Reunião na Capital discute construção de novo posto fiscal em Três Lagoas

Reunião na Capital discute construção de novo posto fiscal em Três Lagoas

23 de fevereiro de 2021 Off Por Ray Santos

Foto: Divulgação

O Prefeito Ângelo Guerreiro participou nesta terça-feira (23) de uma reunião na Secretaria de Fazenda em Campo Grande na qual participou também o Superintendente de Administração Tributária, Waldomiro Morelli, a Fiscal Tributário Estadual, Marilu Coelho Carvalho Mariano e técnicos da SEFAZ para tratar sobre um novo posto fiscal na chegada e saída do Estado de Mato Grosso do Sul com São Paulo, dentro do município de Três Lagoas.

A reunião foi para acelerar a parceria com o município uma vez que a área onde deverá ser construída a unidade de fiscalização pertence ao município e o estado reivindica o local.

CONSTRUÇÃO POSTO

O posto poderá ser construído pela Secretaria de Estado de Fazenda (SEFAZ) do Governo do Estado, devido ao novo traçado da rodovia BR-262, com a construção do anel viário contornando a cidade. A unidade fiscal deverá ser edificada na primeira rotatória, próximo ao bairro Jupiá.

O sistema de fiscalização, segundo o superintendente de infraestrutura Rufino Kuhnen, está em processo de modernização, com fiscalização desde a origem da carga ou do caminhão. Desta forma a carga é fiscalizada na origem acelerando o processo para recolhimento dos impostos ainda no local de partida sem a necessidade de parada por longo tempo no posto de fiscalização.

O sistema de câmeras identificaria o veículo e a carga. Os caminhões e carretas passam pela balança, confirma o peso e são liberados automaticamente. O processo reduziria o movimento nos postos em até 60%.

ESTUDOS

A prefeitura de Três Lagoas, através da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia (SEDECT) em conjunto com a Assessoria Jurídica do Município e a Secretaria de Estado de Fazenda, vão continuar os estudos para viabilizar a obra.

A unidade vai usar os dois lados da rodovia. Segundo Valdomiro Morelli, Três Lagoas tornou-se o posto fiscal de maior fluxo de arrecadação do Estado.

uc?export=download&id=1-cRBwqxrk3H3ddufPhHbusrsLIUmVV38&revid=0B5eNSletlMHQQlZBTUhwclEwOGJWaVREeU5yMDZoOTF2SGc4PQ