Briga doméstica agita disputa pelo governo britânico

Publicado em 22/06/2019 – 14:55

Por Deutsche Welle (agência pública da Alemanha) Londres

A disputa pela sucessão do governo britânico foi abalada por uma briga doméstica neste fim de semana.

O jornal The Guardian informou hoje (22) que a polícia foi chamada ao lar do ex-ministro do Exterior britânico Boris Johnson, favorito à sucessão da premiê britânica, Theresa May, na madrugada de sexta-feira, depois de vizinhos terem ouvido uma barulhenta discussão entre ele e a namorada.

Boris Johnson, Inglaterra
REUTERS/Henry Nicholls

Boris Johnson e Carrie Symonds teriam brigado por causa de taça de vinho que caiu num sofá      (Henry Nicholls/Reuters/Direitos Reservados)

Policiais receberam a ligação à 0h24 (hora local). No telefonema, a denunciante disse ter ouvido gritos e estrondos e expressava sua preocupação com a segurança de uma mulher na vizinhança.

O jornal afirma que a parceira de Johnson, Carrie Symonds, foi ouvida gritando para Johnson frases como “saia de cima de mim” e “saia do meu apartamento”.

A polícia metropolitana de Londres confirmou ter sido chamada por um residente local, mas que “todos os ocupantes do endereço estavam bem e em segurança”.

Segundo a versão de um vizinho, Carrie Symonds repreendeu Johnson por ter manchado um sofá com uma taça de vinho e o acusou de não ter “cuidado com nada”, pois “ele não se importa com nada”.

Gritos na madrugada

O The Guardian garantiu ter tido acesso a uma gravação onde se ouve como Johnson se nega a deixar a casa e grita para sua parceira ficar longe do “maldito computador”, antes de ser ouvido um som alto de algo quebrando.

A notícia da briga doméstica ganhou as primeiras páginas dos jornais deste sábado, enquanto as casas de apostas ainda continuam considerando Johnson favorito para se tornar o novo primeiro-ministro britânico. Mas analistas alertam que o incidente pode comprometer suas chances.

Johnson se separou no ano passado da sua mulher, Marina Wheeler, após 25 anos de casamento e quatro filhos, depois de vir à tona seu relacionamento com Carrie, de 31 anos, que trabalha para o Partido Conservador. Este era o segundo casamento do político, que foi casado entre 1987 e 1993 com Allegra Mostyn-Owen.

O ex-ministro do Exterior disputa com o atual titular da pasta, Jeremy Hunt, a chefia do governo e a liderança do Partido Conservador.
Johnson garantiu recentemente seu lugar no segundo turno da escolha para o posto, sendo considerado o grande favorito.

Quem sair vitorioso, se torna automaticamente o sucessor de Theresa May.

A votação entre os dois, realizada durante quatro semanas entre os 160 mil afiliados do partido Conservador, deve ter seu resultado anunciado em 22 de julho. Edição: Kleber Sampaio Tags: Boris JohnsonpolíticaInglaterra

Bolsonaro diz que Legislativo quer deixá-lo como rainha da Inglaterra

  • Jose Cruz/Agência Brasil      Política


Ele se referia a projeto que limita suas indicações para agências

Publicado em 22/06/2019 – 14:27

Por Kelly Oliveira – Repórter da Agência Brasil Brasília

O presidente Jair Bolsonaro disse hoje (22) que o Poder Legislativo tem cada vez mais “superpoderes” e que quer transformá-lo em “rainha da Inglaterra”, que reina mas não governa.

“Querem me deixar como rainha da Inglaterra? Este é o caminho certo?”, questionou. Bolsonaro conversou com a imprensa na manhã de hoje no Palácio do Planalto, em Brasília, onde fez exames de rotina em um posto médico, antes de viagem para o Japão na próxima semana.

