Covid-19: CBF abre linha de crédito para clubes da elite do futebol

© CBF/Divulgação/Direitos Reservados

Clubes impactados pela crise poderão pedir empréstimos sem juros

Publicado em 09/06/2020 – 11:46 Por Rodrigo Ricardo – Repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Por conta dos impactos financeiros sobre os clubes, impedidos de jogar há quase três meses em decorrência da pandemia do novo coronavírus (covid-19), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou uma linha de crédito para as 20 equipes da série A. 

Os recursos chegam a R$ 100 milhões e não haverá cobrança de juros. Os empréstimos serão concedidos aos clubes tendo como garantia os valores devidos aos times em razão dos contratos de direitos de transmissão televisiva dos campeonatos, e prêmios por desempenho nesses torneios.

“Temos procurado todas as formas de apoiar os clubes nesse momento difícil”, afirma o presidente da CBF, Rogério Caboclo, em nota oficial publicada na noite de ontem (8), no site da entidade. O dirigente foi enfático ao destacar que não basta apenas a volta das competições. “Precisamos de clubes capazes de retornar a elas de forma competente”.

Série B

Também na nota oficial, a CBF garantiu que os clubes da Série B receberão um adiantamento de aproximadamente R$ 15 milhões, sobre os valores que tem a receber sobre o contrato de direitos de transmissão com a rede de televisão, que transmite a competição. 

Edição: Cláudia Soares Rodrigues

Bayern de Munique cada vez mais perto do octacampeonato alemão

© Matthias Hangst/REUTERS/Direitos reservados

Equipe goleia e Lewandowskki chega a novo recorde de gols

Publicado em 06/06/2020 – 18:06 Por Rodrigo Pereira Ricardo – Repórter da Rádio Nacional Rio – Rio de Janeiro

Cinco jogos, neste sábado (6), foram realizados pela 30ª rodada do Campeonato da Alemanha, onde o título caminha pela oitava vez para as mãos do Bayern de Munique, que venceu o Bayer de Leverkusen, por 4 a 2. O líder da Bundesliga chegou a 70 pontos e com 90 gols anotados, sendo 30 deles de Robert Lewandowski. O artilheiro da competição fez o último da goleada desta tarde e estabeleceu um novo recorde. Outro destaque da partida foi Thomas Muller, que com passes precisos é considerado um dos melhores jogadores da temporada germânica.

O confronto entre os Bayers também foi marcados por protesto contra o racismo. Jogadores e comissão técnica usaram faixas com o lema em inglês Black Lives Matter (vidas negras importam).

O vice-líder Borússia venceu, por 1 a 0, o Hertha Berlim. A equipe de Dortmund agora tem 63 pontos e segue a sete pontos atrás do time de Munique.

Resultados das outras partidas

RB Leipzig 1 x 1 Paderborn

Dusseldorf 2 x 2 Hoffenheim

Eintracht 0 x 2 Mainz

Ferj não marca retorno do futebol no Rio de Janeiro

Entidade aprova protocolo de segurança e prevenção contra covid-19

Publicado em 06/06/2020 – 19:52 Por Rodrigo Pereira Ricardo – Repórter da Rádio Nacional Rio – Rio de Janeiro

A autorização do governo estadual já estava dada, mas faltava a Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj), em reunião neste sábado (6) à tarde, acertar a volta do Campeonato Carioca de 2020.   No entanto, os dirigentes da Série A do Rio, em encontro online e restrito, decidiram pela cautela e vão esperar o referendo do protocolo Jogo Seguro e de outras medidas pelas autoridades sanitárias para recomeçar a competição.

A ideia é realizar partidas de portões fechados e preferencialmente no Maracanã, Nilton Santos e São Januário. Contudo, nenhuma data foi marcada. Pelas regras de flexibilização do isolamento social da Prefeitura, a partir de julho, os confrontos poderiam receber a torcida, desde que até 33% da capacidade de público dos estádios na capital fluminense.

