Bate Coração vai movimentar calendário esportiva em Andradina

Andradina

Secom/Prefeitura

O Governo de Andradina através da Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude definiu os últimos detalhes, durante reunião na noite desta última quinta-feira (01), para a realização da 35ª Edição do Campeonato Bate Coração.

Segundo explica o secretário de Esporte, Manoel Messias de Almeida, o encontro com os representantes da equipe definiu o sistema de disputa e o início das competições. “Esta é uma das competições mais tradicionais do município, e mais uma vez esperamos realizar grandes jogos, sempre dentro do espírito esportivo e da fraternidade”, comentou Messias.

Ao todo serão 13 equipes participantes. No Grupo A, o ATC (Andradina Tênis Clube), Funsep, Guaporé Associados, Guaporé Alzaimer, Cecam, Comercial e Orlando City. No Grupo B, Santo Antônio, Atlético Maneiro, Juventude/Funsep, Cecam Associados, Três Barras e Guarani.

O atual campeão ATC começa a defender o título no dia 10 de agosto (sábado).  A abertura acontece a partir das 17h no campo do ATC, onde os donos da casa enfrentam o Funsep.

Participaram do Clovis Amorim dos Santos, Ederson Barbosa, Claudio Joaquim Santana, Eduardo Canguazzi dos Santos, Gustavo Canguazzi, Adriano Lucio e dos Anjos, Ernesto Junior, Adriano Lucio dos Anjos, Ricardo Chaves Jara, Pedro Henrique R dos Anjos, Diego R. Braga Santos e Hugo Sérgio da Costa Nakamura.

História do Bate Coração

Inicialmente o torneio foi chamado de Campeonato Veterano e teve como idealizadores Décio Gava, Germano Blasque, Paulo Novaes, Paulinho Kai Kai, Clovis Beato, e Zé Targino, o “Zé Barbeiro”.

A competição acabou sendo batizada de Bate Coração pelo ex-atleta Doca. No ano de 1984, o primeiro campeão foi o time da Casa de Louças Três Pratos, com gol de Eduardo Otsuka.

Os três maiores artilheiros da competição foram: Alcir com 36 gols, representado o time Vila Rica, seguido de Messias com 33 pelo ATC, e fechando com Periquito com 31, também pelo Vila Rica.

Bicicleta, Fuminho, Dilmo Gava, Décio Gava e Mário Lopes entraram para a lista como os jogadores mais velhos a disputarem a competição. Destaca-se também durante a história, a transmissão das partidas por rádios que tiveram nomes importantes da narração durante esses 34 anos de existência. Entre eles, os pioneiros Edson Coutinho e os saudosos Berinelo e H.P Maia.

Foto – bate_coracao  -crédito: Secom/Prefeitura Legenda: Competição começa do dia 10 de Agosto

Cervejas artesanais também combinam com frio

Fort Atacadista comemora dia da cerveja com degustação para os clientes

Mesmo nos dias frios, a cerveja pode ser uma boa pedida. As que são artesanais combinam com o clima ameno e fazem harmonizações com pratos que dão água na boca. E para comemorar o dia da cerveja, celebrado nesta sexta (2), o Fort Atacadista promove, em parceria com a Cervejaria Prosa, uma degustação da bebida artesanal, servida com queijos variados, no sábado, dia 3 de agosto, das 9 às 18 horas, na unidade da Avenida Presidente Vargas, 1336, próximo à praça do Papa, em Campo Grande (MS).

Segundo o diretor e sócio-proprietário da cervejaria Prosa, Hipólito Lima, a cerveja artesanal “é integral e mais rica em sabor e nutrientes, diferente da industrial. Não é só uma bebida alcoólica, mas também um alimento”, afirma. Nascida em Campo Grande (MS), a cervejaria Prosa criou bebidas com nomes que trazem homenagens aos símbolos culturais do Estado: Boiadeira (American Ipa), Ipê Florido (American Premium Lager), Piracema (German Weiss) Toca da Onça (Belgian Blonde Ale), Canta Galo (Irish Red Ale), Saracura (Dry Stout) e Corumbela (Weizen Deppelbock).