O presidente fez o comentário ao dizer que foi informado que a Câmara dos Deputados aprovou projeto de lei que torna a indicação de integrantes de agências reguladoras privativa do Parlamento. “Se isso aí se transformar em lei, todas as agências serão indicadas por parlamentares. Imagina qual o critério que vão adotar. Acho que eu não preciso complementar”, afirmou.

Sobre a viagem para o Japão, onde ocorrerá a reunião do G20, Bolsonaro disse que estarão presentes “vários líderes mundiais”, que querem fazer reuniões bilaterais. Ele disse que, junto com o presidente da Argentina, Mauricio Macri, tentará um encontro com o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump. No último dia 19, Bolsonaro adiantou que terá reunião privada com o primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe.

Reforma da Previdência

Sobre a reforma da Previdência, Bolsonaro disse que os investidores esperam pela aprovação para a volta da confiança. “[Em] todas as minhas andanças pelo mundo, parece que a palavra mágica passou a ser reforma da Previdência. Muita gente quer investir aqui. Gente de dentro do Brasil também.”

“Se a [reforma da] Previdência sair, nós voltamos a ter confiança, e os investimentos virão. E aí, atrás disso, vem emprego. O pessoal cobra de mim, [mas] quem emprega não sou eu. Eu emprego em cargo de comissão e quando faço concurso. E [o ministro da Economia] Paulo Guedes decidiu basicamente que poucas áreas terão concurso por que não tem como pagar mais”, afirmou.

Reeleição

Bolsonaro disse ainda que, se for feita uma “boa reforma política”, aceitaria acabar com a reeleição para presidente. Mas, sem essa reforma, Bolsonaro admitiu que pode concorrer à reeleição. “Se, em 2022, eu estiver razoavelmente bem, eu venho. Caso contrário, estou fora. Não existe bom governo com má economia. O Paulo Guedes está confiando que, ao entregar essa nova Previdência, a gente vai deslanchar na economia”, afirmou.

Após sair do Palácio do Planalto, Bolsonaro foi a um supermercado em Brasília, que costumava frequentar antes de ser eleito. Lá comprou xampus e cumprimentou clientes. Depois visitou clubes ligados às Forças Armadas. De volta ao Palácio da Alvorada, Bolsonaro cumprimentou eleitores.

À tarde, no palácio, Bolsonaro vai assistir ao jogo entre Brasil e Peru pela Copa América. Edição: Nádia Franco Tags: Jair BolsonaroPoder Legislativorainha da Inglaterrareforma da Previdência

Características do autismo são perceptíveis nos primeiros anos de vida

O Dia Mundial de Conscientização sobre o Autismo é celebrado todo dia 2 de abril

Unicef/ONU      Saúde


Publicado em 22/06/2019 – 13:32

Por Yara Aquino – Repórter da Agência Brasil Brasília

Atraso na fala, dificuldade de comunicação, falta de interação social e de contato visual são características comuns do transtorno do espectro do autismo perceptíveis já nos primeiros anos de vida.

Foi observando características semelhantes a essas que a professora Michele Barros descobriu que o filho tem autismo. Logo cedo, a mãe percebeu que o comportamento do pequeno Emanuel era diferente do das crianças da creche onde ele entrou com 6 meses. Emanuel chegou aos 2 anos sem falar, não apontava objetos, nem a comida quando estava com fome. Começou ter comportamentos repetitivos e não interagia com outras crianças.

“Fui notando coisas que eram diferentes. Ele não gostava de ir a lugar com barulho, ia a festas de aniversário e, na hora dos parabéns, tampava os ouvidos e chorava. A professora começou a notar também que, quando contava histórias, Emanuel estava andando, olhando para a parede, não participava de nada e tinha muitas rotinas. Queria ficar só acendendo e apagando a luz, abrindo e fechando a porta, não participava

[de atividades e brincadeiras]

com as outras crianças.”