O último jogo aconteceu no dia 16 de março, com a vitória do Madureira, por 2 a 1, sobre o Volta Redonda. Faltam ainda duas rodadas para terminar a fase de grupos da Taça Rio (2º turno), de onde saíram quatro classificados às finais. Flamengo e Boavista (9 e 4 pontos respectivamente) estão na ponta do Grupo A e o Botafogo surge em quarto lugar com 4 pontos. Já Fluminense e Madureira (9 e 6 pontos) lideram a outra chave, com o Vasco em  quinto lugar, somando apenas 2 pontos.  A Taça Guanabara (1º turno) foi conquistada pelo Flamengo, que possui o artilheiro do torneio, Gabriel Barbosa, com 8 gols.

Autorização

Decreto do governador Wilson Witzel, publicado nesta sexta-feira (5), autorizava o retorno do futebol no estado a partir de hoje. A liberação se insere dentro reabertura gradual da economia e abrange ainda setores do comércio e da indústria, além da prática de esportes em alto rendimento.

Com pré-temporada no fim do mês, Otávio avalia ano atípico na França e foca em 2020-2021

Uma temporada diferente de tudo que já foi vivido. Por conta da pandemia do Coronavírus, a Ligue 1, principal divisão do Campeonato Francês, encerrou antes do fim, com 10 rodadas restantes.

Tudo aconteceu justamente no melhor momento do brasileiro Otávio. Individualmente, o volante vinha colecionando ótimos números desde a sua chegada na França, em 2017. “Sem dúvidas estava sendo um ano muito bom para mim. Já estava bem mais adaptado e à vontade em campo, conseguindo ajudar a equipe tanto defensivamente quanto ofensivamente. Mas, por conta de toda essa situação do Coronavírus, tivemos que parar. Nessas horas, é impossível  pensar só em futebol, seria egoísmo. Por isso, acredito que tomaram a melhor decisão ao encerrar o campeonato, ainda que isso atrapalhasse todos os nossos planos na temporada”, revelou o defensor, que encerrou 2019-2020 entre os 10 atletas da Ligue 1 com maior média de desarmes. Além disso, foi o jogador de linha do Bordeaux que mais esteve em campo, com 2.213 minutos jogados. Na parte ofensiva, os números também são positivos, foram dois gols e três assistências.

Os bons números não são em vão. Otávio mantém uma rotina intensa de preparação, mesmo fora dos gramados. E, se depender do brasileiro, a temporada 2020-2021 será ainda melhor. Isso porque o jogador segue treinando mesmo nesse período de férias. “Estou bastante focado e muito motivado. Oficialmente a nossa pré-temporada começa no dia 22 desse mês, que é quando teremos que nos reapresentar. O clube já nos passou uma planilha com atividades para fazer em casa. Mas estou aproveitando o tempo para fazer também outros exercícios complementares, por conta própria, com o meu preparador físico”, finalizou.

A próxima temporada ainda não tem data certa mas, ao que tudo indica, os jogos devem começar no fim do mês de agosto.

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Alexandre Rosa,
Assessor de Imprensa
www.avassessoria.com.br
+55 (48) 99947-3245

Jomar vive “rotina diferente” e filha agradece

Jomar está em casa, no Rio de Janeiro, desde final de março. Com a paralisação dos jogos por causa da pandemia de Covid-19, rescindiu seu contrato com o Iporá, apesar da boa fase que vivia. Quem está “aproveitando” é a pequena Alice, de cinco anos, filha do jogador.

O zagueiro de 27 anos, que defendeu o Vasco por oito temporadas, só desgruda da filha para fazer seus exercícios diários e manter a boa forma. “Nós jogadores passamos até dez dias seguidos longe de casa, sem nem ver nossa família. Minha filha tem cinco anos e esta foi a primeira vez que consegui passar tanto tempo com ela. Tudo sobre essa pandemia é muito triste, por isso fico brincando e ajudando nas tarefas da Alice, para não pensar besteira”, revelou.

Reconhecido pelo seu profissionalismo, o jogador também está focado no condicionamento físico. Mesmo de quarentena, mantém uma rotina pesada de treinos para estar pronto para a volta do futebol. “Dependemos do nosso corpo e estou treinando para voltar ainda melhor. Aqui em casa, um ajuda o outro e minha esposa e até minha filha têm me apoiado bastante. Não tem nada melhor do que o carinho das duas, é um incentivo e tanto”, destacou.

Campeão da Copa do Brasil e bicampeão Carioca, Jomar está estudando algumas propostas para a sequência da temporada.