Hipólito traz algumas dicas. “Uma Belgian Blond Ale é bem aromática, com notas florais, frutadas e de especiarias, ideais para uma tábua de frios”, explica. A cerveja que vai bem com queijos frescos e suaves, como ricota, cottage e minas, e mesmo com os mais macios, como camembert e brié, é a cerveja Ipê Florido. Os queijos mais duros podem ser combinados com a Saracura e com a Corumbella. Para quem prefere um petisco de carne acebolada, a Boiadeira traz o sabor e aroma ideal para harmonização.

Dia F – Tradicionalmente, o Fort Atacadista realiza, mensalmente, o Dia F, com descontos e ações exclusivas. Na unidade da Coronel Antonino, localizada na rua São Borja, 586, haverá costelada para os clientes, das 10 às 14 horas, que também poderão apreciar uma boa música gaúcha. Na unidade do Guanandi, que fica na Avenida Presidente Ernesto Geisel, 501, haverá churrasco, também das 10 às 14 horas, com participação de dupla sertaneja. 

Sato Com,.

Das primeiras 47 medalhas do Brasil no Pan, 41 têm a ‘digital’ do Bolsa Atleta

Programa de patrocínio do governo federal chega a 87% dos pódios até agora. Em campanhas inéditas, como as do badminton e do triatlo, 100% dos medalhistas são bolsistas

No início do sétimo dia de disputas por medalhas nos Jogos Pan-Americanos Lima 2019, 51 atletas contemplados pelo Programa Bolsa Atleta já subiram ao pódio, em 13 modalidades diferentes. Os patrocinados pela Secretaria Especial do Esporte do Ministério da Cidadania conquistaram ou tiveram participação ativa em 41 das 47 medalhas brasileiras até o momento, ou 87% do total. O investimento anual nesses 51 medalhistas é de R$ 1,78 milhão. Dos 485 atletas originalmente inscritos na delegação brasileira, 333 são contemplados pelo Bolsa Atleta, em um aporte de R$ 14,6 milhões por temporada.

Badminton: sete dos oito integrantes da delegação brasileira no pódio. Foto: Abelardo Mendes Jr./rededoesporte.gov.br

O destaque mais recente veio no badminton. Pela primeira vez na história, o esporte das raquetes e petecas garantiu cinco pódios numa edição do Pan. Sete dos oito atletas chegaram a cinco semifinais: duplas femininas (duas equipes), duplas mistas, duplas masculinas e individual masculino. Com quatro bronzes e uma final, a ser disputada nesta sexta (02.08) por Ygor Coelho, o elenco posicionou o badminton no mapa de excelência do continente.

O badminton é uma das dez modalidades do Pan em que 100% dos atletas inscritos são integrantes do Bolsa Atleta. O investimento no elenco soma R$ 192,6 mil ao ano. Na modalidade como um todo, são apoiados pelo governo federal atualmente 88 nomes, o que representa um aporte de R$ 1,5 milhão no ano.

“Desde os 14 anos recebo o Bolsa Atleta. Isso me permitiu viajar para torneios internacionais, nacionais e continuei sendo um dos melhores do país. Isso me ajudou inclusive a comer”, afirmou Ygor Coelho, que hoje integra a categoria Olímpica e iniciou no esporte num projeto criado pelo pai na Comunidade da Chacrinha, no Rio de Janeiro. “Não só para mim, mas os atletas da minha equipe vêm de uma situação difícil. Eu tenho a maior honra de ser bolsista. Se não fosse isso, não estaria fazendo história hoje”.

Outro destaque no badminton é o investimento de R$ 6 milhões na construção e equipagem do centro de treinamento de excelência na Universidade Federal do Piauí. O complexo conta com ginásio com seis quadras de badminton, de acordo com as normas internacionais, além de arquibancada para 500 pessoas, academia, departamento médico, alojamento, cabines para imprensa, auditório, biblioteca e espaço administrativo. Do total do investimento, R$ 4,9 milhões foram para construção e R$ 1,1 milhão para aquisição do ar-condicionado.