Michele Barros, então, procurou especialistas para tratar do filho. Emanuel começou fazer vários tipos de terapia e, com pouco mais de um ano de tratamento, teve bons resultados. Hoje, com 4 anos, ele já fala frases, consegue demonstrar o que quer e brincar perto de outras crianças. “São muitas terapias, é pesado, mas é gratificante. Vemos que temos retorno do que estamos investindo.”

Na última terça-feira (18), Dia do Orgulho Autista, a Agência Brasil ouviu a história de Michele Barros e de outras pessoas que lidam com o transtorno para falar sobre o diagnóstico e o tratamento do autismo.

Diagnóstico

O diagnóstico do autismo é essencialmente clínico, feito por meio da observação do comportamento e com a participação de psicólogos, psiquiatras e neurologistas. Há três características principais a serem observadas no comportamento que podem indicar o autismo, explica a professora aposentada do Departamento de Psicologia Clínica da Universidade de Brasília, Izabel Raso Tafuri.

Uma das características é o atraso significativo da fala e da capacidade de comunicação da criança, ou seja, de se fazer entender e transmitir uma mensagem com frases. Há também  dificuldade de interação, o que leva a criança a se isolar, não conseguir brincar com as outras e se sentir excluída na sociedade. Outro traço são comportamento repetitivos, ritmados e obsessivos ou ritualísticos.

“Bebês com risco de desenvolver autismo geralmente não apresentam modulações na voz, não olham para as mães quando estão sendo amamentados e muitos não se aconchegam nos colos das mães”, explicou Izabel.

Os sintomas característicos dos transtornos do espectro do autismo estão presentes antes dos 3 anos de idade. Segundo a presidente do Movimento Orgulho Autista Brasil, Viviane Guimarães, o diagnóstico é possível por volta dos 18 meses. Quanto mais cedo o transtorno for diagnosticado, mais chances o autista tem de desenvolver autonomia e se tornar um adulto mais independente, afirma Viviane.

“Quanto mais cedo a gente conseguir diagnosticar, menos atrasos a criança vai ter. Nosso cérebro fecha alguns canais de aprendizagem com determinada idade. O ideal é iniciar uma intervenção antes dos 3 anos. Conseguindo fazer isso, a criança vai ter mais autonomia. Nós, do Movimento Orgulho Autista, trabalhamos em uma lei que fala da importância de ser diagnosticado antes dos 18 meses”, acrescenta Viviane. Ela tem um filho de 18 anos, Caio, que é autista. O diagnóstico correto de Caio veio apenas perto dos 13 anos, após ele ter passado por oito médicos.

Tratamento

Segundo Viviane, após a confirmação do autismo, é importante fazer avaliação com psicólogo, neuropsicólogo, para verificar o ponto que precisa ser mais trabalhado naquela criança. Ela aconselha as mães também procurarem informação. “Não acredite em tudo que você ouve, nem em qualquer tratamento. Procure o que tem comprovação científica, estude porque você é o principal apoio que seu filho vai ter durante toda a vida.”

A Associação de Amigos do Autista recomenda que, uma vez diagnosticado o autismo, uma equipe multidisciplinar avalie e desenvolva um programa de intervenção específico para cada criança já que existem diferentes graus de autismo e nenhuma pessoa com autismo é igual a outra.

“Os sinais de autismo que aparecem na tenra infância, até os 3 anos de idade, podem desaparecer significativamente se o tratamento for feito a termo e se não houver nenhuma doença neurológica associada ao quadro do autismo que pode trazer incapacidade para a criança”, explica Izabel Raso Tafuri.

Mãe de um autista que está com 41 anos, Marisa Furia Silva, que é vice-presidente da Região Sudeste da Associação Brasileira de Autismo, considera um grande desafio a ser enfrentado no tratamento do autismo a necessidade de um serviço público adequado para atender essa população ao longo da vida. “O autismo hoje não tem cura, e temos que fazer o máximo possível com os serviços gratuitos. O Sistema Único de Saúde [SUS] e as escolas têm que atender a população autista de forma correta, para que, assim, essas pessoas tornem-se adultos mais produtivos e independentes com atendimento diário.”

