Polícia Militar Ambiental de Corumbá autua infrator por incêndio de 3 hectares de pastagem nativa, afetando parte das matas ciliares do rio Paraguai no Pantanal

Polícia Militar Ambiental de Corumbá autua infrator por incêndio de 3 hectares de pastagem nativa, afetando parte das matas ciliares do rio Paraguai no Pantanal

30 de junho de 2020 Off Por Ray Santos

Campo Grande (MS) – Policiais Militares Ambientais de Corumbá autuaram ontem (29) um espólio de uma propriedade (o responsável), por incêndio afetando as matas ciliares do rio Paraguai. A verificação aconteceu quando uma equipe realizava fiscalização fluvial no município, a aproximadamente 45 km da cidade, na região conhecida como Domingos Ramos.

Na vistoria do local, os Policiais verificaram que o fogo já estava quase extinto. Eles mediram a área atingida com uso de GPS, que perfez 3 hectares de pastagem nativa. O responsável pela propriedade afirmou que fizera o fogo para combate a um incêndio que surgiu no local (fogo, contra fogo), porém, ao verificar com drone, a equipe suspeitou que o fogo fora provocado para renovação da pastagem nativa.

Não havia a licença ambiental para a atividade, que ainda pode ser permitida, desde que com a licença ambiental expedida pelo Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) e a PMA interditou a área.

O responsável pelo espólio (81), residente em Corumbá, foi autuado administrativamente e foi multado em R$ 3.000,00. Os responsáveis também poderão responder por crime de degradação de área de preservação permanente, com pena prevista de um a três anos de detenção.

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500