Ginástica no topo

Mais um ponto alto na campanha nacional foi registrado na ginástica artística, que colecionou 11 medalhas e sai da capital peruana com a melhor campanha da história. Foram quatro de ouro, quatro de prata e três de bronze. Em termos quantitativos, o resultado equivale ao obtido no Pan de 2007, no Rio de Janeiro, mas o quadro qualitativo pesa a favor de 2019. No Pan de Lima, os ginastas obtiveram mais pratas, quatro, contra duas na capital fluminense.

Além da ginástica, o triatlo apresentou desempenho inédito, ao conquistar quatro medalhas, duas delas de ouro (no individual feminino e no revezamento misto), além de duas de prata. Os quatro atletas inscritos subiram ao pódio. Os quatro são bolsistas.

O taekwondo, por sua vez, “inflacionou o mercado”. Sete dos oito atletas brasileiros voltaram para casa com medalha, numa performance inédita. Foram dois ouros, duas pratas e três bronzes. Desses, apenas um bronze não veio dos golpes de um bolsista. Entre os medalhistas, Edival Pontes, Paulo Ricardo e Maicon Andrade são integrantes da categoria Pódio, a mais alta do programa Bolsa Atleta.

Equipes contempladas

Dos esportes por equipe que conquistaram medalha, a ginástica artística teve 9 dos 10 atletas que representaram o Brasil sendo bolsistas, entre eles os atletas da categoria Pódio Caio Souza, Francisco Barretto, Flavia Saraiva, Arthur Zanetti e Arthur Nory. O Brasil conquistou o bronze com o time feminino e o ouro com o masculino.

O handebol feminino também voltou para casa com o ouro. E oito das 14 atletas convocadas são beneficiárias do investimento federal. O ciclismo de pista ficou com o bronze na prova de velocidade por equipes: três atletas, três bolsistas.

Dados a favor das políticas públicas

O desempenho dos atletas brasileiros é acompanhado em tempo real por pesquisadores do Projeto Inteligência Esportiva (IE), com objetivo de avaliar a participação do Brasil na competição, bem como levantar dados que possam subsidiar o acompanhamento e a implementação de políticas públicas.

O projeto IE é uma ação conjunta entre o Instituto de Pesquisa Inteligência Esportiva da Universidade Federal do Paraná (UFPR) e a Secretaria Nacional de Esporte de Alto Rendimento (SNEAR) da Secretaria Especial do Esporte, do Ministério da Cidadania. Criado em 2013, tem objetivo de produzir, aglutinar, sistematizar, analisar e difundir informações sobre o esporte de alto rendimento no Brasil e analisar as políticas públicas para o esporte de alto rendimento.

Rededoesporte.gov.br, com colaboração de João Victor Moretti, do Projeto Inteligência Esportiva

FSB Com,.

Cards Inova participará da EXPODEPS 2019

Certificado Digital Valid Certificadora (jpeg).jpg

A Cards Inova, marcará presença na Feira de Serviços e Negócios, a EXPODEPS 2019, nos dias 14 e 15 de agosto, no Pavilhão de Exposições da Fidam, Americana, SP. Realizada pelo Departamento das Empresas Prestadoras de Serviço – DEPS – e pela Associação Comercial e Industrial de Americana – ACIA -, o evento é considerado um dos principais na região.

Em sua 5ª edição, o EXPODEPS tem como objetivo promover e expandir negócios entre empresas de Americana e região. Seu público formado por empresários que buscam inovações poderão visitar os 80 estandes com mais de 30 segmentos representados. Este ano, a expectativa da organização do evento é bater o recorde de público de 2018, que alcançou a marca de 2,2 mil visitantes.

Segundo Fernando Henrique Muterle, diretor da Cards Inova, é de suma importância participar de eventos como esse que reúnem os principais prestadores de serviços para trocarem experiências e apresentarem as novidades ao mercado. “Estamos participando pelo segundo ano consecutivo da EXPODEPS porque acreditamos ser um espaço que oferece grandes oportunidades de novos negócios e network. Os participantes poderão visitar nosso estande que terá uma equipe altamente qualificada para demonstrar nossos serviços e soluções”.