Com mais de 40 anos de convivência diária com o autismo na criação do filho, Marisa Furia diz que as famílias que vivem a mesma situação precisam enfrentar os desafios. “Não se desespere, tem que enfrentar e lutar para que essas crianças tenham as condições necessárias para se tornar adultos o menos comprometidos possível e tenham uma vida adequada e digna.”

No Dia do Orgulho Autista, em audiência pública, a Comissão de Direitos Humanos e Legislação Participativa (CDH) do Senado Federal discutiu o atendimento aos autistas no sistema público de saúde. Edição: Nádia Franco Tags: dia do Orgulho Autistatranstorno do espectro do autismodiagnósticotratamento

Venezuela vence Bolívia e se classifica em segundo no Grupo A

Publicado em 22/06/2019 – 18:49

Por Pedro Peduzzi – Repórter da Agência Brasil Brasília

A Venezuela garantiu a segunda colocação no Grupo A da Copa América 2019, ao vencer a Bolívia pelo placar de 3 a 1. Com o resultado, a seleção venezuelana chegou a 5 pontos – dois a menos do que o Brasil e um a mais do que o Peru, que terminou a primeira fase com 4 pontos. Já a Bolívia deixa a Copa América sem nenhum ponto ganho.

O primeiro gol venezuelano foi marcado por Machis, logo no primeiro minuto de jogo. Ele marcou também aos 9 do segundo tempo. O terceiro foi marcado por Martínez, aos 40 do segundo tempo.

O gol da Bolívia foi marcado por Justiniano, aos 37 do segundo tempo.

Disputado no estádio Mineirão, em Belo Horizonte, o jogo teve público pagante pequeno, de 4.640 pagantes e 7.106 não pagantes. Edição: Nádia Franco Tags: Copa AméricaEsportes EBCvenezuelaBolívia

Alemanha vence Nigéria por 3 a 0 e passa às quartas de final

Noruega e Austrália buscam outra vaga na próxima fase da Copa

Publicado em 22/06/2019 – 15:31

Por Agência Brasil Brasília

As alemãs confirmaram o favoritismo e, por 3 a 0, venceram as nigerianas em partida realizada neste sábado (22), no Estádio dos Alpes, em Grenoble, na França. Com isso, a seleção da Alemanha passoa para as quartas de final na Copa do Mundo 2019 Feminina, e a equipe da Nigéria fica fora da competição.

Futebol, Feminino, Alemanha, Nigéria

Schüller, autora do terceiro gol da Alemanha, na vitória sobre a Nigéria – Denis Balibouse/Reuters/Direitos Reservados

Os gols foram marcados por Alexandra Popp e Däbritz, de pênalti, no primeiro tempo, e Schüller, na etapa final. Alexandra Popp foi eleita pela Fifa a atleta destaque da partida.

Noruega e Austrália

Daqui a pouco, às 16h, a Noruega enfrenta a Austrália no Estádio de Nice.

A equipe vencedora enfrentará a seleção vencedora do duelo entre Inglaterra e Camarões. Edição: Nádia Franco Tags: Copa do Mundo 2019 FemininaEBC esportesAlemanhaNigériaNoruegaAustrália

Deputada federal vai depor sobre morte de marido

Publicado em 22/06/2019 – 15:31

Por Vladimir Platonow – Repórter da Agência Brasil Rio de Janeiro

A deputada federal Flordelis (PSD-RJ) vai depor à polícia, na próxima segunda-feira (24), sobre a morte de seu marido, o pastor Anderson do Carmo. O depoimento, segundo a assessoria da parlamentar, será na Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo, no Estado do Rio de Janeiro.

A delegada Barbara Lomba afirmou que todos os moradores da casa onde Anderson foi morto fazem parte da investigação.

