ArcelorMittal: nova sede administrativa na volta ao escritório

9 de março de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

  • Workplaces da produtora de aço, em Belo Horizonte (MG) e Diadema (SP), reforçam modernização, cultura colaborativa e inovação
  • Empregados trabalharão em esquema híbrido e com horário flexível, retomada alinhada às principais tendências mundiais

A volta aos escritórios na ArcelorMittal, líder em aços no Brasil e no mundo, vem acontecendo desde novembro. Inicialmente, a ocupação será reduzida, cumprindo as determinações das autoridades de saúde. A retomada se ampara em um rígido protocolo de saúde e segurança, a exemplo do que foi implantado nas usinas da produtora de aço. Além de medidas de segurança como o uso obrigatório de máscara, distanciamento físico e higienização das mãos, os empregados da companhia encontraram novos workplaces em Belo Horizonte (MG) e Diadema (SP).

Os novos espaços são símbolos do processo de modernização e mudança cultural pelo qual a empresa está passando, que contempla agora estações de trabalho compartilhadas. Um aplicativo está sendo usado para o agendamento de dias e horários nessas estações. “O workplace espelha a estratégia de ambiente de trabalho inteligente, inovador e mais colaborativo que temos trabalhado nos últimos anos, tanto com os empregados, quanto com os candidatos a vagas de empregos na empresa. Nossos processos de atração, por exemplo, já abordam ‘Conheçam o jeito ArcelorMittal, venha do seu jeito’, pois somos uma empresa plural e todos são muito bem-vindos. Os espaços também foram planejados com foco em acessibilidade”, explica Sofia Trombetta, diretora de Pessoas, Saúde e Bem-estar da ArcelorMittal.

74U2YyMmY6InYu02bj5SauB3czVmcw5WaA9GZlJXalV3ZpZmLhlmdpxmO2ITM1AjMxcjNzozZlBnauc3bsJmN3MWO1MGZiFGZiRTOzYDMkJWMkRDNihzN5EDZjljYGJTJjljYGJTJxIDOzIjRyUSN0ADNx8VL0ETLfpjNWorkplaces da produtora de aço reforçam cultura colaborativa. Divulgação ArcelorMittal

Segundo ela, o novo modelo de trabalho já vinha sendo avaliado dentro da empresa antes do início da pandemia no Brasil, em março de 2020. “Estávamos desenvolvendo esse assunto e a pandemia acelerou o processo, mostrando que modelos que incluam flexibilidade de escolha são possíveis e efetivos”, acrescenta. As obras nos dois escritórios começaram em dezembro de 2020 e foram concluídas no mês passado. A reforma envolveu 130 profissionais e cerca de 15 mil metros quadrados foram transformados.

 

A alteração proporcionará ambientes mais produtivos, conectivos e inclusivos, reforçando comportamentos de abertura, incentivo à inovação, foco do cliente e empoderamento, já presentes na cultura da ArcelorMittal. Com os novos workplaces, os empregados vão trabalhar num modelo híbrido, com revezamento entre o home-office e o trabalho presencial, além de jornada flexível.

Pesquisa interna

O projeto de reformulação foi desenvolvido a partir de pesquisa realizada em 2020 com os empregados. De acordo com o levantamento, 86% deles disseram preferir um modelo híbrido de trabalho, revezando-se em casa e no escritório.

Os novos espaços, com projeto arquitetônico assinado pela Óbvio Arquitetura, foram planejados para desenvolver atividades criativas e colaborativas, com locais especiais de reunião, treinamentos, desenvolvimento e convívio social, além da área específica para refeitórios e um Mercado Honesto (área de oferta de produtos de conveniência e comodidade, onde o empregado retira o que precisa e paga). Entre as novidades estão andar de alimentação, andar de convivência com função multiuso, sala de amamentação, bicicletário, etc.

“Temos quatro andares dedicados ao bem-estar dos funcionários, incluindo salão de amamentação e cabines para realização de tele-consultas”, destaca Sofia. O aumento das salas de reuniões e de convívio e a redução das salas individuais fazem parte de uma nova dinâmica de trabalho que é tendência em todo o mundo após a pandemia do novo coronavírus.

Novo modelo de trabalho e benefícios

O retorno presencial aos escritórios acontece simultaneamente à implementação definitiva do home-office para áreas administrativas em dois dias por semana. Outra iniciativa adotada foi o Short Friday (trabalhar uma hora a mais por dia na semana para sair após o almoço na sexta-feira). Foram implementados também horários flexíveis para entrada (entre 7h e 9h) e para a saída (entre 16h30 e 18h30).

“Sabemos que esse momento é de muita expectativa. Após mais de um ano e meio em casa, passaremos por um período de adaptação ao novo modelo de trabalho e aos novos workplaces. Tenho certeza de que com a colaboração de todos, teremos um retorno seguro e bem-sucedido”, observa a diretora de Pessoas, Saúde e Bem-estar, Sofia Trombetta.

Para mais detalhes sobre os 100 anos da ArcelorMittal no Brasil, acesse aqui.

In Press Ini,.


Compartilhar