“Não poderíamos deixar de marcar presença nesse evento, já que somos uma empresa com representatividade na oferta de certificados digitais e em soluções com tecnologia e inovação que a Valid Certificadora Digital  (https://www.validcertificadora.com.br) nos oferece. Nosso objetivo é atender a demanda regional com total qualidade e segurança”, ressalta Muterle.

O executivo ainda destaca que a parceria com a Valid Certificadora Digital, Autoridade Certificadora (AC), tem alcançado resultados bem positivos. “Estamos muito felizes em atender a demanda de Americana e região ofertando serviços, tecnologia e inovação com soluções completas que possibilitam o amadurecimento dos processos das empresas e, consequentemente, o desenvolvimento e o crescimento da economia regional”, finaliza.

Serviço:

EXPODEPS 2019

Data: 14 e 15 de agosto de 2019

Local: Pavilhão de Exposições da Fidam – Americana/SP

Informações: http://EXPODEPS.com.br/

Sobre a Cards Inova

A Cards Inova é uma rede própria para a venda e validação de certificados digitais com tecnologia da AC Valid, emitente dos certificados digitais ICP-Brasil e credenciada pelo ITI.

Com matriz em Americana/SP, a Cards Inova conta com mais de 10 unidades de validação em Limeira/SP, Piracicaba/SP, Campinas/SP, Hortolândia/SP, São Paulo/SP, Artur Nogueira/SP, Holambra/SP, Rio de Janeiro/RJ, Maringá/PR, Fortaleza/CE, São Gonçalo/RJ, Atibaia/SP, Muzambinho/MG, entre outras. Para dar maior segurança aos seus clientes, a empresa conta com desenvolvimento e capacitação continua de seus agentes, em cada um de seus 20 pontos de validação. Seu projeto de expansão prevê, até o segundo semestre de 2019, mais 50 unidades de atendimento no Brasil.

ACP Com,.

Quem não gosta de agosto?

Por Daniel Medeiros*

Agosto já nasceu meio gauche: Otávio Augusto quis um mês com seu nome, meio invejoso com Júlio César, que já tinha o seu. Resolveu chamar o mês sextilis de seu e deu-lhe o nome de agosto. E ainda acrescentou um dia a mais, para não ficar menor que o julho do Júlio. Daí esses serem os dois únicos meses consecutivos com 31 dias. Mas em julho tem as férias escolares. Já agosto, que desgosto.

Como sabemos, agosto não tem feriado. Tá certo que dia primeiro é o dia do selo e que o dia 5 é o dia do Santo Osvaldo de Nortúmbria. Aliás, dia 6 é o dia de São Salvador do Mundo. Outro importante destaque é o dia 13, que é o dia do canhoto. E quando dia 13 cai na sexta feira, é um dos dias mais azarados do ano. Mas, por alguma razão obscura, nenhuma dessas datas permite ao cidadão exausto um descanso extra.

Em agosto já caiu muito avião. O último foi em 2014, quando morreu o candidato a presidente Eduardo Campos. O maior foi em 1985, quando um Boeing bateu no Monte Takamagahara, perto de Tóquio, matando 520 pessoas. Em agosto também ocorreram acidentes automobilísticos trágicos. Num dia 31, em 1997, morreu a princesa Diana. Em um dia 22, em 1976, morreu o ex-presidente Juscelino Kubitschek.

Em agosto ocorreram fatos históricos pra ninguém botar defeito. Em 1968, no dia 21, os soviéticos invadiram a Tchecoslováquia, episódio conhecido como o fim da “primavera de Praga”. No dia 13, em 1961, os comunistas alemães começaram a construir o muro de Berlim, maior símbolo da Guerra Fria. Em 1974, em um dia 8, o presidente americano Richard Nixon renunciou, na esteira do escândalo de Watergate. No dia 24, em 1954, Getúlio deu um tiro no peito. No dia 25, em 1961, Jânio renunciou à presidência, apenas 7 meses após ser empossado.

Elvis Presley morreu em agosto. Marilyn Monroe também. Trotsky, um dos líderes da Revolução Russa, levou uma picaretada na cabeça quando estava exilado no México e morreu, também em agosto. Em 1900, o filósofo Nietzsche também foi dessa para melhor, em agosto. Até o lutador de boxe Rocky Marciano, que nunca perdeu uma luta na carreira, perdeu para agosto. Morreu em 1969.