“A deputada federal Flordelis comparecerá à Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo na segunda-feira para prestar depoimento como testemunha no caso do assassinato do pastor Anderson do Carmo. Embora, como parlamentar, a deputada tenha a prerrogativa de escolher o dia e o local do depoimento, ela decidiu aceitar o convite nos termos formulados pela polícia, porque tem o interesse de colaborar com as investigações”, informou, em nota, a assessoria da parlamentar.

Procurada, a Polícia Civil respondeu, também em nota, mas não confirmou o depoimento de Flordelis: “De acordo com a Delegacia de Homicídios, as investigações continuam em andamento, testemunhas e familiares estão sendo ouvidos e diligências sendo realizadas. Quanto à demanda exata [sobre o depoimento], ainda não temos informações”.

Um dos filhos do casal confessou ter matado Anderson, com seis tiros, mas a polícia continua investigando o caso para saber se há mais envolvidos no assassinato e quais seriam os motivos do crime.

O celular do pastor ainda não foi entregue às autoridades. Os policiais encontraram uma pistola na casa e verificaram os restos de um grande volume de material queimado no quintal do imóvel. Edição: Kleber Sampaio Tags: deputada federal Flordeliscrimepolíciaestado do Rio

Brasil joga bem, anima a torcida e goleia o Peru

Seleções disputam a liderança do Grupo A

Publicado em 22/06/2019 – 15:15 e atualizado em 22/06/2019 – 18:41 – REUTERS/Henry Romero/direitos reservados

Por Elaine Patricia Cruz e Pedro Peduzzi – Repórteres da Agência Brasil Brasília e São Paulo

A seleção brasileira jogou bem, finalmente arrancou aplausos da torcida e goleou hoje (22) o Peru por 5 a 0, terminando a primeira fase da Copa América como líder do grupo A, com sete pontos. Como primeiro colocado do grupo, o Brasil volta a jogar no dia 27 de junho contra o terceiro colocado do grupo B ou C. O jogo será em Porto Alegre. Casemiro, que recebeu o segundo amarelo na partida de hoje, é ausência certa para o próximo jogo da seleção brasileira.

A seleção peruana começou melhor a partida, impedindo o Brasil de avançar do meio de campo. O primeiro lance de perigo foi do Peru, aos 3 minutos do primeiro tempo. Na cobrança de uma falta, Cueva levantou a bola na área, ninguém do Brasil tirou e ela passou perto do gol de Alisson. Aos 9 minutos, a torcida brasileira já vaiava a posse de bola peruana e permitia que a torcida peruana, menor no estádio, fizesse uma grande festa na arena. A torcida brasileira respondeu com gritos. Aos 10 minutos, Casemiro fez uma falta dura e tomou um cartão amarelo, que o tirou da próxima partida do Brasil.

Mas um minuto depois, o cenário de jogo mudou. Casemiro, que tinha acabado de tomar um amarelo, fez o primeiro gol do Brasil, após cobrança de escanteio de Coutinho para Thiago Silva, no primeiro pau. Em um bate rebate, a bola sobrou para Casemiro mandar para o fundo da rede. Primeiro gol dele com a camisa da seleção.

Brasil e Peru se enfrentam em São Paulo

Brasil e Peru se enfrentam em São Paulo – REUTERS/Henry Romero/direitos reservados

O segundo gol do Brasil aconteceu aos 18 minutos, em uma falha do goleiro Gallese. O goleiro peruano bobeou na saída de bola e chutou em cima de Firmino. A bola acaba batendo no travessão, mas Firmino mesmo aproveitou, driblando o goleiro e mandando para o fundo do gol. Na comemoração brasileira, o capitão Daniel Alves foi até o goleiro Gallese, sozinho, para demonstrar apoio ao jogador.

Aos 31 minutos, com o Brasil já dominando completamente a partida, Everton ampliou com um golaço. Ele recebeu a bola com espaço, cortou para o meio e bateu forte da entrada da grande área.

