Ah, o amor! Essas são as músicas românticas mais pesquisadas pelos brasileiros na internet

Ah, o amor! Essas são as músicas românticas mais pesquisadas pelos brasileiros na internet

12 de junho de 2024 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Pódio dos hits com os maiores volumes de buscas online é liderado pela atemporal “Eduardo e Mônica”, de Legião Urbana

Embora há quem desconfie de que cantar sobre o amor romântico esteja “fora de moda”, ao que tudo indica, os brasileiros nunca estiveram tão interessados em curtir as boas e velhas canções de amor, seja durante os encontros especiais a dois, momentos de reflexão ou, por que não, para curar o próprio coração partido… algo que as buscas online dos internautas não deixam mentir

A descoberta faz parte do novo levantamento da Preply, plataforma que, em clima de Dia dos Namorados, investigou a procura por músicas nos mecanismos digitais e acaba de constatar: somente nos últimos doze meses, hits sentimentais como “Eduardo e Mônica”, de Legião Urbana, e “Porque Eu Te Amo”, do duo AnaVitória, movimentaram mais de 100 mil pesquisas na internet — prova de que, em tempos de exaltação da famosa “sofrência”, os ouvintes apaixonados não são uma espécie em extinção. 

Mas, afinal, junto dos títulos acima, que outras canções de amor nacionais e internacionais têm motivado os maiores picos de buscas online entre os brasileiros? As respostas podem ser conferidas nos rankings abaixo, que reúnem e exploram as letras e traduções musicais mais populares de Norte a Sul do país. Que tal adicioná-las à trilha sonora da data mais romântica do ano? 

“Eduardo e Mônica”, a maior das canções de amor brasileiras?

Nem os sucessos sertanejos do momento, nem mesmo as músicas virais do TikTok: quando o assunto são as letras musicais mais pesquisadas pelos brasileiros, a canção de amor romântica que permanece embalando o coração dos apaixonados é, na verdade, um famoso lançamento de outro tempo — mais especificamente o final da década de oitenta. Já imagina qual é? Aqui vai a dica: “quem um dia irá dizer que não existe razão nas coisas feitas pelo coração?” 

Isso mesmo: com mais de 200 mil buscas online nos últimos meses, “Eduardo e Mônica”, da banda Legião Urbana, é a música que encabeça a primeira posição do pódio das letras românticas mais procuradas pelos internautas, ao lado da também clássica “Sozinho”, gravada por Caetano Veloso na virada do século. 

Inspiração para filmes, peças de teatro e campanhas publicitárias, a composição, baseada no relacionamento de amigos do artista Renato Russo, narra a trajetória amorosa dos dois jovens citados em seu título, que enfrentam diversos obstáculos — a diferença de idade, os círculos sociais, as brigas — em prol da própria união. Considerada um marco na história da música popular pela revista Rolling Stone, trata-se de uma dessas canções que todo mundo, se não conhece, certamente já ouviu falar. 

Paixão, admiração, saudade: o que dizem as músicas de amor mais buscadas

Para além de um grande sucesso da MPB, o que não falta no ranking de letras românticas com mais buscas online são representantes de outros gêneros musicais, que percorrem não apenas ritmos distintos, mas facetas específicas do amor romântico. 

Obra por trás de mais de 114 mil pesquisas online durante o período analisado, “Porque Eu Te Amo”, do duo pop/folk AnaVitória, por exemplo, pode ser descrita como uma declaração cantada, em que o eu-lírico homenageia a pessoa amada por meio de versos como “Não é acaso, é só amor, não existe engano” e “teu cheiro só tu tem” — mensagem similar à de “Pra Você Guardei o Amor”, de Nando Reis, também presente na lista. 

Já em “A Música Mais Triste do Ano”, feita inteiramente de perguntas dirigidas a uma parceira, o rapper e cantor de R&B Luiz Lins reflete de forma insegura sobre a possível durabilidade do próprio relacionamento, procurando por garantias de que o sentimento do casal resistirá ao teste do tempo. Não à toa, a certa altura, o artista chega a se questionar: “quando o mundo me machucar, tu ainda vai querer curar minha dor?”

Na obra de Dominguinhos, por sua vez, que figura na quinta posição do ranking, o que parece ganhar foco não é o relacionamento em si, mas o desejo genuíno de se ter “um xodó” — termo “primo” do “chamego” que, como explica a plataforma de idiomas, costuma ser utilizado para se referir a alguém de quem se gosta. 

Declarando o amor em outra língua 

Quem acompanha o que costuma tocar nas rádios e playlists nacionais já deve ter percebido que, não raramente, certas canções de amor gringas viralizam e se tornam verdadeiros hinos entre os brasileiros — a ponto de tornar artistas como Adele, Michael Bublé e Lionel Richie donos de títulos populares de “cantores românticos” também por aqui, em parte graças às melodias açucaradas e letras apaixonantes. 

Dentre seus representantes, de toda forma, quem mais se destaca no que se refere às buscas online dos brasileiros é, na verdade, o músico britânico Ed Sheeran, cujos hits “Perfect” e “photograph” (“Perfeito” e “Fotografia”, na tradução literal) geraram dezenas de milhares de pesquisas por suas traduções no Google no último ano (juntas, foram cerca de 75 mil)

Tal curiosidade pelo que está por trás das letras também se estende às obras do cantor norte-americano Bruno Mars, mais especificamente aquela que faz parte da trilha sonora de muitos “pombinhos” pelo Brasil: “It Will Rain” (“Irá Chover”), na qual Mars enfatiza sua devoção à pessoa amada por meio de trechos como “não haverá luz do sol se eu te perder, amor. Não haverá céu limpo se eu te perder”

Das mais recentes, “My Love Mine All Mine” (“Meu Amor Todo Meu”), de Mitski, talvez seja a música menos conhecida pelos ouvintes distantes das redes sociais.

As tantas buscas online por sua tradução, no entanto, não são à toa: a ode à força eterna do amor, embalada por instrumentais sutis, é um desses grandes sucessos impulsionados por vídeos do TikTok, que recentemente fizeram da canção presença constante nas paradas americanas por semanas consecutivas — uma prova de que, não importa quantos anos passem, seguiremos falando de amor por muito tempo. 

Metodologia

Para desvendar as canções românticas de maior interesse no país, foram consideradas cerca de 25 milhões de pesquisas no Google realizadas por brasileiros nos últimos doze meses.

A investigação foi pautada pelas expressões “letra da música”, “tradução da música” e suas variações, abrangendo todas as buscas relativas ao segmento nas cinco regiões nacionais.

Em seguida, excluídas as faixas que não abordassem explicitamente de forma positiva o amor romântico (dor de cotovelo, sofrência sertaneja, traição e vingança, por exemplo), artistas e suas músicas foram dispostos em um ranking baseado no volume total de buscas no período em questão.  

Sobre a Preply 

A Preply é uma plataforma online de aprendizagem de idiomas que conecta professores a centenas de milhares de alunos em 180 países em todo o mundo.

Atualmente, mais de 40.000 tutores ensinam mais de 50 idiomas, impulsionados por um algoritmo de aprendizado de máquina que recomenda os melhores professores para cada aluno.

Fundada nos Estados Unidos, em 2012, por três ucranianos, Kirill Bigai, Serge Lukyanov e Dmytro Voloshyn, a Preply cresceu de uma equipe de três pessoas para uma empresa com mais de 600 funcionários de 62 nacionalidades diferentes, com escritórios em Barcelona, Nova York e Kiev. 

Helvio Caldeira
Assessor de Imprensa(31) 99590-4242animacao_logo_gif.gifgreat2023.png

Compartilhar