A contribuição direta do leite para saúde e estética física

Segundo nutricionistas, produtos lácteos podem ser utilizados em todas as fases da vida e  contribuem tanto para o processo de perda de peso, como no ganho de massa magra

Há diversas propriedades do leite que são valorizadas por profissionais da saúde e sobressaem ao mitos que rondam o consumo. Nutricionistas e profissionais de educação física destacam que o desenvolvimento do corpo saudável pode ter sim contribuições diretas desse produto tão valioso. Além de uma alternativa econômica para a mesa da população, estudos apontam o leite como objeto para prevenção da obesidade e alcance do emagrecimento.

“O leite é utilizado em todas as fases da vida. Em um acompanhamento no consultório nutricional recomendamos muito, tanto no processo de perda de peso como no processo de hipertrofia, já que o leite é rico em proteína, o que ajuda no ganho de massa magra. Esse produto também é muito rico em vitaminas e minerais, como o cálcio, que contribui na formação e resistência dos ossos, inclusive dos dentes. É fundamental o consumo, a não ser que o paciente tenha algum tipo de restrição diagnosticada”, relata o nutricionista Emerson Duarte, também diretor da Associação Sul-mato-grossense de Nutrição.

Na mesma linha do nutricionista, o personal Claudemir de Lima Souza, da CS Profit, defende o consumo para o bom desempenho do corpo. “O leite e seus derivados são muito importantes para o ser humano. Se a gente analisar na cadeia de prioridades de alimentos, ele se tornou o primeiro. Desde o nosso nascimento dependemos dele”, explica.

Ele ainda destaca que o leite pode substituir suplementos, em determinadas situações. “Existe muita diferença entre as pessoas que consomem e aquelas que não consomem produtos derivados e até mesmo o próprio leite. As pessoas que buscam uma melhora física, ou mesmo uma questão de estética corporal, necessitam da proteína. Às vezes a pessoa não tem uma condição financeira para comprar suplementos alimentares e o leite é uma excelente pedida para essa substituição”, pontua o profissional de educação física ao lembrar que as proteínas, originadas no soro do leite, torna muito eficaz a reconstituição e reconstrução muscular.

Segundo a nutricionista Faena Moura, professora do curso de nutrição da Uniderp, muita informação é veiculada na internet, que não são baseadas em evidências científicas. Ela sinaliza que os estudos mais recentes demonstram que além do leite ser um alimento muito rico nutricionalmente, tem carboidrato de boa qualidade: a lactose, que além de fornecer energia, é uma fonte para as bactérias boas do intestino. “Ele tem proteínas de alto valor biológico que fornecem todos os aminoácidos essenciais para crescimento e manutenção muscular, e além de tudo isso, o leite ajuda na saciedade e ingestão de nutrientes, como vitaminas e minerais”, afirma Faena, que também é fundadora do Instituto Anabolize.

A professora universitária finaliza reforçando a contribuição do leite para o bom desempenho do corpo humano e ressalta: “Além de mostrarmos o uso do leite, dentro de um contexto alimentar saudável, precisamos considerá-lo como preventivo a doenças crônicas”.

Download do arquivo
Visualize online


Download do arquivo
Visualize online


Download do arquivo
Visualize online

Milnutri oferece videoaulas de yoga para entreter crianças e para divertir as famílias durante a quarentena

A professora Helainê Cristinah ensina movimentos da prática que ajudam a exercitar o corpo e a mente e estimula as crianças no #BrincaEmCasa

São Paulo, 26 de maio do ano 2020 – A atividade física é essencial para quem busca um estilo de vida saudável. No caso das crianças, em especial, ela influencia diretamente em seu crescimento, além de auxiliar no desenvolvimento motor e até cognitivo. Em tempos de isolamento social, no entanto, nem sempre é fácil entreter os pequenos que precisam ficar o tempo todo dentro de casa.

Para estimular a atividade física, o caráter lúdico e também a aproximação entre a família durante esse período Milnutri , linha de nutrição infantil da Danone Nutricia para crianças de 3 a 5 anos, levanta a hashtag #BrincaEmCasa com uma série de dicas de atividades para as crianças. Na última semana, foi lançado o primeiro vídeo da sequência Hora do Play, com aulas de yoga para crianças.

Ministradas pela professora de Yoga e Meditação Helainê Cristinah, os conteúdos visam entreter e divertir pais e filhos, proporcionando inúmeros benefícios, como equilíbrio físico, alívio do estresse e aumento da concentração, influenciando em sua rotina de estudos e até mesmo nas brincadeiras. “A yoga faz com que a criança passe a conhecer melhor o seu corpo e seus limites, tornando-se mais confiante e aprendendo a respeitar os limites do outro, agindo com mais paciência e empatia em seu dia a dia”, explica a especialista.

As videoaulas serão disponibilizadas nos perfis de Milnutri no F acebook e no I nstagram , além do canal proprietário da marca no Y ou T ube . Para conferir a primeira aula, que já está no ar, basta clicar aqui: http://www.youtube.com /watch?v=YGhvJoD_e5M

Sobre a Danone Nutricia

Danone Nutricia é a divisão de nutrição clínica da Danone, que tem a missão de levar saúde ao maior número de pessoas por meio da alimentação. Criada pela fusão das unidades de negócio Early Life Nutrition (ELN) e Advanced Medical Nutrition (AMN), em fevereiro de 2019, chegou ao mercado com a missão de transformar vidas por meio da nutrição. Tornou-se uma potência em nutrição especializada, ao reunir os melhores centros de pesquisas nutricionais do mundo e oferecer um portfólio de produtos especializado e amplo, variado e inovador, a exemplo de Ketocal, Nutridrink, Milnutri, Fortifit, entre outros.