Só após o terceiro gol é que a torcida brasileira se animou e começou a gritar “Eu sou brasileiro com muito orgulho, com muito amor” e olé a cada vez que a seleção pegava na bola. O Peru só voltou a assustar no final do primeiro tempo, quase fazendo um gol aos 43 minutos, com Trauco, que recebeu a bola dentro da área e soltou a bomba, para defesa do goleiro brasileiro.

Segundo tempo

No intervalo, o técnico peruano fez sua primeira substituição, tirando Youtún e colocando Édison Flores. Mas a primeira grande jogada foi do Brasil.

Inspirado, o jogador Everton arrancou gritos de “É, Cebolinha”, após um outro lance brilhante aos 2 minutos do segundo tempo, quando driblou três defensores e quase conseguiu passar pelo goleiro Gallese. Coutinho ficou com a sobra, mas foi travado.

Aos 9 minutos, o Brasil ampliou a partida com Daniel Alves, com um belo gol após uma tabela com Arthur e Firmino.

Após o gol, o técnico peruano tirou Guerreiro, que foi vaiado pela torcida e colocou Gonzales. O Brasil também fez sua primeira substituição, saindo Filipe Luis e entrando Alex Sandro. Aos 22 minutos, o Peru faz sua última substituição, tirando Cueva e colocando Josepmir Ballón. Muito aplaudido e sob gritos, Casemiro também é substituído para a entrada de Allan. Tite ainda faria a sua terceira substituição tirando Coutinho e colocando Willian.

As trocas no Peru, no entanto, não fizeram efeito. Abatida em campo, a seleção peruana deixou o Brasil continuar dominando a partida e animar a torcida, com apenas um lance de perigo em direção ao gol brasileiro, aos 39 minutos do segundo tempo, quando Polo chutou tentando encobrir Alisson. A bola passou perto da trave.

Superior, o Brasil ainda fez o último da goleada, aos 45 minutos do segundo tempo, com Willian, após cobrança de escanteio curto. Willian dominou e bateu colocado, em outro belo gol na Arena Corinthians. Dois minutos depois, o Brasil ainda perdeu a chance de fazer o sexto gol, após o goleiro Gallese defender a cobrança de pênalti de Gabriel Jesus.

Torcida

Antes do início do jogo, os torcedores brasileiros, maioria no estádio, vaiaram a chegada da seleção do Peru que foi transmitido pelo telão da arena. No anúncio das escalações no telão, Cueva, que jogou no São Paulo, foi vaiado. Já Guerreiro, que jogou no Corinthians, foi aplaudido. Tite e Everton também foram bastante aplaudidos.

Assim como em todos os jogos da seleção brasileira, a torcida cantou parte do hino nacional à capela, após o hino ter parado de ser executado no audio-falante da arena. No início do jogo, a torcida peruana chegou a fazer mais festa que a brasileira. Mas após os gols, a seleção brasileira tomou conta da arena e gritou olé.

Mais uma vez, como se observou em todos os jogos da Copa América, o estádio não encheu. Menor do que o Morumbi, a Arena Corinthians recebeu hoje 42.317 torcedores, mas o que se observou é que haviam também lugares vazios. Segundo o Corinthians, a Arena tem capacidade para 48.234 pessoas.

Ficha técnica:

Peru x Brasil

Competição: Copa América (3ª rodada – Grupo A).

Local: Arena Corinthians, São Paulo.

Juiz: Fernando Rapallini (Argentina).

Peru: Gallese, Luís Advincula, Miguel Araujo, Luis Abram e Miguel Trauco; Renato Tapia, Yotún (Édison Flores), Cueva (Ballón), Andy Polo e Farfán; Guerrero (Gonzales). Técnico: Ricardo Gareca.

Brasil: Alisson; Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Filipe Luís (Alex Sandro); Casemiro (Allan), Arthur e Philippe Coutinho (Willian); Gabriel Jesus, Roberto Firmino e Everton. Técnico: Tite.

