Prefeito eleito de Andradina anuncia reforma administrativa com redução de secretarias

Prefeito eleito de Andradina anuncia reforma administrativa com redução de secretarias

19 de novembro de 2020 Off Por Ray Santos

REFORMA – Mário Celso Lopes (à esquerda) e Paulo Assis falam sobre a reforma administrativa – ANTÔNIO CRISPIM

ANTÔNIO CRISPIM – ANDRADINA

O prefeito eleito de Andradina, Mário Celso Lopes, anunciou nessa terça-feira, em sua primeira entrevista coletiva à imprensa após as eleições, que vai mandar para a Câmara, no início do governo, proposta de reforma administrativa que prevê a redução de secretarias municipais e de cargos comissionados (preenchidos sem concurso público) em aproximadamente 50%.

Vai lançar também um programa de demissão voluntária e que pretende mudar o paço municipal. Na entrevista, Mário Celso Lopes apresentou um masterplan que prevê a construção de um anel rodoviário e a retirada dos trilhos da área central da cidade.

Falou sobre a implantação de semi-calçadão nas ruas Paes Leme e Alexandre Salomão e implantação de usina de energia solar para reduzir custos para o município. O vice-prefeito eleito, Paulo Assis, acompanhou a entrevista, concedida no escritório do prefeito eleito, no Oeste Plaza Shopping.

“Nada é impossível. O tempo que se gasta para sonhar pequeno é o mesmo que se gasta para sonhar grande. Por isso prefiro gastar o tempo sonhando grande”, disse o prefeito eleito sobre propostas apresentadas.

Ele disse que já tem audiências agendadas em Brasília para janeiro e vai buscar o apoio da Rumo Logística para retirada dos trilhos da área central da cidade. “Se no agreste pernambucano construíram um aeroporto para operação de grandes aeronaves visando a exportação de frutas frescas, podemos ter uma moderna ferrovia no oásis desta região de São Paulo”, disse o prefeito eleito de Andradina, que quer a instalação de um porto seco na zona sul da cidade, a exemplo de Maringá, no Paraná e outros municípios.

REFORMA ADMINISTRATIVA

Segundo o prefeito eleito, a reforma administrativa vai ser a sua primeira iniciativa. Ele disse que a despesa com folha de pagamento está próxima do limite prudencial. Com a redução do número de secretarias, cortes nos cargos comissionados e o plano de demissão voluntária, será possível reduzir os gastos. A proposta prevê qualificação e treinamento dos servidores e implantação de plano de carreira (cargos e salários), por meio do qual poderá haver promoção do servidor, “que vai ter orgulho de atuar no serviço público”.

De acordo com o prefeito eleito, além do impacto direto na folha de pagamento, a redução do número de secretarias reflete em outras despesas, como aluguéis, energia, uso de veículos e outros.

Para Mário Celso Lopes, o atual prédio da Prefeitura, embora bonito do ponto de vista arquitetônico, não está adequado para a administração pública. Segundo ele, hoje são salas amplas com várias pessoas trabalhando à vista da população. Por isso quer instalar o Centro Administrativo, por meio de módulos, no prolongamento da Avenida Guanabara, em área do município. Na mesma região, será construído o novo terminal rodoviário por meio de parceria com o setor privado. No atual prédio da Prefeitura, o prefeito eleito pretende instalar, com as adequações necessárias, o Hospital da Mulher, “um sonho de 20 anos”.

DESENVOLVIMENTO

O prefeito eleito de Andradina disse que a cidade é centro de referência regional e que por isso deve pensar também nos demais municípios. Ele pretende implantar semi-calçadão em quatro quarteirões da Rua Paes e dois da Rua Alexandre Salomão, para estimular a atividade econômica. Como novidade, quer árvores tecnológicas movidas a energia solar. Faz parte de seus planos uma unidade de energia fotovoltaica para reduzir o custo de energia da Prefeitura. Hoje, a despesa é da ordem de R$ 5 milhões por ano. Entende que isso pode ser reduzido, sobrando dinheiro para investimentos em outros setores.

Mário Celso Lopes disse que, como agente de investimento, vai buscar empreendimentos “para nossa cidade” e acredita em um “tsunami do bem”, transformando Andradina em centro turístico e a partir daí, criando muitos negócios, melhorando a qualidade de vida da população.

HORTO FLORESTAL

Para o prefeito eleito, o Horto Florestal deve ganhar dois programas especiais: a Cidade da Criança, com espaço de lazer e o Programa Nova Vida, para dar abrigo a idosos.

O Liberal Regional