FPA debate conectividade no âmbito rural em live

FPA debate conectividade no âmbito rural em live

28 de julho de 2020 Off Por Ray Santos

Para o Presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), deputado Alceu Moreira, a conectividade vai levar o Brasil através da roça para o centro do mundo

A Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), em parceria com o Canal Rural, promoveu, nesta segunda-feira (27), debate sobre a conectividade como ferramenta para aproximar o campo da cidade e ampliar a competitividade na produção de alimentos. A live contou com a participação do secretário de Inovação, Desenvolvimento Rural e Irrigação do Ministério da Agricultura, Fernando Camargo; do Diretor de inovação do Mapa, Cleber Soares; do presidente da Anatel, Leonardo Euler de Morais; do secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Vítor Elisio, da senadora Daniella Ribeiro (PP-PB) e do presidente da FPA, deputado federal Alceu Moreira (MDB-RS).

O secretário, Fernando Camargo, abriu a discussão ao informar que “cerca de 60% ou 70% do campo não é iluminado com nenhum tipo de internet e isso é um dado terrível para um país que é a maior potência agrícola do mundo e que exporta para mais de 1 bilhão de pessoas mundo afora”. 

Fernando Camargo disse ainda que “no século XXI as máquinas são inteligentes e a gente precisa de internet no campo”. Para o secretário, o agro brasileiro precisa aumentar a sua produtividade. “No mundo da agricultura de precisão, no mundo da agricultura 5.0, nós precisamos ter esse campo iluminado por sinal de internet”, completou.

O presidente da Anatel explicou que na questão do estágio de conectividade, “o primeiro foi conectar os domicílios, o segundo é conectar as pessoas e agora temos o terceiro que é conectar as coisas”. 

Leonardo Euler entende a banda larga como fundamental para o campo, mas não apenas para aumento de ganhos de produtividade, “é preciso também para diminuir sensivelmente custos de insumos, que muitas vezes, representam aspectos significativos no custo de produção total do setor”.

Cleber Soares complementou ao dizer que não há dúvidas de que os avanços da agricultura se darão de uma forma digital. “Nós precisamos crescer primeiro no componente de infraestrutura por meio de conectividade para progressivamente avançar nos componentes de tecnologia”, ponderou o diretor do Mapa.

O secretário-executivo do Ministério das Comunicações, Vitor Elísio, apontou que as políticas públicas de conectividade rural estão no topo das prioridades do Governo Federal. “Nós já tínhamos a importância dessa conexão no âmbito rural e já estávamos adotando políticas públicas nesse sentido, exemplo disso é a Portaria que orientou a Anatel com relação ao edital do 5G”, contou.

Elisio explicou que nesta Portaria já foram endereçados, por ocasião do leilão de 5G a Anatel, que fosse levado em consideração a cobertura de aglomerados rurais e de rodovias federais. “Com isso a gente já leva conectividade para comunidades produtivas e rodovias federais que fazem parte da logística de escoamento da produção no Brasil”, completou o secretário-executivo.

A senadora Daniella Ribeiro citou que a realidade do brasileiro hoje necessita de um novo ambiente de negócio, seja para qualquer tipo de localidade, esteja esse ambiente mais afastado ou não. “É obrigação do Estado levar internet para todos os locais, inclusive os mais remotos”, afirmou a senadora.
  
Já o presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária (FPA), o deputado federal Alceu Moreira, acrescentou que “a conectividade vai levar o Brasil através da roça para o centro do mundo e vai trazer o planeta para o centro da roça”. Para ele, ter a possibilidade de integrar a função e a comunicação é certamente o ativo do agro digital que vai permitir o financiamento desse grande projeto.

O parlamentar encerrou dizendo que quando se trata de conectividade a partir do agronegócio, “o ganho de produtividade e volume a ser produzido pelo grau de precisão é tão maior, que o volume de financiamento fica atingível de qualquer lugar do mundo”.

O tema conectividade volta a ser assunto em debate nas lives da FPA, na próxima quinta-feira (30), a partir das 14h30, quando um corpo técnico de especialistas irá tratar das questões inerentes a ampliação e importância do assunto.

Assessoria de Comunicação
+55 61 3248-4682 | +55 61 3263-1717
fpa.imprensa@gmail.com | www.fpagropecuaria.org.br