Em agosto, as cachorras ficam ainda mais férteis e os cachorros brigam mais, largando mordidas para todos os lados. O governo costuma fazer campanha pela vacinação contra a raiva canina nessa época. É o “mês do cachorro louco”. Que gosto é esse de prestar atenção pra tudo o que acontece de ruim em agosto? Na verdade, trata-se apenas de superstição, uma brincadeira que acabou virando mania. Não há nenhuma razão para não gostar de agosto. Se o mês de agosto pudesse se defender, certamente citaria: “prefiro os que me criticam, porque me corrigem, aos que me elogiam, porque me estragam”. O autor da frase? Santo Agostinho.

Daniel Medeiros* sou doutor em Educação Histórica pela UFPR, consultor, palestrante e professor de História e Filosofia no Curso Positivo.

Saúde na Hora já tem adesão de 546 Unidades de Saúde da Família

ATENÇÃO HUMANITÁRIA

Unidades de 92 municípios já foram habilitadas no programa Saúde na Hora, que oferece incentivo financeiro federal para ampliar horário de atendimento à população

O Programa Saúde na Hora, do Ministério da Saúde, já conta com a adesão de 546 Unidades de Saúde da Família (USF) que passam a ampliar o horário de atendimento à população de 92 municípios. Ao todo, as unidades habilitadas possuem 1.975 Equipes de Saúde da Família, representando uma cobertura de mais de 6,8 milhões de pessoas. No total, para as 546 unidades já habilitadas pela pasta, o Governo Federal irá repassar cerca de R$ 96 milhões a mais em custeio já neste ano e, aproximadamente, R$ 200 milhões em 2020. A lista com as 246 novas habilitações pode ser conferida na portaria publicada, nesta quarta-feira (31/7), no Diário Oficial da União (DOU).

Leia matéria na íntegra em saude.gov.br.

Marca sueca líder mundial em equipamentos esportivos abre loja no Rio Design Leblon

Marca sueca líder mundial em equipamentos esportivos abre loja no Rio Design Leblon

Thule Urban Glide 2 LS Copenhagen Landscape 1 10101923 (1)

Na Thule Store Rio Design Leblon os consumidores poderão encontrar um amplo mix de produtos da marca em duas categorias foco que são “Packs, Bags and Luggage”, que contém  diversas linhas de mochilas e malas para viagem, alforjes para viagens de bicicleta, mochilas técnicas para montanhismo e também uma inédita linha de mochilas de hidratação para ciclistas; assim como toda a linha infantil da marca batizada de “Active with Kids”, que conta com carrinhos de bebê para passeio e corrida, bike trailers, carrinhos multifuncionais para crianças e cadeirinhas infantis para bicicleta, assim como mochilas para transportar bebês.

A loja foi concebida para atender as necessidades de todos os adeptos de uma vida ativa, para os aficionados por esportes e viagens, para aqueles que querem se locomover com praticidade nos centros urbanos e também as famílias que querem transportar seus filhos com segurança.  

Segundo Per Henricson, diretor de vendas da Thule na América Latina, este conceito inovador das Thule Store é algo mundialmente novo, que foi lançado formalmente em outubro de 2017 na Europa. “É o primeiro conceito formal de uma loja completa só de produtos da marca Thule e que foi especialmente desenvolvido para difundir nossas categorias AWK (Active with Kids) e PBL (Pack, Bags and Luggage)”, explica.

“O Rio de Janeiro é uma cidade que respira esporte, muitas modalidades são praticadas na cidade e com relativa facilidade, é uma cidade muito ativa neste cenário, assim como é muito forte no turismo, o que envolve muitas famílias viajando de férias ou pessoas que visitam a cidade a trabalho. A população do Rio cada vez mais busca por soluções de mobilidade urbana, assim como ocorre também nos maiores centros urbanos do mundo e a Thule é uma marca única neste sentido, pois está inserida em todos estes contextos, produzindo produtos com alta qualidade e tecnologia para que as pessoas possam transportar tudo aquilo que é mais importante para elas no dia a dia com muito estilo”.  