Para mais informações sobre a empresa, visite:

http://www.danonenutricia.com.br/

Ideal H+K Strategies

Leitura pode aliviar o estresse do #FicaEmCasa

Dos bestsellers aos teens, os livros vão entreter e até ensinar caligrafia

A rotina mudou, foi alterada abruptamente pelo isolamento social. Manter a mente sã nem sempre é tão fácil, quando a rotina se limita a um universo tão pequeno quanto um apartamento ou mesmo uma casa. Ler é desligar a chave de uma rotina para entrar num universo paralelo.  Como Monteiro Lobato disse: escrever é construir castelos, ler é morar nele. Ou seja, é possível sair de casa nas linhas de um bom livro. Melhor ainda é poder adquiri-lo sem sair de casa. A Leitura do Shopping Campo Grande, além do DriveThru, tem  a vantagem de levar o título escolhido na sua residência. Para você mudar a chave e viajar para um universo paralelo, seguem algumas dicas:

Os amantes das séries

Quem curte maratonar, mas quer se entreter de outra forma, Stranger Things saiu da tela do seu smartphone, direto para o papel em “Raízes do Mal”, de Gwenda Bond. É a primeira história oficial do universo paralelo da série e conta sobre o passado sombrio da mãe de Eleven. Além de ser uma dica da Leitura do Shopping Campo Grande, está disponível também nas lojas Americanas, no mesmo local.

Se não quiser perder tempo e já adquirir o volume II do Stranger Things, “Cidades nas Trevas”, não precisa se descabelar. Quem assistiu a terceira temporada da série, roeu todas as unhas, ansioso por respostas.  O título promete revelá-las.  Eleven descobre segredos perturbadores do passado de Jim Hopper. Bem, mas aqui não vai ter qualquer spoiler. Investir R$ 49,90 é em conta para ter informação privilegiada.

Ah! O amor….

Quem não resiste a uma história de amor, nunca deixaria de lado um livro da Jojo Moyes. A novidade é o título “Um caminho para a liberdade”. Só que o livro conta uma história romântica diferente das convencionais. A sororidade feminina e o amor pela comunidade são os destaques da obra. A história é inspirada em fatos reais e fala de lealdade, independência e justiça. O texto conta sobre cinco amigas que tem o compromisso de levar livros a uma cidade carente. Prepara os lencinhos, as lágrimas são parte da leitura!

Lucinda Riley é uma das autoras queridinhas para os amantes do gênero. Na obra “A Sala das Borboletas”, ela mescla o passado e o presente e conta a história de uma senhora de 70 anos, com dois filhos que reencontra seu amor de 50 anos atrás. Love Story de tirar o fôlego. O livro custa R$ 54,90 na Leitura do Shopping Campo Grande.

Ajude-nos com o isolamento!

As obras de auto-ajuda estão fazendo sucesso nesse período. Quem precisa esquecer um pouco do home office e precisa de uma rotina equilibrada para os dias de isolamento, a obra “O Milagre da Manhã” (R$ 39,90), de Hal Elrod, explica os benefícios de acordar cedo e desenvolver todo o nosso potencial e as nossas habilidades, antes das 8 horas da manhã. A obra promete alcançar sucesso tanto na vida pessoal quanto profissional.

Outra obra que é considerada uma leitura técnica, mas é também de auto-ajuda, é “Especialista em Pessoas – Soluções bíblicas e inteligentes para lidar com todo tipo de gente” (R$ 44,90), de Tiago Brunet. Você nem precisa ler o resumo para ansiar adquiri-lo, o título descreve bem o que trata o autor: o verdadeiro desafio está em administrar o outro e valorizar no próximo a qualidade. Ele ainda aponta que a felicidade está no próximo e, por isso, é preciso investir nas relações, sejam elas profissionais ou pessoais.

Verde e Amarelo para colecionar

Para quem adora os autores nacionais, “Contos Essenciais”, de Machado de Assis, está com uma capa linda. Livro para colecionador! Além de apreciar alguns contos que foram publicados apenas em periódicos, a obra pode ser deixada na mesa de centro da sala. R$ 79,90.  Para quem é um fã de Machado de Assis, tem um box fantástico do autor intitulado “Todos os Contos”. Nele vai encontrar mais do que contos: as novelas e a seleção do próprio autor do que publicou nos jornais. O box com os três livros, separados cronologicamente, custa R$ 169,90.

Clarice Lispector, além da capa que traz o olhar da autora, reúne “Todos os Contos”, numa única edição. A autora naturalizada brasileira atravessou barreiras geográficas e é considerada uma das maiores escritoras do século XX. Essa obra foi lançada em 2015, nos Estados Unidos, e esteve entre as mais vendidas e figurou entre as mais importantes pelo The New York Times.  A obra custa R$ 79,90.