Foto: Divulgação/Iporá

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Clique na foto e aperte o botão direito do mouse para salvá-la com uma melhor resolução.

Douglas Albino,
Assessor de Imprensa
www.avassessoria.com.br
+55 (48) 99687-4207

Em isolamento na Praia do Sonho, Khevin comemora aniversário e chegada do primeiro filho

Com férias de aproximadamente três semanas do Estoril, clube que defende em Portugal, Khevin não pensou duas vezes e veio para o Brasil. Mais precisamente para a Praia do Sonho – recanto em Santa Catarina que seus pais têm casa. É lá que ele, em isolamento com o restante dos familiares, descansa.

E foi também na Praia do Sonho que o volante, nascido em Florianópolis, comemorou seu aniversário de 23 anos nesta semana. Sem aglomeração e apenas com os familiares que estão em isolamento com ele. “Claro que a gente pensa em aniversário e geralmente quer celebrar, fazer uma festa, reunir os amigos e familiares todos. Mas agora não pode, não é o momento. Mas fizemos algo aqui na Praia do Sonho para comemorar entre a gente. Apesar dos pesares, estou com minha família, todos bem cuidados, isolados. E se estou com eles, ainda mais aqui na Praia do Sonho que passei muitos verões, é especial”, afirmou o jogador, contratado pelo Estoril junto a Chapecoense.

Em contagem regressiva já para retornar a Portugal e voltar a defender o Estoril, Khevin tem ainda uma missão enquanto passa as férias no Brasil. É que a esposa Lorena está grávida, esperando o primeiro filho do casal. Resta agora escolher o nome. “Minha família toda está feliz, meu pais estão felizes com a chegada do neto. É muito bom poder estar aqui, do lado deles. Descobrimos recentemente que é um menino e agora estamos pensando no nome, é difícil, vamos ver se até quando eu voltar pra Portugal já decidimos. Tenho certeza que trará ainda mais felicidade para a nossa família. Eu e minha esposa estamos muito contentes com a chegada dele”, finalizou o volante.

Foto: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa

Foto: Divulgação/Estoril

Clique na foto e aperte o botão direito do mouse para salvá-la com uma melhor resolução.

Douglas Albino,
Assessor de Imprensa
www.avassessoria.com.br
+55 (48) 99687-4207

Com novas experiências na carreira, Matheus Rossetto comemora aniversário e avalia momento da MLS

Pela primeira vez fora do Brasil, Matheus Rossetto vive um momento de novas experiências na carreira. Na quarta-feira (03), por exemplo, o meia, que atua no Atlanta United, dos Estados Unidos, comemorou pela primeira vez seu aniversário longe da família.

O jogador, nascido no estado de Santa Catarina, completou 24 anos de idade. “Na verdade já seria um aniversário completamente diferente para mim, fora do Brasil e sem os amigos e a família por perto. Agora, com essa questão do Coronavírus, foi ainda mais diferente. Mas faz parte, estou vivendo uma nova experiência na carreira e está sendo bem desafiador para mim. O importante é estar com saúde para seguir em frente na caminhada”, revelou o atleta, que soma 130 partidas como profissional.

Ainda sem definição sobre a sequência da temporada, o meia segue treinando com seus companheiros do Atlanta United. Até o momento foram disputadas apenas duas partidas da MLS, a principal divisão de futebol dos Estados Unidos. A equipe do brasileiro, inclusive, é líder isolada da Conferência Leste com duas vitórias. “Seguimos trabalhando e treinando há quase um mês por aqui, cumprindo sempre todas as orientações e recomendações de segurança. Não temos certeza ainda, mas estão cogitando levar o campeonato para ser disputado somente em Orlando, e talvez em um formato diferente. Temos que aguardar para saber como tudo vai ser”, concluiu.

Foto: Divulgação/Atlanta United
Clique na foto e aperte o botão direito do mouse para salvá-la com uma melhor resolução.

Alexandre Rosa,
Assessor de Imprensa
www.avassessoria.com.br
+55 (48) 99947-3245

Destaque em Portugal, atacante Welinton Junior segue trabalhando fisicamente até definição sobre seu futuro

Na sua primeira passagem pelo futebol europeu, Welinton Junior não decepcionou. Atuando pelo Desportivo Aves, clube da primeira divisão do futebol português, o atacante balançou a rede em onze oportunidades, além de ter contribuído com quatro assistências, nos 28 jogos que disputou no Velho Continente.