Ainda de acordo com Per, o Shopping Rio Design Leblon foi uma escolha natural para a marca, “por ser um shopping que se destaca por um posicionamento diferenciado e moderno, ligado a moda, ao design e a tudo aquilo que é inspirado pelas principais tendências globais seja em cultura, estilo de vida, sustentabilidade e mobilidade urbana. Estamos vindo para apresentar ao Rio de Janeiro tudo o que a Thule pode ofertar de melhor, de mais moderno e cool para somar ainda mais em todos estes cenários”, conta.

O plano de expansão das Thule Stores continuará para toda América Latina. A Thule Store Rio/Leblon é a terceira loja da marca no Brasil. A primeira Thule Store das Américas foi inaugurada em novembro de 2017, no Colinas Shopping em São José dos Campos, São Paulo. . A segunda foi inaugurada em junho de 2018 no Shopping Rio Design Barra, Rio de Janeiro. Até o final de 2020, a expectativa é reunir vinte Thule Stores nas Américas.

Confira alguns dos destaques da nova Thule Store Rio Design Leblon:

Coleção Thule Subterra: Elegante, versátil e projetada para durar, esta coleção oferece malas para viagem, mochilas, bolsas e pastas para laptops para aqueles que não abrem mão de viajar em alto estilo;

Coleção Thule Accent: Uma linha exclusiva de mochilas e bolsas projetada para que a rotina de trabalho do alto executivo seja otimizada e cada vez mais funcional, trazendo praticidade ao dia-a-dia moderno nos grandes centros urbanos;

Thule Urban Glide: um carrinho de bebê híbrido e funcional para a rotina dos pais, que pode ser utilizado em qualquer passeio da família, do shopping ao parque e para atividades esportivas. Ideal para os pais que desejam manter uma vida mais ativa com seus filhos;

Confira uma pequena amostra dos produtos que você poderá encontrar na Thule Store Rio Design Leblon: https://www.dropbox.com/sh/u79w002se584nxn/AAB1Rf43uiYxEd88TflY2Lh-a?dl=0

Sobre a Thule

A marca Thule foi criada em 1942 na Suécia. Sob o lema “Bring your life”, a Thule globalmente oferece um amplo mix de produtos premium para pessoas ativas que lhes permitem transportar tudo aquilo que mais lhes importa com segurança, facilidade e estilo. A Thule projeta e fabrica racks de teto, suportes para bicicletas, esportes aquáticos e esportes de inverno, bagageiros, bolsas e mochilas para computador e câmera, mochilas esportivas, assim como produtos para crianças como carrinhos esportivos para bebê, cadeirinhas para bicicleta e bike trailers. A marca estabelece novos padrões em suas categorias e os seus produtos são vendidos em mais de 140 países em todo o mundo. A Thule é a maior marca do Thule Group. Para mais informações, visite www.thule.com

IFMS abre à comunidade vagas em cursos de qualificação profissional e idiomas

Qualquer interessado pode procurar os campi da instituição para fazer a matrícula em cursos gratuitos de qualificação profissional e idiomas.

Estão abertas as matrículas para vagas remanescentes em cursos de qualificação profissional e de idiomas ofertados gratuitamente pelo Instituto Federal de Mato Grosso do Sul (IFMS). Qualquer interessado pode se matricular.

A documentação deve ser entregue na Central de Relacionamento (Cerel) dos campi da instituição, nos endereços e horários especificados nos editais de convocação. O atendimento é feito por ordem de chegada. Menores de 18 anos devem estar acompanhados do representante legal. 

É necessário apresentar os seguintes documentos:

  • requerimento de matrícula preenchido e assinado, com número do CPF do candidato;
  • original e fotocópia de documento que comprove a escolaridade mínima exigida para o curso;
  • original e fotocópia de documento de identificação com foto;
  • original e fotocópia de documento que comprove estar em dia com obrigações militares (para os brasileiros entre 19 e 45 anos completos ou a serem completados até 31 de dezembro de 2019);
  • uma foto 3×4 recente, impressa em papel fotográfico;
  • comprovante de preenchimento do Questionário Socioeconômico.