Livro para quem não gosta de ler

Sabia que tem livro para quem não gosta de ler? Pois é, tem! Conforme o sócio-gerente da Leitura, Wander César de Lima,  os livros de pintura são os mais vendidos. Alguns já até esgotaram, mas tem também os livros de caligrafia. A moda dos bullets ainda persiste e as letras e a forma de diferenciar o “A Fazer”, “Filmes Assistidos” e “Séries”, tem levado alguns “leitores não leitores” a adquirir as obras. “Caligrafia para relaxar” custa R$59,90 e é uma boa para deixar e dia sua agenda para o fim da quarentena.  

Delivery e Drive-Thru

A Leitura criou um sistema em que o pedido pode ser feito sem sair de casa. É só escolher um título, fazer o pedido e o livro chega em casa. As entregas são gratuitas nas compras acima de R$ 100. Para isso, é só entrar em contato com a loja pelo WhatsApp: (67) 99216-5177. O Shopping Campo Grande também criou um sistema de Drive-Thru. Com essa opção, o cliente entra em contato com a loja, escolhe o produto, combina a forma de pagamento, e agenda o melhor dia e horário para retirar a encomenda. Depois, na data e hora marcadas, o cliente deve se dirigir ao ponto de encontro instalado no piso 2 do Shopping, próximo a Riachuelo e aguardar dentro de seu veículo. O produto será entregue devidamente higienizado e a cobrança de estacionamento não será feita para quem aderir a esse serviço. —

Sato Com,.

Em meio à pandemia de coronavírus, apoio psicológico ganha importância especial nas UTIs

Por segurança, entrada de visitantes está proibida em muitos hospitais; para reduzir a distância e a ansiedade comum ao internamento, equipes de saúde promovem visitas virtuais por vídeo-chamada

Com a pandemia de coronavírus, o acesso de visitantes às Unidades de Terapia Intensiva está cada dia mais restrito. Na UTI Geral do Hospital Santa Cruz, por exemplo, a entrada de familiares e amigos foi interrompida no início de abril. A mudança foi necessária para reforçar a segurança assistencial e reduzir as chances de contágio pela Covid-19. Diante deste cenário, a atuação da psicologia ganhou importância ainda maior no apoio tanto ao paciente, quanto à família, para ajudar a reduzir a ansiedade criada pelo distanciamento.

“Antes, tínhamos três horários de visita, sendo permitida a entrada de duas pessoas por período, além da possibilidade de visita estendida em alguns casos. Era o momento que tínhamos para conhecer a família, entender como eles estavam vivenciando o momento e passar a informação médica na beira do leito. A interrupção completa das visitas nos fez adequar esses processos para reforçar também a assistência psicológica. Hoje, estamos realizando visitas virtuais por meio de vídeo-chamada”, explica a psicóloga da UTI Geral do Hospital Santa Cruz, Jenima Vilches.  

Até o início da visita por vídeo, no entanto, há um protocolo minucioso. Primeiro, o paciente precisa estar disposto e tranquilo para o contato com a família. Depois, a psicóloga orienta os familiares sobre como se comportar durante a vídeo-chamada para não gerar ainda mais preocupação ou desconforto. “Muitas vezes, o paciente não quer falar ou prefere fazer contato apenas por voz. Temos que avaliar tudo isso para que o momento não cause mais uma ansiedade para o paciente ou para os visitantes”, destaca Jenima.

A iniciativa tem se mostrado bastante eficiente. A paciente Aline Guedes dos Santos precisou de cuidados intensivos após o nascimento de sua filha. Dentro da UTI Geral, ela ficou sem contato com a bebê, que permaneceu na maternidade, e com o marido, que foi orientado a aguardar a alta em casa. “Reunimos na mesma vídeo-chamada a mãe e o esposo da Aline, mas incluímos também a equipe do berçário para que todos pudessem ver a bebê. Foi uma experiência muito gratificante”, completa a psicóloga.   

As visitas virtuais também estão ajudando os pacientes hospitalizados que enfrentam a Covid-19. Nesse caso, o contato físico com familiares e amigos é suspenso por completo para garantir o isolamento durante o período de transmissão do vírus e evitar o contágio de outras pessoas. “Para amenizar essa distância e acolher as ansiedades, implementamos as vídeo-chamadas na UTI Respiratória e na unidade de internação onde ficam os pacientes suspeitos ou confirmados com coronavírus”, indica Jenima.  

Informação médica

Além das visitas virtuais, a tecnologia tem sido uma grande aliada no fortalecimento da confiança entre o hospital e os familiares. Pelo menos uma vez ao dia, o médico conversa por telefone com o acompanhante responsável pelo paciente para informar sobre o estado geral de saúde, as mudanças no tratamento e a evolução do quadro clínico. “Como psicóloga, acompanho tudo para fazer o trabalho de vínculo, explicar como é o ambiente da UTI e como atua a equipe multidisciplinar”, indica Jenima.

Quando as informações são mais difíceis ou demandam decisões mais complexas, médico e psicóloga fazem contato com a família por vídeo-conferência. “Quando uma pessoa fica doente, a família entrega ela para uma equipe médica desconhecida, formada por diferentes profissionais com atuações distintas. Por isso, é importante que a comunicação seja efetiva não só para aquele que recebe os cuidados, como também para aqueles que estão ao lado do aguardando a recuperação”, pontua a psicóloga.

