Valmet celebra 60 anos no Brasil

Valmet celebra 60 anos no Brasil

22 de novembro de 2020 Off Por Ray Santos

Trajetória da multinacional finlandesa é marcada por amplo portfólio tecnológico e excelência no atendimento ao cliente

Valmet comemora 60 anos de atuação no Brasil
Crédito: divulgação

Valmet comemora 60 anos de atuação no Brasil
Crédito: divulgação

awbproducoes.com.br

Com o mote “60 anos de uma história contada por todos nós”, a empresa lança a campanha colaborativa para celebrar o aniversário

Protagonista das transformações ocorridas na indústria de papel e celulose nas últimas décadas, a Valmet celebra, em 2020, 60 anos de atuação no Brasil. Nascida na Finlândia, a empresa desenvolve e fornece globalmente tecnologias de processo, automação e serviços para os setores de celulose, papel e energia.

Desde sua fundação, são 220 anos de história industrial quando um pequeno estaleiro se estabeleceu nas Ilhas de Helsinque e, no início do século 20, se tornou propriedade do estado finlandês e passou a ser parte da Valmet. A empresa iniciou, na década de 1950, a fabricação de máquinas de papel em Jyväskylä, na Finlândia, entregando sua primeira máquina em 1953. Nas décadas de 80 e 90, a Valmet vendeu suas fábricas de construção naval, elevadores, tratores e concentrou-se na tecnologia para produção de papel.

No Brasil, a marca Valmet chegou em 1960 com os tratores, divisão que foi vendida na década de 90. No setor de celulose, a história brasileira iniciou em 1972 com a Kamyr, de origem escandinava, que começou com um escritório de vendas em São Paulo. Posteriormente, em 1978, transferiu sua operação e instalou uma fábrica em Curitiba (PR). No período entre 1990 e 1996, a Kvaerner assumiu o controle da Kamyr e adquiriu a sueca Götaverken, criando então a Kvaerner Pulping.

Em 1999, foi criada a Metso como resultado da fusão entre a Valmet e a Rauma. Na época, a Valmet era uma fornecedora de máquinas de papel e cartão, enquanto as operações da Rauma estavam focadas em tecnologia de fibras, mineração e soluções para controle de fluxo. No ano seguinte, foram adquiridas as tecnologias de fabricação de papel e tissue da Beloit Corporation. Enquanto isso, também em 2000, o grupo Aker adquiria a Kvaerner, que passou a se chamar Aker Kvaerner.

Em 2003, a Metso Paper começou a operar em Sorocaba (SP). E a aquisição dos negócios de Pulping & Power da Aker Kvaerner pela Metso, em dezembro de 2006, a capacitou como fornecedora de fábricas completas para a indústria de celulose e papel e também para as oportunidades de negócios de geração de vapor e energia a partir de biomassa. Em 2009, foi adquirida a Tamfelt, fabricante de tecidos para filtração e vestimentas para máquinas de papel e celulose.

Já no final de 2013, houve a cisão da Metso em duas empresas com o retorno da Valmet. Os negócios de celulose, papel e energia foram transferidos para a Valmet. Desde então, a empresa vem ganhando força nesse mercado, tanto organicamente, quanto por meio de aquisições de outras empresas do setor.

A Valmet adquiriu os negócios de Automação de Processos da Metso em 2015. “Com esta aquisição incluímos em nosso portfólio os Sistemas de Controles para as fábricas (DCS), Controles Avançados de Processos (APCs), Scanners para Controle e Monitoramento de Qualidade (QCS) e várias outras tecnologias e aplicações. Além disso, nos trouxe a base para ofertar todas as soluções de Internet Industrial, ampliando nossa atuação junto aos clientes”, contextualiza o presidente da Valmet na América do Sul, Celso Tacla.

A Enertechnix foi adquirida em 2018 para complementar a oferta de automação com sistemas de diagnóstico e monitoramento de combustão, principalmente com soluções de imagem e medição de alta temperatura. Em 2019, a GL&V e a J&L passaram a fazer parte da Valmet, aumentando a oferta de produtos e serviços para produção de celulose, preparação de massa, fabricação de papel e acabamento. E, a aquisição mais recente, ocorrida neste ano, foi a do PMP Group, cujo foco está nas tecnologias de processos e serviços para máquinas de papel tissue de pequeno e médio porte, além de reformas de máquinas de papel e cartão, o que permitirá à Valmet atender a uma gama ainda maior de clientes.

Com presença global, atualmente a Valmet conta com mais de 13 mil profissionais. Na América do Sul, atua com unidades em Araucária (PR), Sorocaba (SP), Belo Horizonte (MG), Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile, e conta com aproximadamente 800 colaboradores diretos e indiretos.

O presidente da Valmet na América do Sul afirma que o conjunto de tecnologias e a excelência no atendimento ao cliente são diferenciais que contribuem para a longevidade e sucesso da empresa. “A Valmet sempre se destacou por desenvolver e fornecer as mais avançadas tecnologias de processo, serviços e automação para melhorar a performance e aumentar a disponibilidade das plantas. Muitas das inovações em serviços e automação complementam nosso atendimento aos clientes, nos trouxeram até aqui e nos consolidaram como líderes de mercado”, ressalta Tacla.

