 – Centro – São Paulo
Frete não incluso. Promoção não cumulativa.

Segmento de educação apresentou o segundo melhor crescimento no balanço 2º Tri de 2019 do franchising

Maple Bear

Olá, boa tarde, tudo bom?

A coletiva de imprensa promovida hoje cedo pela Associação Brasileira do Franchising revelou que o segmento de educação apresentou o segundo melhor crescimento no faturamento no 2º Tri de 2019. Com um aumento de 8,7%, o número revela o aumento do índice de confiança do consumidor nesse período, que se sente mais confortável para fazer investimentos a longo prazo, como os serviços educacionais. Ainda na coletiva, o presidente da ABF, André Friedheim, frisou o surgimento de escolas bilíngues e internacionais no franchising, que trouxeram know how e expertise para o mercado. 

Na Markable, atendemos três redes que ilustram muito bem esse número. Com 125 escolas em atuação pelo país e cerca de 60 em fase de implementação, a Maple Bear, rede de origem canadense e adquirida pelo grupo SEB – Sistema Educacional Brasileiro – em 2017, foi a primeira a franquear o ensino regular no Brasil. Para 2019, o objetivo é concluir o ano com mais 25 escolas e cerca de 25 mil alunos matriculados. 

Além desta, a The Kids Club é uma rede que investiu no modelo home based, com valor de investimento mais acessível, e mira as cidades menores, tanto do interior quanto litoral, onde o ensino do idioma tem maior defasagem. A rede oferece uma metodologia própria para crianças de de 18 meses a 12 anos e hoje conta com 70 franqueados. A perspectiva para 2019 é manter o crescimento na faixa de 15%. 

Por fim, mas não menos representativa, atendemos a Park Idiomas, uma rede de escolas de inglês e espanhol totalmente diferente das demais. Colorida e focada na geração millenium, traz um método inovador, que instiga o aprendizado de maneira espontânea e natural, conquistando a fluência em 140 horas. De olho na crescente demanda e buscando atender novas oportunidades do setor, que cresce fora do eixo Rio-São Paulo, onde existe uma demanda espontânea e crescente de novos clientes/alunos. Hoje são 72 unidades e uma perspectiva de chegar a 300 em 4 anos.  

Markable Comunicação
Bruna Emanuela
bruna@markable.com.br
(11) 4329-2418
(11) 99334-2418

Casa de Bolos anuncia novos produtos para os quiosques Bolo Caseiro no Pote

Casa de Bolos

Bolo de Maçã com Castanhas uma das especialidades da rede

A Casa de Bolos, pioneira no segmento de bolos caseiros, anuncia mais uma grande novidade para a rede de subfranquia Bolo Caseiro no Pote. Agora, os quiosques passam a oferecer também uma seleção dos bolos caseiros mais vendidos nas lojas da rede: Banana com Canela, Fofinho Chocolate, Iogurte e Fubá, por apenas R$ 9,90 cada e, os deliciosos Milho, Fubá com Goiabada e Maçã com Castanhas, por R$ 11,90 cada um. 

Com a inclusão destes novos produtos, os quiosques Bolo Caseiro no Pote  passam a ter, além dos 15 deliciosos sabores vendidos no potinho, as versões dos mini bolos caseiros produzidos de forma 100% artesanal, livres de conservantes e de massa pronta, feitos com frutas de verdade.

“Desde que criamos os quiosques Bolo Caseiro no Pote em 2015, estamos sempre avaliando as oportunidades para incrementar a nossa atividade e otimizar o tempo dos consumidores, que em meio a agitação das grandes cidades, procuram por locais que possam adquirir um produto de qualidade, seja para consumir no ato ou levar para casa”, declara Rafael Ramos, diretor de marketing da Casa de Bolos.

SOBRE A CASA DE BOLOS

Criada com muito carinho pelas mãos talentosas da Vó Sônia em parceria com seus filhos, a Casa de Bolos é pioneira no segmento de bolos caseiros. Contando com 350 unidades pelo país e mais 20 em fase de abertura, a rede mantém uma rigorosa qualidade dos bolos oferecidos.

Natural de Ribeirão Preto, mãe e filhos começaram o negócio num pequeno salão no centro da cidade e, com o sucesso da loja, optaram pelo modelo de franquias. Hoje, a Casa de Bolos tem no cardápio mais de 70 sabores, incluindo versões diet, integral, funcional, Bolo Caseiro no Pote e bolos baby.