Sobre o Hospital Santa Cruz

Fundado em 1966, o Hospital Santa Cruz está localizado no bairro Batel, em Curitiba (PR). É considerado um centro de alta complexidade no atendimento das áreas de Oncologia, Cardiologia, Cirurgia Geral, Neurologia, Ortopedia, Pronto Atendimento, Checkup e Maternidade. Oferece estrutura adequada, equipe multidisciplinar, equipamentos de última geração e um moderno centro cirúrgico – tudo isso para atender de forma humanizada, com qualidade assistencial e foco na segurança do paciente. É reconhecido com o selo de Acreditação com Excelência Nível III, entregue pela ONA, sendo a instituição acreditada nesta categoria por mais tempo no Paraná. 

EXCom,.

Pandemia faz com que procura por casas no campo aumente em até 52%

Coronavírus fez pessoas irem para refúgio fora dos grandes centros e tem feito com que mais brasileiros planejem o futuro vivendo longe das metrópoles

A pandemia de Covid-19 (coronavírus) está fazendo com que muitas pessoas reconsiderem a vida nos grandes centros urbanos. Apesar da facilidade de serviços e maior oferta de empregos, muita gente tem pensado em recomeçar a vida em ambientes mais tranquilos e com mais contato com a natureza. Esse é o caso de profissionais que atuam em home-office e aposentados.

A tendência do aumento foi verificada por plataformas como a Imovelweb, um site de venda e aluguel de imóveis. De acordo com a plataforma, a procura por imóveis rurais aumentou 52% em março, na comparação com fevereiro. Na comparação com março de 2019 a alta na procura foi de 124%.

A Incorporadora Alphaz, uma empresa que desenvolve projetos imobiliários sustentáveis de ponta a ponta, registrou um aumento na procura por dois de seus imóveis no campo. Localizados ambos na Serra da Mantiqueira, em Minas Gerais, o condomínio Clube Hípico Pegasus (que está pronto) e o condomínio Clube Olive (em fase de lançamento) tiveram aumento de 25% na procura desde o início da pandemia.

Luigi Scianni Romano, sócio-fundador da Alphaz pontua que os corretores estão com uma demanda maior em relação a esses empreendimentos. Luigi comenta ainda que é possível manter a atividade de corretagem imobiliária mesmo no isolamento social, pois a empresa está realizando a divulgação de maneira digital, através das redes sociais, e-mail marketing e formulário eletrônico. Após o contato inicial com os clientes, os corretores estão entrando em contato com os futuros compradores através das ferramentas online e têm repassado fotos dos empreendimentos e da região, vídeos, tabelas de preços, etc.

Segundo Romano, esse estilo de vida sustentável que a Alphaz promove acaba atraindo um público que está cansado da aglomeração e do cotidiano de metrópoles como São Paulo.  “Depois que começou a pandemia, eu percebo que essas pessoas começam a repensar não só esse momento, mas também o futuro. A ideia de muitos deles é recomeçar a vida em locais mais tranquilos e que ao mesmo tempo oferecem mais contato com a natureza, menos poluição e menos barulho”, explica Luigi.

Ele lembra que além do contato com a natureza e dos imóveis possuírem soluções sustentáveis como painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores de esgoto, captadores de água da chuva e mais, os projetos da Serra da Mantiqueira possuem atrativos diferenciais.

O Clube Hípico Pegasus, por exemplo, oferece ao proprietário do título um terreno para construção de imóvel e toda infraestrutura para hospedar e tratar de cavalos. “O preço do tratamento do animal é diluído entre os proprietários e, por isso, é possível realizar esse serviço a um valor muito abaixo do mercado”, argumenta o sócio-fundador da incorporadora Alphaz.

No caso do Clube Olive, o principal diferencial é que o título privativo dá direito ao proprietário ter um espaço para construir um imóvel e ser produtor de oliveiras, cujas azeitonas serão utilizadas na produção do azeite gourmet da marca San Benedetto.

“Isso possibilita que a pessoa tenha um imóvel e ainda uma fonte de renda extra com a revenda de um azeite que é gourmet e premiado. Principalmente nesse momento de incertezas econômicas, essas questões acabam chamando a atenção”, justifica Luigi.

Casa de campo como refúgio

Além do aumento na procura, um dos empreendimentos da Alphaz no campo registrou um aumento no número de proprietários que se deslocaram até suas casas no campo para passar a quarentena. Esse foi o caso do advogado e empresário Arquimedes de Oliveira, que mora em Belo Horizonte.

Ele conta que durante a pandemia tem se deslocado e ficado o máximo possível na sua casa no Clube Hípico Pegasus, localizado no município de Itanhandu (MG). Arquimedes afirma, inclusive, que o trabalho em home-office pode ser tão produtivo quanto o realizado no escritório. Ele também defende que ficar longe das capitais é uma boa forma de manter a mente serena nesse momento.

“O ambiente tranquilo favorece muito e isso é uma dádiva pouco comum para os moradores dos grandes centros, já que a grande maioria reside em apartamentos. A possibilidade de sair do ambiente de quatro paredes, andar um pouco e respirar ar puro e olhar as montanhas é muito bom”, diz Arquimedes.

Sobre a Alphaz

A Alphaz é uma incorporadora brasileira que executa projetos assinados de arquitetura com responsabilidade ecológica.