A lista de vagas remanescentes para cursos de qualificação profissional presenciais e a distância está publicada na página do edital nº 043/2019, na Central de Seleção do IFMS. A oferta abrange os municípios de Aquidauana, Campo Grande, Corumbá, Dourados, Fátima do Sul, Naviraí, Nova Andradina, Rio Brilhante e Três Lagoas 

Na página do edital nº 044/2019 é possível conferir a lista de vagas remanescentes para os cursos oferecidos pelo Centro de Idiomas (Cenid) do IFMS, em Campo Grande, Coxim, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas.

Cursos – O IFMS disponibilizou, ao todo, mais de mil vagas para os cursos de Operador de Computador, Vendedor, Espanhol Básico, Inglês Básico, Desenhista de Topografia, Libras Básico, Espanhol Intermediário e Inglês Intermediário. 

Voltados a capacitação, aperfeiçoamento, especialização e atualização profissional, os cursos são gratuitos e ofertados em regime modular, com carga horária mínima de 160 horas.

Assessoria de Comunicação do IFMS 

Hospital Certa registra crescimento médio anual de 30% e opera com índice zero de infecção hospitalar

Hospital realiza tratamentos avançados com períodos reduzidos de permanência, minimizando riscos, otimizando gastos e melhorando a qualidade de vida do paciente

Fundado em 2014 na capital paulista, o Hospital Certa está ancorado na premissa de ser o primeiro centro de terapia avançada em regime de hospital dia do Brasil.Foi baseado nos modelos americanos de outpatient, em que o tratamento é realizado com precisão, sem estadias desnecessárias, melhorando a qualidade de vida dos pacientes, diminuindo riscos de complicações e reduzindo os custos da assistência médica prestada.

“A evolução tecnológica permite que procedimentos muitas vezes complexos possam ser tratados com pequenas agulhas, cateteres e outros dispositivos”, afirma Dr. Denis Szejnfeld (CRM SP 108.885), diretor clínico do hospital. “Inúmeros tratamentos podem ser conduzidos com o paciente permanecendo em observação por um período curto, sem a necessidade de grandes estruturas ou trâmites burocráticos longos e complicados.”

Com o setor de saúde no Brasil carecendo de estruturas eficientes para a realização de procedimentos minimamente invasivos,a aposta nesse modelo inovador trouxe bons resultados: desde a inauguração, o Certa realizou mais de 2000 procedimentos, registrando um crescimento anual médio de 30%. O índice de infecção hospitalar, um dos indicadores de segurança mais valiosos, é zero.

O hospital dispõe de uma estrutura eficiente, avançada e de alta performance. “Inauguramos o com dois centros cirúrgicos de ponta, com os equipamentos necessários para oferecer a segurança e a qualidade que os pacientes necessitam”, conta o diretor clínico do hospital. Entre os destaques tecnológicos do Certa está o serviço de hemodinâmica equipado com o Siemens Artis Zee CT, aparelho com um moderno sistema de aquisição de imagens que aumenta a rapidez do diagnóstico e precisao no tratamento.

“Além disso, nossos profissionais se dedicam a prestar um atendimento humanizado, combinando empatia pelo paciente com a responsabilidade de oferecer o tratamento correto. O corpo clínico é composto por 10 médicos altamente especializados, dos quais mais de 80% tem mestrado e doutorado”, explica Szejnfeld.

O Certa consolidou-se como referência em procedimentos de radiologia intervencionista, com destaque para embolizações de mioma e próstata, quimioembolização , radioablação, drenagens hepáticas, angioplastias e biópsias, além de procedimentos ginecológicos, vasculares, cirurgia geral e bucomaxilo facial. “No futuro, pretendemos atender mais de 20 especialidades, realizando seus tratamentos minimamente invasivos”, finaliza Szejnfeld.

Sobre Hospital Certa

O Hospital Certa é um centro de referência em tratamentos avançados, que oferece uma moderna estrutura para realização de procedimentos ultra-especializados e minimamente invasivos. Se apoia nos modelos americanos de out-patient, em que o tratamento é realizado sem estadias desnecessárias, melhorando a qualidade de vida dos pacientes, dimiuindo riscos e reduzindo os custos da assistência médica. Desde a fundação, o Certa registra um crescimento médio anual de 30% e tem índice zero de infecção hospitalar. Saiba mais: www.hospitalcerta.com.br.