Oferece também tortas, cucas e bolos de aniversário. Mais informações: casadebolos.com.br

Markable Comunicação
Marcia Cristina
Assessora de Imprensa
marcia@markable.com.br
(11) 4329-2418 / (11) 4329-2419
(11) 99334-2418

Saiba como enfrentar períodos de crise sem ir à falência

Caro Empresário,

Ter um negócio próprio é o sonho de muitos brasileiros, mas sabemos que muitas empresas acabam fechando antes de completar 3 anos. Não basta ter uma grande idéia de negócio, um produto muito bom, um serviço diferenciado. É necessário ter uma boa organização financeira para que sua empresa se mantenha saudável e seja capaz de enfrentar períodos de crise sem ir à falência.

Concentrar os esforços todos apenas em produzir e vender, sem fazer um bom planejamento financeiro para gerenciar sua empresa pode colocar todo seu investimento a perder.

Pensando nesta questão realizaremos o curso CONTABILIDADE E FINANÇAS PARA EMPRESÁRIOS – PRÁTICA EM GESTÃO DE NEGÓCIOS com o objetivo de estabelecer junto aos participantes uma sistemática de administração envolvendo os princípios da contabilidade e finanças, com a finalidade de contribuir na tomada de decisão e crescimento das Empresas.

23 DE AGOSTO DE 2019 / DAS 9H ÀS 18H / SÃO PAULO – SP

INVESTIMENTO IMPERDÍVEL POR TEMPO LIMITADO

PAGAMENTO EM ATÉ 3X SEM JUROS NO CARTÃO DE CRÉDITO

Para efetuar inscrições ou obter mais informações, favor entrar em contato através dos Fones 11 4702-4379 / 11 9 9113-8357 / 11 9 7745-1251 Whatsapp. Se preferir envie um e-mail para davi@albtreinamentos.com.br

Aguardamos seu contato.

Alb Educação Corporativa

PMA de Anaurilândia apreende 1 km de redes de pesca e liberta 18 kg de peixes dos petrechos ilegais

Campo Grande (MS) – Em fiscalização ambiental no lago da usina Sérgio Motta, no município de Anaurilândia, no rio Paraná, Policiais Militares Ambientais do Grupamento de Porto Primavera, apreenderam nesta quinta-feira (8.8) e na madrugada e manhã de sexta-feira (9), 15 redes de pesca (petrecho proibido) armadas no lago, medindo 1.080 metros.

Os petrechos ilegais estavam armados a menos de 1.000 metros da barragem, que é local proibido à pesca, mesmo com petrechos permitidos. Os infratores que armaram os petrechos não foram encontrados e nem identificados. Durante a retirada dos petrechos ilegais realizada pelos Policiais, foram soltos mais 18 kg de pescado das espécies curimbatá, piavuçu e outras que estavam vivos e presos às redes.

A manutenção da fiscalização e retirada desses petrechos precisam ser constantes, tendo em vista o grande poder de captura deste tipo de petrecho ilegal. A retirada desta quantidade de redes dos rios impede a degradação dos cardumes.

Assessoria de Comunicação da Polícia Militar Ambiental (PMA)

Piloto da Stock Car participa de blitz e convida motorista para volta no Autódromo de Campo Grande

Campo Grande (MS) – O piloto da Stock Car, Lucas Foresti, participou na última quinta-feira (8), de uma blitz diferente promovida pelo Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso do Sul) em Campo Grande. Além da conscientização no trânsito em função do Dia Nacional do Pedestre, o piloto escolheu um motorista para dar uma volta com ele de safety car, no Autódromo Internacional de Campo Grande.

“É super importante ajudar na conscientização dos motoristas e contribuir para um trânsito melhor. Nós pilotos temos que dar exemplo lembrando que lugar de corrida é na pista. Hoje tenho essa consciência e quero passar um pouco da minha experiência para os demais motoristas”, comentou Lucas Foresti.

O escolhido para o passeio, foi o estudante de direito, Arthur Vasques, que nunca tinha entrado no autódromo da cidade. “É uma oportunidade única. Não pensei duas vezes quando me perguntaram”, comentou.

Ao desembarcar do “passeio radical”, o acadêmico que seguia para casa quando foi abordado na blitz, se disse muito entusiasmado com as duas voltas. “Agora me segurem lá em casa, pois vou passar a semana toda contando que andei num stock à 210 quilômetros por hora”, brincou.