A empresa segue as mais modernas tendências de construções ecologicamente viáveis, práticas de custo otimizado e acima de tudo um produto de alto valor agregado que gera rentabilidade para os proprietários.

Os empreendimentos da Alphaz são equipados com soluções sustentáveis como painéis solares fotovoltaicos, sistemas biodigestores para tratamento de esgoto, captadores de água da chuva, compostagem orgânica e lixeiras para coleta seletiva.

A Alphaz também possui o diferencial de atuar com parceiros técnicos de renome, como o arquiteto Sérgio Fischer. E embaixadores engajados com a causa ambiental, como a modelo internacional Cintia Dicker.

Atualmente a Alphaz desenvolve projetos nas regiões Sul do estado de Minas Gerais, Vale do Paraíba, Bahia, Pipa (RN), Litoral Norte de São Paulo (Ubatuba e Ilha Bela), Punta del Este, no Uruguai, e Costa Rica.

Acesse:

https://www.alphaz.com.br/

https://www.instagram.com/alphaz.construtora/

Cachorro quente americano é atração em Atacadista

Lanche tradicional dos EUA é opção para quem gosta de descobrir novos sabores

Qual é a melhor forma de comer um delicioso cachorro quente? Aqui no Brasil, por todos os cantos, o cachorro quente é feito de maneiras diferentes. Comum nas festas de aniversário e no lanche da criançada, em cada estado brasileiro é possível encontrar diferentes fórmulas do lanche. Os cariocas comem com ovo de codorna, os paulistas com purê de batata e vinagrete, os mineiros e goianos, como boa parte dos sul-mato-grossenses, acrescentam milho verde e batata palha e os paraibanos incrementam com carne moída e verdura picada por cima da salsicha. Todos eles bem diferentes do lanche feito nos Estados Unidos, que chega a ser um dos principais consumidos pelos americanos. 

O lanche da terra do Tio Sam é uma novidade que tem agradado o paladar sul-mato-grossense. Em uma das unidades do Fort Atacadista, é possível conferir a iguaria, feita com salsicha exclusiva e que contém baixo teor de corantes, típica do lanche americano, que também é montado levando em consideração o modelo dos EUA. O molho é feito na própria cozinha do local, desde o preparo inicial até o processo de cozimento, com tomates frescos, cebola, alho, orégano e azeite.

“É uma opção rápida para quem precisa se alimentar fora de casa, de forma prática e segura, quando se é preciso sair para compras em supermercado ou farmácia, diante das recomendações de segurança e saúde por conta da pandemia”, aponta o gerente nacional de marketing do Fort Atacadista, Celso Furtado. O Fort Dog foi lançado em março e desde então oferece outras opções de lanche como pizza de muçarela e calabresa, porção de batata frita, refrigerantes, sucos, e água com e sem gás. 

Há versões “combo”, com preços únicos, para quem comprar as combinações: hot dog, batata frita e refrigerante; hot dog, batata frita e suco de laranja; hot dog, batata frita e suco de uva; hot dog e refrigerante; hot dog e suco de laranja; e hot dog e suco de uva. O cardápio traz alternativas mais leves, como a salada brasileira e a salada de rúcula com tomate seco.

Serviço: Fort Dog

Funcionamento: de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 10h às 20h. 

Local: Fort Atacadista Coronel Antonino – R. São Borja, 586 – Vila Rica,  Campo 

Campo Grande-MS

Como a atitude mental positiva pode melhorar a saúde emocional em tempos de isolamento social

Mudança na perspectiva de vida pode trazer maior sensação de felicidade nessa época de pandemia, quando crescem casos de estresse e ansiedade

A pandemia de Covid-19 (coronavírus) tem causado grandes impactos na humanidade. Além do número de mortos pela doença, medidas de isolamento social, para conter o avanço do vírus, estão impactando de maneira negativa a saúde mental de milhões de pessoas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), desde janeiro, quando foi determinada a situação de “emergência de saúde pública de interesse internacional”, os níveis de estresse no mundo todo têm crescido.

Segundo um estudo da Universidade Médica Naval de Shangai, cerca de 20% dos chineses já apresentaram sinais relacionados ao estresse pós-traumático (TSPT) durante a pandemia. Entre os sintomas mais comuns relatados pelos chineses entrevistados estavam sentimentos e sensações como raiva e tristeza extrema, ansiedade e ataques de pânico.

Uma nota informativa divulgada pela Secretaria de Saúde do Distrito Federal pontua que os estresses causados pelo isolamento social refletirão no comportamento dos brasileiros. A nota indica que entre as reações que as pessoas devem ter durante e até após a pandemia são: medo, alterações do sono, sentimentos de desesperanças, frustração e irritabilidade.

Apesar das incertezas em relação ao futuro a ciência oferece estratégias e ferramentas que podem auxiliar na mudança de perspectiva de vida e ajudar a diminuir a tristeza, minimizando o impacto negativo da pandemia nas emoções.

Segundo a especialista em Desenvolvimento do Potencial Humano e professora de MBA em Psicologia Positiva Gaya Machado, a ciência da felicidade e do bem-estar subjetivo pode ser uma grande aliada neste momento desafiador, trazendo caminhos para potencializar as emoções positivas e melhorar a saúde física e mental.