Livre no mercado, o artilheiro segue no Brasil mantendo a forma física. “Estou em São José do Rio Preto, minha cidade natal, trabalhando fisicamente e aguardando uma definição sobre o meu futuro. Meus representantes procuram me blindar sobre as situações que aparecem, mas acredito que em breve podemos ter uma boa novidade”, revelou.

Aos 26 anos, Welinton Junior tem a velocidade como uma de suas principais características. Fato este que o fez ser o quarto atleta que mais recebeu faltas nas primeiras 24 rodadas do campeonato português. “Eu costumo partir para cima dos adversários. Além disso, nessa temporada tive a felicidade de fazer muitos gols e ser o artilheiro do time até o momento. Uma pena ter abreviado essa passagem em função de alguns problemas”, destacou.

Com passagens por Goiás, Paysandu, Coritiba, entre outros clubes do futebol brasileiro, Welinton Junior torce para que a crise causada pelo novo coronavírus seja controlada e que a vida das pessoas volte ao normal. “Difícil dizer que a vida voltará ao normal, mas a gente fica na torcida para que tudo melhore o quanto antes. É uma situação delicada, mas que vamos superar”, finalizou.

Foto Anexada: Divulgação/AV Assessoria de Imprensa
Clique na foto e aperte o botão direito do mouse para salvá-la com uma melhor resolução.

Gustavo Neves,
Assessor de Imprensa
www.avassessoria.com.br
+55 (48) 99142-6452

Carrillo confia na seleção peruana no confronto com a brasileira

© Andre Carrillo / Twitter

Atacante aguarda a volta do futebol e diz que torcida vai fazer falta

Publicado em 06/06/2020 – 08:00 Por Rafael Monteiro, repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Vice-campeã da Copa América no Brasil, em 2019, a seleção peruana será a segunda adversária do Brasil nas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar (2022). No ano passado, os brasileiros levaram vantagem em duas oportunidades: na primeira fase da competição continental, o Brasil goleou por 5 a 0; na final, a vitória foi por 3 a 1. Mas no último confronto, em amistoso realizado em setembro, nos Estados Unidos, os peruanos ganharam de 1 a 0.

A Agência Brasil conversou com Carrillo, atacante do Al Hilal, da Arábia Saudita, e da seleção do Peru. O jogador de 28 anos, que já teve passagem pelo futebol português, onde defendeu o Sporting e o Benfica, disse estar tranquilo com relação à pandemia e espera o desenvolvimento de uma vacina. Sobre o confronto com o Brasil, ele prevê que seja um jogo difícil, levando em consideração a qualidade dos jogadores brasileiros.

Agência Brasil: Como você está neste momento de pandemia?
Carrillo: Calmo, em casa com a família. Treinando todos os dias para manter a forma física. Estávamos todos muito preocupados com o caso da Arábia Saudita, mas tomaram medidas sanitárias muito rápidas e controlaram o vírus. Estamos tomando todas as medidas solicitadas pelo governo.

Agência Brasil: Como tem sido a comunicação com o técnico da seleção peruana, Ricardo Gareca?
Carrillo
: Estamos em contato permanente, todos bem. Esperando com muita vontade pelo retorno do futebol e cuidando de nossas famílias.

Agência Brasil: Após a retomada dos jogos, como deverão ser as partidas, tendo em vista o tempo de inatividade e a ausência de torcida?
Carrillo
: Acho que não haverá problemas e o ritmo do jogo será recuperado muito rapidamente. Será um sentimento esquisito, especialmente porque os torcedores do Al Hilal e do Peru sempre estiveram presentes nos jogos. Eu acho que haverá um tempo em que as coisas serão diferentes, mas tudo voltará ao normal. Nós apenas temos de nos adaptar à nova vida e esperar por uma vacina.

Agência Brasil: Como você espera que seja sua estreia contra a seleção brasileira? Existe alguma diferença em enfrentá-la em setembro ou março?
Carrillo
: A equipe brasileira é muito competitiva e tem ótimos jogadores. Sempre será um adversário difícil de enfrentar. Mas em campo somos 11 contra 11 e esperamos obter um bom resultado quando jogamos.

