Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua advogada em R$ 5 mil por construir dois tanques de piscicultura em sua chácara degradando as matas ciliares de córrego

Polícia Militar Ambiental de Aquidauana autua advogada em R$ 5 mil por construir dois tanques de piscicultura em sua chácara degradando as matas ciliares de córrego

21 de novembro de 2020 Off Por Ray Santos

Campo Grande (MS) – Depois de receber denúncias, Policiais Militares Ambientais de Aquidauana realizaram fiscalização no município em uma propriedade localizada no perímetro urbano do Distrito de Camisão, a 20 km cidade e verificaram hoje (21) há pouco às 9h00, a degradação de área de mata ciliar de um córrego, que é de preservação permanente (APP) e protegida por lei.

Com uso de máquinas, a proprietária construiu dois tanques de piscicultura, medindo 320 e 250 metros, derrubando a vegetação e revolvendo o solo de matas ciliares do córrego Morcego, afluente do rio Aquidauana, que corta a propriedade, sem autorização ambiental. A equipe verificou também que fora realizado no leito do córrego um pequeno barramento com rochas do próprio local para acumular água, onde foram colocadas duas mangueiras que desviavam água para os tanques, também sem autorização.

As atividades foram interditadas. Pela infração administrativa, a autora, uma advogada de 35 anos, residente em Campo Grande, foi autuada e recebeu multa de R$ 5.000,00. Ela também poderá responder por crime ambiental, com pena prevista de um a três anos de detenção. A infratora também foi notificada a apresentar junto ao órgão ambiental Estadual um Plano de Recuperação da Área Degradada e Alterada (PRADA).

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO DA POLÍCIA MILITAR AMBIENTAL – PMMS – (Contato – TENENTE CORONEL EDNILSON PAULINO QUEIROZ) tel. – 3357-1500