Benefícios da atitude mental positiva

A psicologia positiva é um campo da psicologia iniciado no final da década de 90 com o objetivo de resgatar e potencializar as virtudes, forças e características positivas dos seres humanos. Hoje, a disciplina desta que é conhecida como a Ciência da Felicidade e do Bem-estar Subjetivo é uma das mais concorridas de universidades como Harvard e Yale e vem sendo aplicada com sucesso em pessoas e organizações em todo o mundo, potencializando o que temos de melhor.

Em momentos desafiadores como o que estamos vivendo, nem sempre é possível se sentir feliz, mas ainda assim, é importante adotar uma atitude mental positiva diante das circunstâncias.

Gaya Machado explica que a atitude mental positiva é uma escolha que fazemos, a despeito das circunstâncias, de como enxergar a vida e os acontecimentos que nos impactam diariamente. “Cada pessoa está vivendo uma realidade muito particular nesse momento de pandemia, então não existe uma fórmula mágica para transformar a situação. Contudo, a ciência da felicidade nos mostra que quando escolhemos adotar uma atitude mental positiva, temos acesso a inúmeros benefícios na saúde, relacionamentos, trabalho e todos os outros aspectos, afirma.

A especialista em Desenvolvimento do Potencial Humano explica que temos a tendência natural de achar que quando algo muito bom acontece, seremos felizes para sempre. Por outro lado, achamos que circunstâncias ruins podem reduzir a nossa felicidade de forma permanente, mas estudos da psicologia positiva comprovam que, após o período inicial de grande impacto, tendemos a voltar para nosso estado pessoal de felicidade e esses grandes acontecimentos, bons ou ruins, passam a impactar somente em 10% na nossa felicidade, de maneira geral.

“A psicologia positiva comprova que nosso estado geral de felicidade é impactado em apenas 10% pelas coisas que nos acontecem, as circunstâncias. 50% deste total é guiado por nossa genética e 40% é escolha individual de cada um. Os pesquisadores afirmam que esta seria a fórmula da felicidade. Isso significa que você, a despeito do que te aconteça, através de seus pensamentos e comportamentos, tem o poder de redirecionar suas emoções para um estado mais ou menos positivo”, explica.

Neste contexto de distanciamento social, onde as pessoas estão mais recolhidas e às vezes passando por situações complicadas, é fundamental escolhermos adotar emoções positivas no nosso dia a dia. “Pode ser difícil sentir alegria, mas podemos, por exemplo, escolher alimentar a esperança de que as coisas irão melhorar. Ao invés de alimentar o medo, é possível se focar em adotar uma postura de gratidão pelo que temos de positivo. E sempre é importante nos conectarmos com nosso propósito maior, para que o desânimo não nos domine. Como dizia o psiquiatra Viktor Frankl, quando não podemos mais mudar uma situação, somos desafiados a mudar a nós mesmos.”, explica.

O poder das forças de caráter

A psicologia positiva sistematizou a existência de 24 forças de caráter que estão separadas em seis virtudes que retratam, de maneira universal, o que é reconhecido como positivo no ser humano, para levá-lo a uma vida plena. Entre as forças estão características como gratidão, esperança, generosidade, amor, liderança, justiça, humildade, prudência e vitalidade.

Gaya Machado explica que a ciência comprova que, ao usarmos no nosso dia a dia, ao menos quatro das nossas principais forças de caráter, podemos aumentar o nosso nível de satisfação com a vida e, como consequência, potencializar nosso bem-estar e felicidade.

E os resultados se estendem à vida profissional. Segundo um estudo do Instituto Gallup, empresa de consultoria reconhecida internacionalmente, pessoas que utilizam seus pontos fortes no dia a dia são seis vezes mais engajadas e quando estão trabalhando em conjunto com outras pessoas engajadas, o time pode ser até 12,5% mais produtivo.

 “A atitude mental positiva é uma vantagem competitiva que nos ajuda a alcançar resultados práticos. Ela está diretamente relacionada com a manutenção de bons relacionamentos, altera a nossa percepção de mundo e faz com que todos os desafios pareçam ser menos difíceis. Nesse momento complicado em que estamos vivendo em uma pandemia, isolados em casa, escolher ter uma atitude mental positiva pode definir como estará a nossa saúde mental durante a crise e depois que tudo isso passar”, finaliza Gaya.

Sobre Gaya Machado

É Doutoranda em Psicologia e Mestre em Comunicação. Tem MBA Executivo em Desenvolvimento do Potencial Humano e é Especialista em Neurociência e Comportamento.

Coautora de seis livros, é palestrante em congressos nacionais e internacionais e professora em cursos de Pós-Graduação e MBA.

Comunicação Conectada
Thais Cipollari
Tel: 11 99864 8524
Email: thais@comunicacaoconectada.com.br

Gaya Machado
Tel: 11 98666 0668
Email: gaya@comunicacaoconectada.com.br

VIGITEL: 2019 Quatro em cada 10 brasileiros pratica atividades físicas regularmente

O número de pessoas que afirmou ter postura ativa é de 39%, segundo a pesquisa Vigitel 2019, que também registra aumento no consumo de frutas e hortaliças pelos brasileiros

Na última década o Brasil registrou aumento de 29% dos brasileiros que praticam atividade física, como caminhada, natação e dança, regularmente, ou seja, mantem por semana mais de 150 minutos de atividade moderada ou por 75 minutos atividade vigorosa. Assim, a prevalência de adultos ativos passou de 30,3% em 2009 para 39,0% no ano passado.

