ISA comemora decisão que garante governança do SUP no nível olímpico

ISA comemora decisão que garante governança do SUP no nível olímpico

10 de agosto de 2020 Off Por Daniel Suzumura dos santos

Agora é oficial. A International Surfing Association (ISA) recebeu nesta quinta-feira (6) a decisão história da Corte Arbitral Arbitragem do Esporte (CAS) concedendo à entidade a governança do Stand Up Paddle (SUP) no nível olímpico. A resolução encerra a disputa com a Federação Internacional de Canoagem, que também pleiteava o comando da modalidade e agora a entidade que garantiu o surf nos Jogos Olímpicos segue com o plano de ver o esporte também incluído no programa olímpico sob sua liderança e autoridade.

Essa disputa chegou ao CAS em 2018, após inúmeras tentativas de consenso entre as duas entidades.  “A decisão dessa questão é um momento histórico para o esporte e para a ISA, que está comprometida com a promoção global da modalidade por muitos anos, investindo e defendendo o esporte, para atender aos melhores interesses dos atletas, federações nacionais e todos os fãs”, afirmou o presidente da ISA, Fernando Aguerre.

Vale lembrar que ano passado, o SUP foi incluído nos Jogos Pan-Americanos de Lima, no Peru, e o Time Brasil, sob supervisão da Confederação Brasileira de Surf (CBSurf), garantiu importantes três medalhas, com ouro de Lena Guimarães, prata de Vinnicius Martins, ambas no prova race, e bronze de Nicole Pacelli, no wave.

“Foi uma grande conquista por ser uma modalidade que tem tudo para se tornar olímpica e tem total identidade com o surf, por sua história e cultura”, afirmou o presidente da CBSurf, Adalvo Argolo, lembrando que o trabalho da ISA será fundamental, como aconteceu no surf, mas a decisão sobre a inclusão do SUP no programa olímpico é de competência exclusiva do Comitê Olímpico Internacional.

FOTOS: ALEXANDRE LOUREIRO/COB

FMA Notícias