Crescimento sustentável

As megatendências atuais de eficiência na utilização de recursos e um mundo mais limpo, digitalização e novas tecnologias, conscientização, urbanização e consumo global, são as que direcionam o planejamento estratégico da Valmet, que possui cerca de 1.300 inovações patenteadas e é reconhecida mundialmente por suas tecnologias e inovações. O investimento anual em Pesquisa & Desenvolvimento (P&D) chegou a 71 milhões de euros em 2019.

Baseada na sua missão de converter recursos renováveis em resultados sustentáveis, a Valmet desenvolve tecnologias e soluções para a produção de celulose, papel e energia com foco no aumento da eficiência energética, na redução de consumo de água e de matérias-primas, na menor geração de resíduos e na redução de emissões nos processos de produção de seus clientes e nas suas próprias operações.

Com novos produtos que desenvolvem para a cadeia de celulose e papel, muitos dos quais em conjunto com seus clientes, a Valmet busca promover a economia circular e contribuir na redução das emissões de CO2. Alguns exemplos mais recentes que podem ser citados são a tecnologia para gaseificação de biomassa, que substitui a queima de combustíveis fósseis; o sistema de cristalização para a separação de cloretos e potássio, contaminantes que se acumulam nos circuitos das fábricas e que devem ser removidos com a menor perda possível de produtos químicos úteis ao processo; o novo sistema de cozimento contínuo G3, que proporciona a produção com maior flexibilidade, menor consumo de energia e de químicos no branqueamento, devido a melhor lavagem e branqueabilidade da polpa produzida; e a produção de celulose microfibrilada, que pode ser utilizada para produção de embalagens mais resistentes, trazendo economia de fibras ou para substituição de plásticos em revestimentos de embalagens para líquidos e alimentos, entre outras aplicações.

Tacla destaca que no DNA da Valmet existe uma atenção especial à sustentabilidade, principalmente quanto aos indicadores de ESG, que envolvem as dimensões ambiental, social e governança, e norteiam as práticas de negócios. Ele explica que a atuação a partir da Agenda Sustentabilidade 360º está baseada em cinco pilares: cadeia de suprimentos sustentáveis; saúde, segurança e meio ambiente; pessoas e performance; cidadania corporativa e soluções sustentáveis.

Essas práticas garantiram muitos reconhecimentos globais à Valmet. A empresa recebeu, por exemplo, a classificação A pelo segundo ano consecutivo no programa de mudança climática do CDP (Carbon Disclosure Program). Além disso, está presente pelo sexto ano consecutivo no Índice Dow Jones de Sustentabilidade, recebeu o Prêmio de Sustentabilidade, categoria bronze, da RobecoSAM, em 2019, e, ainda, foi incluída no Índice de Sustentabilidade Ethibel (ESI) Excelência Europa.

Internet Industrial

Sempre atenta às tendências em inovação e tecnologia, a Valmet busca a excelência no atendimento aos clientes a partir de suas soluções de Internet Industrial, que inclui o suporte remoto pelo Valmet Performance Center (VPC). Inaugurado em 2019, o VPC localizado em Araucária (PR) está integrado aos outros sete espalhados pelo mundo, que se conectam, permitindo que especialistas analisem dados de produção, efetuem diagnósticos e implementem melhorias de performance nas plantas de seus clientes.

Atualmente, a empresa utiliza o que há de mais moderno e inovador para contribuir com o processo de digitalização das indústrias de celulose e papel. O presidente da Valmet na América do Sul destaca a oferta de suporte remoto, levantamento de campo virtual e o uso de óculos de realidade aumentada durante Paradas Gerais e inspeções remotas. “Os resultados que temos obtido em soluções de Internet Industrial e Indústria 4.0 nos dão ainda mais confiança para seguirmos liderando essas mudanças, contribuindo para acelerar o desenvolvimento dos clientes e do setor”, comenta Tacla.

Campanha colaborativa

Com o mote “60 anos de uma história contada por todos nós”, a Valmet acaba de lançar a campanha colaborativa para celebrar o aniversário da empresa no Brasil. Todos que tiveram, ou ainda tenham, uma relação com a Valmet estão convidados a enviar uma foto ou vídeo com um depoimento para comemorar as seis décadas da empresa no país. Os materiais recebidos serão selecionados para compor a campanha, que será encerrada com um evento virtual em dezembro.

Sobre a Valmet

A Valmet, que em 2020 completa 60 anos de atividades no Brasil, é a principal desenvolvedora e fornecedora global de tecnologias de processo, automação e serviços para as indústrias de celulose, papel e energia. Sua atuação de tecnologia inclui fábricas de celulose, linhas de produção de papel, cartão e papel, além de usinas de energia para produção de bioenergia. Os serviços e soluções de automação melhoram a confiabilidade, o desempenho dos processos e aprimoram a utilização de matérias-primas e energia.

Em todo o mundo, a empresa finlandesa possui mais de 13 mil colaboradores diretos e, em 2019, as vendas líquidas foram de aproximadamente 3,5 bilhões de euros. A sede está localizada em Espoo, na Finlândia, e suas ações estão listadas na Nasdaq Helsinki. Na América do Sul, as unidades estão localizadas em Araucária (PR), Sorocaba (SP), Belo Horizonte (MG), Imperatriz (MA) e Concepción, no Chile.

Mais informações: www.valmet.com.br.
Central Press

MAIS INFORMAÇÕES / AGENDAMENTO DE ENTREVISTAS
+ 55 41 3026-2610 | + 55 41 99273-8999 (WhatsApp) | + 44 7379-138858
centralpress@centralpress.com.br
www.centralpress.com.br