Para o chefe de fiscalização do Detran-MS, André Canuto, que acompanhou toda a operação, a mensagem que fica é só uma: “Lugar de altas velocidades é nas pistas de corrida e não no trânsito”.

A Stock Car desembarca em Campo Grande para a disputa da sexta etapa da temporada 2019 neste final de semana. O agito na Capital já começa nesta sexta-feira (9) com a disputa de Pit Stop com o carro de corrida e presença de pilotos.

A ação foi realizada pelo Detran-MS e contou com o apoio do BPMtran (Batalhão da Polícia Militar de Trânsito).

Viviane Freitas- Departamento de Trânsito de MS – Detran/MS

MS no Campo desta semana destaca os novos investimentos na agricultura familiar

Campo Grande (MS) – O compromisso do Governo do Estado em fortalecer a agricultura familiar é mais uma vez destaca no programa MS no Campo. Nesta semana, o governador Reinaldo Azambuja entregou, para trinta e duas cidades de Mato Grosso do Sul, 16 patrulhas mecanizadas completas, compostas de 16 itens, além de 45 implementos.

Adquiridos com recursos dos governos federal e estadual, de emendas individuais e de bancada, os equipamentos entregues somam mais de R$ 2,4 milhões. No total, o Governo já investiu R$ 36,1 milhões em equipamentos agrícolas. Desde 2015 já foram entregues 1.380 maquinários.

Ainda falando de agricultura familiar, o MS no Campo, traz uma reportagem sobre a produção de sementes pelas famílias de produtores do Assentamento Itamarati. Com recursos do Fadefe (Fundo de Apoio ao Desenvolvimento Econômico e de Equilíbrio Fiscal do Estado) agricultores querem expandir o projeto para atender 120 assentados e produzir 300 toneladas de sementes de milho, 150 toneladas de sementes de feijão e 50 toneladas de sementes de soja convencional.

Através do convênio firmado, nesta última semana, o governo do Estado repassará R$ 1,1 milhão à Prefeitura de Ponta Porã, que vai licitar a compra do maquinário necessário para a secagem, classificação e embalagem das sementes, e entregar à Cooperativa Agroindustrial do Assentamento Itamarati (Copaceres).

Semanalmente distribuído para aproximadamente cem emissoras de rádio parceiras de frequência FM, com alcance nos 79 municípios, o MS no Campo também é disponibilizado para download no portal oficial do Governo de Mato Grosso do Sul, Portal MS.

Nesta edição, de número 103, a produção e apresentação são da jornalista Katiuscia Fernandes com reportagens de Karla Tatiane, Bruno Chaves e Paulo Yafusso, e edição de Fernando Blank. O MS no Campo conta com apoio da Agência Estadual de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) e Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), ambas ligadas à Semagro. Ouça agora.

Katiuscia Fernandes – Subsecretaria de Comunicação (Subcom)

Regimento interno do Comitê Estadual para Refugiados, Migrantes e Apátridas de MS é aprovado

Campo Grande (MS) – O Comitê Estadual para Refugiados, Migrantes e Apátridas no Estado de Mato Grosso do Sul (CERMA/MS), órgão colegiado deliberativo, consultivo e fiscalizador dessas políticas públicas, ligado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast), teve seu regimento interno aprovado e publicado na edição desta sexta-feira (09.08) do Diário Oficial do Estado (DOE/MS). O documento traz pontos como composição, funcionamento e estrutura do comitê.

Na composição o CERMA/MS terá representantes de 12 entidades, como por exemplo, a Assembleia Legislativa de MS, Secretaria de Estado de Educação (Sed), Ministério Público Estadual (MPE/MS), Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) e Defensoria Pública da União (DPU). O CERMA/MS também contará, por meio do Governo do Estado,  com o apoio técnico e administrativo, bem como o local e infraestrutura necessários para seu pleno funcionamento.

Os membros do Comitê, ainda conforme a publicação, serão indicados pelos titulares dos respectivos órgãos e das Organizações da Sociedade Civil (OSC’s), mediante ofício direcionado à Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho, para posterior nomeação pelo governador do Estado.

A publicação completa pode ser conferida neste link ou a partir da página 7 do DOE/MS.

Leomar Alves Rosa – Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Assistência Social e Trabalho (Sedhast)

Foto: arquivo/Sedhast