Aumenta a procura por profissionais de tecnologia com perfis técnicos multidisciplinares, revela PageGroup

21 de setembro de 2022 Off Por Ray Santos
Compartilhar

Consultoria detecta alta de 56% na demanda por talentos com forte especialização técnica em duas áreas de conhecimento complementares, como Cibersegurança + Dados e Produto + Design

Não é apenas o modelo de trabalho que se tornou híbrido. Agora também chegou a vez do profissional híbrido, especialmente no mercado de Tecnologia da Informação. É o que aponta o novo relatório Tecnologia Perfis Técnicos Multidisciplinares, desenvolvido na América Latina pela divisão de Tecnologia do PageGroup, consultoria líder mundial em recrutamento executivo especializado, que opera com as marcas Page Executive, Michael Page, Page Personnel, Page Outsourcing e Page Interim na região. De acordo com o documento, há uma alta demanda por talentos com forte especialização técnica em duas áreas de conhecimento complementares, como Cibersegurança + Dados e Produto + Design. Segundo a consultoria, houve crescimento de 56% por profissionais de tecnologia com perfis técnicos multidisciplinares de janeiro a julho deste ano quando comparado a igual período do ano anterior.

“É uma tendência que veio para ficar. Hoje os departamentos de tecnologia estão no seu melhor quando se trata de responder à alta demanda por soluções, produtos, desenvolvimentos e outros serviços que eles fornecem às empresas. Mas a pergunta é: eles estão dando a resposta certa e são realmente eficientes? A resposta a essas perguntas reside em profissionais com forte especialização técnica em duas áreas de conhecimento que se complementam, como no caso dos perfis de Cibersegurança + Dados e Produto + Design. Essa tendência em talentos híbridos representa uma nova realidade, deixando de lado a super especialização que estamos acostumados a ver no mercado de trabalho e abrindo um novo caminho para o desenvolvimento de profissionais com mais ferramentas para enfrentar o cenário complexo da revolução digital”, explica Mario Maffei, gerente da divisão de Tecnologia do PageGroup.

O executivo conta que setores como de Bancos e Serviços Financeiros, Finanças, Seguros, Governo, Varejo, Saúde e Telecom têm sido os maiores responsáveis pela procura por perfis técnicos multidisciplinares. Entre as habilidades mais desejadas nesses especialistas, estão a capacidade de relacionamento, comunicação assertiva, capacidade de adaptação às mudanças, flexibilidade e negociação.

Os profissionais que possuem esse perfil e estão migrando para essas novas funções estão buscando nesses empregos uma carreira mais desafiadora, espaço para ideias, alcance internacional, autonomia e trabalho por resultados. Conferências internacionais, intercâmbios e experiências com colegas de outros países, certificações e cursos online são alguns dos benefícios que têm atraído esses profissionais.

O profissional de cibersegurança e dados surgiu com o aumento do interesse do mercado por profissionais de segurança digital, criando uma tendência para papéis mais holísticos que não apenas previnem, monitoram e antecipam ataques, mas também têm a capacidade de interpretar e analisar todos os dados coletados, que são o principal e mais necessário agente para tomar decisões comerciais baseadas em informações. A remuneração desse profissional pode variar de R$ 8 mil a R$ 45 mil, dependendo da experiência e cargo ocupado.

“Esse perfil híbrido nasce para processar a quantidade de informação que é coletada. Dessa forma, perfis integrados começam a entender que as equipes devem ter treinamento em ambas as áreas para poder tomar decisões baseadas em dados que são processados e correlacionados”, diz Mario. “Envolver-se como especialistas empresariais, lidando com bancos de dados complexos, é o foco desse papel híbrido. Ele se torna importante quando você tem o conhecimento técnico e a compreensão da segurança e a capacidade de analisar dados e processar modelos de relacionamento que ajudam a parte estratégica da empresa. Tudo isso para que ele possa entender totalmente o domínio do modelo de segurança cibernética”, completa o consultor.

Outro exemplo de profissional multitarefa com bastante procura no mercado é o de Produto + Design. Está em alta porque consegue entender, de ambos os lados, as implicações tecnológicas e melhorar o desenvolvimento na fase criativa. Hoje os designers devem entender a generalidade da tecnologia e a linguagem do desenvolvedor para gerar sinergias estratégicas e fornecer soluções eficientes às empresas. A remuneração desse profissional pode variar de R$ 9 mil a R$ 23 mil, dependendo da experiência e cargo ocupado.

“Esse papel está começando a se tornar importante porque ser híbrido e saber sobre desenvolvimento e design (UI / UX) pode gerar produtos rentáveis que atendam às necessidades do usuário e que sejam tecnicamente impecáveis. Essa nova revolução de perfis 5.0 que integram o conhecimento permite que o desenvolvedor tenha uma melhor compreensão do negócio e possa se vincular, planejar e executar melhores estratégias de desenvolvimento alinhadas aos objetivos estratégicos”, detalha Mario Maffei, do PageGroup.

Sobre o PageGroup:

Fundado na Inglaterra em 1976, o PageGroup é um conglomerado formado por algumas das consultorias de recrutamento especializado mais respeitadas no Brasil e no mundo. Listado na bolsa de valores de Londres, está presente em 36 países.

Em sua gama de soluções para recursos humanos, oferece recrutamento de conselheiros e líderes executivos, alta e média gerência, e posições técnicas e de suporte à gestão. Além disso, conta com soluções para profissionais com deficiência, temporários e terceiros, bem como a execução de programas de talentos, RPO e recrutamento de alto volume.

Atualmente, os quase 8 mil colaboradores do grupo atuam em diferentes culturas e mercados, o que contribui para o conhecimento em 3 esferas: global, regional e local. No Brasil desde 2000, os consultores espalhados pelo país já realocaram mais de 52 mil profissionais.

Conteúdo.Net Com,.


Compartilhar