Os homens (46,7%) são mais ativos do que as mulheres (32,4%). Os dados estão no estudo sobre Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) Brasil 2019, divulgado na última semana, pelo Ministério da Saúde.

Leia o conteúdo na íntegra em saude.gov.br

Buddha Spa oferece 2 mil massagens gratuitas

Companha será lançada em 22 de abril e terá uma cota destinada aos profissionais da saúde que estão na linha de frente do combate ao coronavírus

São Paulo, abril de 2020 – O Buddha Spa, a maior rede de spas urbanos do país, vai disponibilizar 2 mil massagens gratuitas. Com lançamento previsto para o dia 22 de abril, a campanha será veiculada nas redes sociais do Buddha Spa e permitirá aos clientes resgatar uma massagem “Indian Head” gratuitamente. O resgate será feito no site do Buddha Spa, limitado a um voucher por CPF, e a massagem poderá ser agendada assim que as unidades da rede forem reabertas.

“Estamos dando este presente agora, período em que boa parte da população está em isolamento social, para amenizar o estresse que as pessoas estão passando, e ele poderá ser utilizado tão logo a gente reabra as nossas unidades”, explica Gustavo Albanesi, sócio-fundador do Buddha Spa. “É o momento de cuidar de nossos clientes, pensar na saúde de todos nós.”

A “Indian Head” é uma das massagens mais novas no portfólio do Buddha Spa. É uma técnica mestra de relaxamento e fortalecimento de sistema imunológico, tudo o que as pessoas precisam neste momento. A massagem é feita nos ombros, pescoço e cabeça, reativando a semente do bem-estar que já foi plantada e está dentro de cada um.

Entre as 2 mil massagens oferecidas gratuitamente, uma porcentagem delas será destinada aos profissionais da saúde que estão combatendo o coronavírus na linha de frente. “É nosso forma de agradecer a esses profissionais”, comenta Albanesi.

Link para acesso no site: aqui

Massagem: aliada da imunidade

Já se sabe que boa alimentação, descanso adequado e prática regular de exercícios melhoram a imunidade do corpo humano. A massagem, aliada a esses três hábitos, pode proporcionar uma resistência ainda maior a doenças oportunistas.

Isso porque a massagem promove relaxamento e melhora a circulação. Ela também desencadeia mudanças nos sistemas imunológico e endócrino do corpo. Um estudo de 2010 feito nos Estados Unidos e publicado no “Journal of Alternative and Complementary Medicine” concluiu que uma única sessão de massagem pode aumentar significativamente a produção de glóbulos brancos, que são vitais para a capacidade do organismo de combater doenças. Um outro estudo, este de 2012, deu um passo além e mostrou que havia benefícios cumulativos para a saúde com a massagem feita repetidas vezes.

Além de melhorar a imunidade e a circulação, a massagem ajuda a eliminar toxinas, melhora a flexibilidade e o sono, reduz a fadiga e é uma potente aliada no alívio da depressão e ansiedade.


SOBRE O BUDDHA SPA

Rede de franquias de spas urbanos fundada em 2001 tem hoje 34 unidades em 7 cidades. Fundadores, Gustavo Albanesi e Jayme Santos, ambos são ex-executivos do mercado financeiro. Desde sua fundação, o Buddha Spa já realizou mais de 1 milhão de massagens. Atualmente, a rede realiza 500 tratamentos por dia e há mais de 30 terapias disponíveis para os clientes.

Por Ana Carolina

Saúde: Suplementação auxilia na melhora do Sistema Imunológico e bom funcionamento do Organismo

1526423311.jpeg?jiggle=1585671691412

Especialista esclarece sobre os tipos de nutrientes que podem ajudar na
manutenção da saúde e proteção de doenças.

086502590e65452767664b7a14bd8e21low.jpeg?jiggle=1585672100351
4cb6c394e04df4defae8f4cb7869f9f5low.jpeg?jiggle=1585672100351
2af11b4e59edd66d7236faefe9865c4alow.jpeg?jiggle=1585672100351

São Paulo (SP) – Proteger a saúde é de fato uma das grandes preocupações da população brasileira neste momento. Diante disso, observa-se um aumento na demanda de informações sobre nutrição, alimentos e suplementos alimentares que influenciam diretamente no nosso bem-estar e fortalecimento do sistema imune.

O setor de suplementos alimentares no Brasil cresceu mais de 14% nos últimos anos e a indústria dispõe de pesquisa, inovação e tecnologia para suprir a demanda do consumidor. Frente a essa situação, temos que priorizar a segurança. Tanto o equilíbrio como a proteção são essenciais sob qualquer circunstância. Nosso segmento apresenta diversas linhas de produtos que foram desenvolvidos por profissionais com o foco de promover a qualidade de vida das pessoas”, declara Synésio Batista da Costa, presidente da Brasnutri.

De acordo com o nutricionista Rodrigo Loschi, o sistema imunológico é responsável por combater a ação negativa, por meio de células específicas, contra invasores, tais como microrganismos ou substâncias nocivas. “Nosso organismo está exposto a bactérias, fungos, vírus e demais agentes que podem apresentar perigo quando estamos com o sistema imunológico fragilizado. Essa debilidade pode nos levar a apresentar gripes, resfriados e até mesmo outras doenças mais graves”.