Gols: No primeiro tempo: Casemiro (11 minutos), Firmino (18) e Everton (31). No segundo tempo: Daniel Alves (8) e Willian (45). Edição: Raíssa Saraiva Tags: Copa América 2019ebcesportesbrasilPeru

Brasil e Áustria firmam acordo de cooperação tecnológica

Publicado em 22/06/2019 – 16:16

Por Agência Brasil* Brasília

Brasil e Áustria fecharam nesta semana, em Viena, um acordo de cooperação tecnológica visando a estabelecer maior colaboração em pesquisa científica, tecnológica e inovação entre os dois países.

O acordo foi assinado pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, ministro Marcos Pontes, e pela ministra da Educação, Ciência e Cultura da Áustria, Iris Eliisa Rauskala.

Brasil e Áustria fazem acordo de cooperação científica e tecnológica,Ministro Marcos Pontes e ministra da Educação ministra da Educação, Ciência e Cultura da Áustria, Iris Eliisa Rauskala, durante assinatura do acordo de cooperação

Os ministros Marcos Pontes e Iris Elisa Rauskala assinam acordo – Divulgação/Ministério da Ciência e Tecnologia

O acordo prevê que as partes incentivem e apoiem o desenvolvimento de atividades em ciência e tecnologia entre as  instituições de ensino superior, órgãos governamentais e centros nacionais de pesquisa científica e tecnológica dos dois países.

Uma das metas, diz o texto, “é estabelecer um arcabouço para a cooperação em pesquisa, que irá ampliar e fortalecer a condução de atividades em áreas de interesse comum, assim como encorajar a aplicação dos resultados dessa cooperação para seus benefícios econômico e social.”

Cidades inteligentes

Com o acordo, o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações deverá buscar parcerias com a Áustria em aplicações tecnológicas no campo de cidades inteligentes. Para tanto, o ministro Marcos Pontes visitou nesta sexta-feira (21) o Seestadt Aspern, projeto de bairro inteligente em Viena, capital austríaca.

A agenda de Pontes em Viena incluiu também encontros com representantes de organismos internacionais; visita à WeXelerate, maior incubadora de startups da Europa; e a participação na inauguração de um laboratório na área de energia nuclear.

 Nanopropulsores

Um dos encontros do ministro Marcos Pontes na Áustria foi com o empresário Alexander Reissner, diretor executivo e fundador da empresa austríaca Enpulsion, especializada em motores de propulsão para nano e microsatélites.

Segundo Reissner, o sucesso da Enpulsion se deu a partir de muita pesquisa inicial. “Vínhamos desenvolvendo essa tecnologia em ambiente acadêmico por anos. Foi quando percebemos que havia um mercado que precisava especificamente dessa tecnologia. Só que, em princípio, a academia não pode fornecer um produto, por isso, seria necessário um veículo para comercializá-lo.”

“Reissner disse que essa chance veio com o grande apoio recebido das instituições do governo austríaco para a abertura dessa empresa. “Com isso, a gente abriu a empresa e começou a desenvolver a produção com viabilidade comercial. Hoje, vendemos nosso produto para o mundo inteiro — dos Estados Unidos ao Japão, e, é claro, na Europa.”

O ministro Marcos Pontes destacou que uma das vantagens e diferenciais do propulsor da Enpulsion é o fato de ser compacto. “A grande vantagem é essa, o que é ideal para o mercado nesse momento, com nano e microsatélites”.

Reissner ressaltou que sua empresa comercializa cubos de cerca de 10 centímetros. “São bem pequenos e encaixáveis, como peças de Lego. É por isso que satélites de tamanhos diferentes conseguem juntar vários desses módulos”, explicou.

