Governo e bancada federal reforçam agricultura familiar dos municípios

Governo e bancada federal reforçam agricultura familiar dos municípios

22 de fevereiro de 2021 Off Por Ray Santos

Willams Aráujo

O presidente da Assomasul (Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul), Valdir Júnior, prefeitos e várias autoridades participaram na manhã desta segunda-feira (22), da cerimônia na qual o governador Reinaldo Azambuja entregou motoniveladoras aos municípios do Estado.

As máquinas são para potencializar os setores da agricultura familiar em várias regiões do Estado.

Ao todo, foram repassados para Campo Grande, e também para municípios do interior, 28 motoniveladoras.

Discursando em nome dos prefeitos, Valdir Júnior agradece o apoio do governador Reinaldo Azambuja pelos investimentos no setor de agricultura e também à bancada federal.

“Obrigado governador, obrigado a bancada federal. Os prefeitos aqui presentes estão, com certeza, felizes para poderem, após essa chuvarada, recuperar a nossa malha viária”, acrescentou o dirigente municipalista, ao finalizar sua fala.

A parceria institucional com o Governo do Estado, segundo a Assomasul, tem sito importante para o desenvolvimento dos municípios.

Lançado no ano passado, o programa Governo Presente, por exemplo, investirá R$ 4,284 bilhões nos 79 municípios do Estado, distribuídos nas áreas de saúde, segurança, infraestrutura, educação, esporte, lazer, assistência social, saneamento, cultura e espaços culturais. 

Com investimento aproximado de R$ 14 milhões, as motoniveladoras foram adquiridas com recursos próprios do Governo do Estado e por meio de emendas parlamentares, via Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), empenhadas pelos deputados federais licenciados Geraldo Resende (PSDB-MS) e Tereza Cristina (DEM-MS); do deputado federal Luiz Ovando (PSL-MS); e do senador Nelsinho Trad (PSD-MS).

O ato ocorreu na Agraer (Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural), onde o governador repassou os maquinários agrícolas em benefício de pequenos produtores, assentados, comunidades indígenas e quilombolas.

Também receberam as motoniveladoras a Agesul (Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos), o Cointa (Consórcio Intermunicipal para o Desenvolvimento Sustentável da Bacia do Rio Taquari) e o Cidema (Consórcio Intermunicipal para o desenvolvimento das Bacias dos Rios Miranda e Apa).

Distribuição dos maquinários

13 motoniveladoras irão para os municípios de Amambai, Batayporã, Caarapó, Chapadão do Sul, Coronel Sapucaia, Iguatemi, Itaporã, Jardim, Japorã, Maracaju, Naviraí, Rio Brilhante e Três Lagoas (emenda do então deputado federal Geraldo Resende);

5 motoniveladoras para a Agesul (emenda do senador Nelson Trad Filho);

5 motoniveladoras para a Agesul (adquiridas com recursos próprios do Governo do Estado);

1 motoniveladora atenderá o Cidema – composto pelas cidades de Anastácio, Antônio João, Aquidauana, Bela Vista, Bonito, Bodoquena, Camapuã, Caracol, Guia Lopes da Laguna, Nioaque, Maracaju, Miranda, Rio Negro, Rochedo, Ponta Porã, Porto Murtinho e Sidrolândia (emenda do senador Nelson Trad Filho);

1 motoniveladora será entregue para o  Cointa – formado pelos municípios de Alcinópolis, Bandeirantes, Camapuã, Costa Rica, Coxim, Figueirão, Paraíso das Águas, Pedro Gomes, Rio Negro, Rio Verde, São Gabriel do Oeste e Sonora (emenda do senador Nelson Trad Filho);

1 motoniveladora seguirá para Nioaque (emenda do senador Nelson Trad Filho);

1 motoniveladora vai para São Gabriel do Oeste (emenda do deputado federal Luiz Ovando);

1 motoniverladora será destinada para Ivinhema (emenda da então deputada federal Tereza Cristina).

Disponibilizadas para apoio aos agricultores familiares e para a conservação e manutenção de estradas vicinais, conservação do solo e água e na construção de terraços em nível, as motoniveladoras são demandas recorrentes dos municípios de Mato Grosso do Sul.

Com a rica produção que sai das propriedades rurais, por meio de estradas vicinais, a correta manutenção dessas estradas garante mais qualidade no transporte, menos desperdício, melhor manejo e mais renda para os produtores.