O especialista explica que alguns fatores podem contribuir de forma negativa e fragilizar ainda mais a imunidade do corpo, como o estresse físico e a alimentação desequilibrada. Sem os nutrientes essenciais nosso organismo não se desenvolve nem funciona de forma adequada, pois o corpo exige vários minerais e vitaminas (micronutrientes) cruciais para seu crescimento e desenvolvimento, além da prevenção de doenças crônicas. Nem todos eles são produzidos naturalmente no corpo, então você tem de ingeri-los na dieta ou completá-los na forma de suplementos alimentares, orienta o profissional.

Para o consumo de suplementos alimentares é necessário lembrar que é imprescindível a orientação profissional do médico ou nutricionista.

Veja a seguir a entrevista do especialista Rodrigo Loschi sobre os principais nutrientes que fortalecem o sistema imunológico:

1.Quais as principais causas da imunidade baixa no organismo?

RL: São vários fatores que contribuem para um sistema imunológico baixo, pacientes que utilizam medicamentos imunossupressores (usados para evitar a rejeição do órgão transplantado) é um deles. Outras situações que podemos citar é a privação do sono, o consumo de álcool, o stress, a restrição calórica, a restrição de carboidratos, além da prática de exercício físico de alta intensidade e longa duração. Deficiências de nutrientes no organismo como o zinco, a vitamina D e o selênio diminuem a expressão de enzimas de defesa imunológica do organismo.

2.O que as pessoas em geral podem fazer para melhorar seu sistema imunológico?

RL: Ingerir alimentos com alto poder nutritivo é a base para a prevenção de muitas doenças. Adotar medidas de proteção para melhorar o sistema imunológico deve ser uma preocupação frequente entre as pessoas. É possível aumentar a imunidade por meio da mudança de alguns hábitos diários. Os nutrientes (proteínas, vitaminais, minerais e fibras) têm a capacidade de remover as impurezas e fortificar as estruturas musculares, ósseas e os órgãos. Dormir pouco potencializa a desregulação do cortisol – hormônio responsável por controlar o estresse, combater as inflamações, manter um bom nível de pressão arterial e auxiliar no funcionamento adequado do sistema imunológico, portanto, dormir bem é fundamental para a manutenção da saúde.

3.O uso de suplementos alimentares previne que o sistema imunológico fique debilitado?

RL: Isso vai depender de pessoa para pessoa, dos seus hábitos e necessidades nutricionais que devem ser avaliadas pelo seu médico ou nutricionista. Se o indivíduo possui deficiência ou baixa de alguma vitamina ou nutriente, sim, podemos fazer uso dos suplementos alimentares para completar esse déficit nutricional e fortalecer o organismo.

4.Quais os suplementos mais indicados na melhora da imunidade?

RL: A deficiência/restrição de zinco, vitamina D, selênio, cisteína (NAC), carboidratos e glutamina parecem diminuir a expressão de enzimas de defesa do sistema imunológico, portanto, na forma de suplementos alimentares esses podem ajudar. Pessoas com deficiência de nutrientes podem considerar a suplementação. Para entender se a pessoa precisa consumir suplementos é necessária a orientação feita por nutricionista ou médico.

5.Qual a suplementação adequada para o fortalecimento do organismo das pessoas com idade 60+?

RL: Por consequência do processo de envelhecimento a absorção dos nutrientes no nosso organismo não ocorre como antes, aumentando assim o risco de carências nutricionaisConsiderar então, o uso de suplementos alimentares, pode ser uma boa pedida (em casos específicos) para as pessoas com mais de 60 anos de idade. A orientação para este público é adequar a ingestão de proteínas de alto valor biológico, pois estas possuem em sua composição aminoácidos essenciais em proporções adequadas. Caso o idoso apresente deficiência de zinco, vitamina D, selênio, cisteína (NAC) ou glutamina, estes devem ser prescritos via alimentação e/ou suplementação.

Fonte: Rodrigo Loschi, nutricionista, pós-graduado em Nutrição Esportiva, Nutrição Clínica e Fitoterapia. Professor dos cursos de pós-graduação da VP Centro de Nutrição Funcional (Nutrição Esportiva Funcional e Fitoterapia). Consultor científico de suplementos da Supley Laboratórios – Max Titanium.

Sobre a Brasnutri – A Associação Brasileira dos Fabricantes de Suplementos Nutricionais e Alimentos para Fins Especiais, fundada em 9 de maio de 2012, por fabricantes de suplementos nutricionais, objetiva o desenvolvimento de ações em favor da ampliação do mercado, a formalização das relações comerciais, o respeito a um ambiente sadio e competitivo entre os produtos e empresas. Possui o foco de trabalhar na direção de obter da sociedade brasileira, o respeito e o reconhecimento, ao que este setor faz de melhor para o consumidor. brasnutri.org.br

Mais Informações à Imprensa:
Brasnutri – Assessoria de Imprensa
Contato: Rosangela Andrade
E-mail: imprensa@assessoriandrade.com; assessoria.andrade@ymail.com
Cel.: (11) 9.9914-6556
Site: assesssoriandrade.com