Senador Nelsinho Trad ministra palestra em comemoração aos 120 anos da Capital

Em evento da Secretaria Municipal de /Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedesc), o parlamentar sul-mato-grossense falou sobre Campo Grande na Rota Bioceânica  

Em comemoração aos 120 anos de Campo Grande, o senador Nelsinho Trad ministrou palestra sobre Rota Bioceânica, na noite a última quinta-feira (01/08), no evento da Secretaria Municipal de /Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (Sedesc). “Defendo esse projeto como prioridade no meu mandato, o corredor bioceânico vai encurtar 7.200 km marítimos de distância, será vantajoso para o Brasil e MS nas transações de agronegócios. É a conexão entre o Centro Oeste e o Paraguai, Argentina e Chile”, explicou o senador.

De acordo com o palestrante, o Corredor Rodoviário Bioceânico irá gerar novas oportunidades econômicas para Mato Grosso do Sul. “Os produtos chilenos, argentinos e paraguaios passarão a ingressar no Brasil por Porto Murtinho, Corumbá e Ponta Porã. Ou seja, não será unicamente pelo Sul do Brasil, mas também pelo Centro-Oeste. Os produtos da região chegarão aos mercados mais distantes a preços mais competitivos”, enfatizou o senador Nelsinho Trad.

Na palestra, o parlamentar justificou que haverá redução de 60% nos custos, segundo ele, conforme a Empresa de Planejamento e Logística (EPL). “Quando estiver em operação (2 a 3 anos), será possível transportar uma carga de MS a Antofagasta em dois a três dias, e embarcar o produto com destino à Asia. Evita-se congestionamento dos portos de Santos e Paranaguá e passagem pelo Estreito de Magalhães (perigoso) ou Canal do Panamá (caro)”, demonstrou o senador em imagens de slides.

O senador fez ainda a conta dessa economia. “A viagem entre Antofagasta e Xangai dura 35 dias, enquanto o deslocamento de Santos a Xangai consome 49 dias. Economizam-se 14 dias. O empresário de MS vai encontrar no Chile portos mais eficientes e menos congestionados do que no Brasil”, calculou.

A frequência de navios do Porto de Antofagasta para a China será de três a quatro por semana, segundo explicação do senador.

“Frete reduzido em relação aos portos brasileiros: de U$ 2.300 para U$ 1.520 por um contêiner de 20 pés”, exemplificou.

A grande maioria das importações chilenas (60%) ingressa no Brasil pelos portos de Santos, Paranaguá e São Francisco do Sul. “Quando se destina a Campo Grande, essa mercadoria é transportada através de São Borja ou Uruguaiana (RS) por 4.516 km. Pela Rota Bioceânica, com mesma origem e destino, a distância será será reduzida quase pela metade = 2.396 km”.

Assim, para o senador Nelsinho Trad, Mato Grosso do Sul terá avanço com destaque nacional. “Redistribuirá insumos e produtos para o Norte, Nordeste e Centro-Oeste. Além disso, insumos importados poderão ser transformados em produtos finais no Estado, gerandonovas oportunidades de negócios e empregos”, destacou.

Logística eficiente

A Rota Bioceânica não irá apenas oferecer alternativa mais eficiente e barata para o transporte de carga. O novo corredor vai representar mudança na logística nacional e regional. “Será possível utilizar o Porto Seco de Perico, no Norte da Argentina, ou o futuro Porto Seco de Campo Grande . Não seria mais necessário levar a carga para ser nacionalizada em Buenos Aires ou Santos, será a diversificação de processos de internacionalização das mercadorias, contornando gargalos atuais. Como por exemplo: levar a carga por rodovia até Salta e destiná-la a Buenos Aires por ferrovia; Explorar voos de carga que decolam de Salta/Jujuy para os Estados Unidos; Trazer carga do norte do Chile e redistribuí-la para o Norte do Brasil a partir de Campo Grande”, justificou o senador Nelsinho Trad.​

Do Senado