*Com informações do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e colaboração da repórter Gabriela Noronha, da TV Brasil Edição: Nádia Franco Tags: brasilÁustriacooperação tecnológicaCiência e TecnologiaMarcos Pontes

Semáforos para pedestres da Paulista mostram bonecos homoafetivos

Arquivo/Fábio Pozzebom/Agência Brasil      Direitos Humanos

Iniciativa marca a 23ª Parada do Orgulho Gay em São Paulo

Publicado em 22/06/2019 – 17:08

Por Camila Boehm – Repórter da Agência Brasil São Paulo

Em apoio à diversidade e em respeito ao público LGBTI lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transexuais ou transgêneros e intersexuais), que será realizada neste domingo (23), os semáforos para pedestres instalados em seis cruzamentos ao longo da Avenida Paulista terão imagens de bonecos de casais homoafetivos, no lugar do símbolo do transeunte caminhando ou parado.

A iniciativa é da prefeitura de São Paulo e marca a 23ª edição da Parada do Orgulho LGBTI da cidade.

Os seis locais onde será possível encontrar a sinalização são os cruzamentos da Paulista com a Rua Augusta; com a Alameda Joaquim Eugênio de Lima; com a Rua Peixoto Gomide; com a Brigadeiro Luís Antônio; com a Alameda Campinas; e com a Rua Pamplona.

A 23ª Parada do Orgulho LGBTI de São Paulo será das 12h às 18h de amanhã.

Haverá um plano operacional de trânsito na Avenida Paulista, na Rua da Consolação e em outras áreas da região central da capital. A interdição da Paulista, em ambos os sentidos, está prevista pela prefeitura para as 10h. No entanto, as transposições pela Avenida Brigadeiro Luís Antônio e pelas ruas Teixeira da Silva e Carlos Sampaio/Maria Figueiredo permanecerão liberadas. Edição: Nádia Franco Tags: Parada do Orgulho LGBTIbonecos homoafetivosAvenida Paulistasemáforos

Dois brasileiros avançam na quinta etapa do Mundial de Surfe

Filipe Toledo supera americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial

Publicado em 22/06/2019 – 18:29 e atualizado em 22/06/2019 – 18:35

Por Fernando Frazão – Repórter da Agência Brasil Saquarema (RJ) –
Performance de Filipe Toledo levantou a torcida nas areias de Saquarema – Fernando Frazão/Agência Brasil

No clima dos antigos festivas de surfe de Saquarema da década de 70, com grande público, os atletas Gabriel Medina e Filipe Toledo avançaram para as quartas de final do Oi Rio Pro, a quinta etapa do Circuito Mundial, neste sábado (22).

Filipe Toledo superou o norte-americano Kelly Slater, 11 vezes campeão mundial, no duelo mais aguardado pela torcida que assistiu à competição no litoral fluminense.

Os dois surfistas se revezaram em uma sequência de ondas com tubos potentes do Pico da Barrinha, Praia de Itaúna. O brasileiro chegou a quebrar uma prancha ao meio na disputa.

Bicampeão do mundo, Gabriel levantou a torcida que se espremia na areia lotada.

A novidade do momento era a rede wi-fi disponível gratuitamente para o público, que fez a alegria dos fãs. Entre fotos, vídeos e pedidos de selfies com os ídolos, os mais animados chegaram a molhar a roupa e os telefones celulares na beira do mar agitado.

De manhã, as brasileiras Silvana Lima e Tatiana Weston-Webb também se classificaram para as quartas de final na categoria feminina.

A fase final do Oi Rio Pro será disputada neste domingo (23), a partir das 6h35, na Praia de Itaúna, quando serão conhecidos os campeões. 

O surfe foi incluído entre os esportes olímpicos e estará nos Jogos de Tóquio, em 2020.

O primeiro parágrafo e o título da matéria foram corrigidos às 18h35: dois brasileiros, e não três, avançaram na quinta etapa do circuito. Jessé Mendes não se classificou para as quartas de final Edição: Nádia Franco Tags: Circuito Mundial de SurfeGabriel Medinafilipe toledoJessé MendesKelly Slater