Agência Brasil: Atualmente, no Brasil, cresce o número de mortos e infectados por covid-19. De alguma maneira os dados te assustam?
Carrillo
: Estou muito confiante nos protocolos definidos pela Fifa, Conmebol e pelas autoridades dos países. Enquanto existirem estes controles, creio que tudo vai sair bem. Provavelmente, existirão alguns contágios quando as atividades econômicas forem reiniciadas, mas isso faz parte do dia a dia e temos de aceitá-los.

Edição: Sergio du Bocage

Bolívia estuda volta do futebol e jogo contra a Seleção Brasileira

© Henry Paul Ugarte

Zagueiro da “La Verde” está ansioso por duelo e sonha com vaga na Copa

Publicado em 05/06/2020 – 08:00 Por Rafael Monteiro, repórter da Rádio Nacional – Rio de Janeiro

Os primeiros jogos das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo do Catar, em 2022, estavam marcados para março, mas tiveram de ser adiados devido à pandemia do novo coronavírus (covid-19). A Conmebol ainda não definiu uma data, mas há a previsão de as eliminatórias começarem em setembro. A Seleção Brasileira vai estrear contra a Bolívia, em casa, e, se não houver mudança, o jogo será na Arena Pernambuco.

A Agência Brasil conversou com José María Carrasco, zagueiro do Blooming e da Seleção Boliviana. O jogador de 22 anos, que disputou a Copa América no Brasil no ano passado, disse que, apesar da preocupação com a saúde, está ansioso para o recomeço do futebol. Além disso, garantiu que acredita em uma nova classificação da Bolívia para o Mundial – a última participação da “La Verde” foi em 1994.

Zagueiro Carrasco confia na classificação para a Copa do Catar

Zagueiro Carrasco confia na classificação para a Copa do Catar – Henry Paul Ugarte

Agência Brasil: A Federação Boliviana de Futebol (FBF) vai se reunir com os clubes nesta sexta-feira (5), para discutir a volta às atividades. Como os jogadores do país estão lidando com este cenário?

Carrasco: Mais de dois meses e ainda não há planos de jogar novamente. Com os colegas de equipe, mantemos um diálogo constante, pois temos palestras e conferências quase diariamente, junto com a equipe de coaching.

Agência Brasil: Como isso pode interferir na qualidade das equipes?

Carrasco: Sem dúvida, isso prejudicará em todos os aspectos, tanto físico quanto técnico. Mas é nossa obrigação continuar treinando neste período de pandemia.

Agência Brasil: Sobre as Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Catar, existe uma previsão de começo em setembro. Mas não há uma confirmação. Isso provoca ansiedade entre os atletas?

Carrasco: Pessoalmente, estou muito ansioso de voltar a jogar, mas sei que a saúde vem em primeiro lugar. Apesar de toda essa pandemia, estamos nos preparando mentalmente para enfrentar esses tipos de jogos, que sabemos que serão muito difíceis para nós.

Agência Brasil: Como vai ser entrar em campo, provavelmente, sem a presença do torcedor na arquibancada? O futebol vai mudar muito após a covid-19?

Carrasco: A verdade é que será muito estranho e diferente, pois estamos acostumados a sempre sentir o apoio dos torcedores. Eu acho que isso mudará em todos os aspectos, será como começar do zero, mas espero que, com o passar do tempo, tudo se normalize.

Agência Brasil: Como será enfrentar o Brasil na estreia fora de casa, sabendo do número de infectados e mortos pela covid-19. Isso de alguma forma preocupa?

Carrasco: Teremos de jogar no Brasil, então que seja o mais rápido possível. Queremos jogar contra as equipes mais fortes o quanto antes. Quanto à pandemia, estamos todos um pouco assustados. Mas certamente, quando competirmos novamente, teremos as medidas de saúde necessárias.

Agência Brasil: A Seleção Boliviana está confiante para alcançar a tão sonhada vaga em uma Copa do Mundo?

Carrasco: Para ser sincero, temos uma tremenda fé nessas rodadas de classificação, estamos nos preparando há um tempo para competir em igualdade de condições com qualquer equipe. E isso foi demonstrado no pré-olímpico pela seleção sub-23. Acreditamos firmemente que podemos nos qualificar para a próxima Copa do Mundo.

Edição: Sergio du Bocage